Conheça nosso curso de Green Belt

Como você deve ter aprendido até aqui ao acompanhar a nossa série de posts, o curso Green Belt irá capacitá-lo para realizar projetos de melhoria com um nível médio de complexidade, e para isso é necessário um conhecimento completo a respeito dos principais conceitos de Six Sigma.

Dando sequência à nossa série de posts, hoje iremos falar mais sobre o curso de Green Belt oferecido pela Escola EDTI.

eBook: Como é o GREEN BELT da Escola EDTI na visão de seus alunos?

Entrevistamos três alunos que dividiram sua trajetória ao longo desse processo, desde a decisão de se tornar um Green Belt, até a experiência ao longo das aulas. Escolher uma instituição de ensino adequada é primordial para uma experiência completa de aprendizado, não basta tomar a decisão de realizar cursos para se destacar se isso não gerar, de fato, conhecimento ao aluno.





Capa eBook: Como é o GREEN BELT da Escola EDTI na visão de seus alunos?

Quem são os Green Belts?

Os Green Belts são membros de equipe multi funcionais, com capacidade de desenvolver projetos Lean Seis Sigma nas suas áreas de trabalho, pois, são funcionários especializados em seus processos. Possuem dedicação parcial e participam de projetos de Lean Seis Sigma, muitas vezes liderados por Black Belts.

Ao longo deste processo os profissionais serão capacitados a:

  • Entender e aplicar a metodologia Lean Seis Sigma;
  • Compreender as etapas da metodologia e as suas ferramentas de suporte;
  • Conduzir os projetos com foco na melhoria dos processos, produtos ou serviços existentes;
  • Aplicar métodos estatísticos e calcular ganhos dos projetos, com o uso do MINITAB;
  • Avaliar e reportar os resultados dos projetos para a organização.

Objetivo do Curso

O objetivo do treinamento de Lean Seis Sigma Green Belt é ensinar a metodologia e as suas ferramentas de forma a capacitar os candidatos com os conhecimentos necessários ao desenvolvimento de um projeto de acordo com os fundamentos da metodologia.

Público Alvo

A finalidade deste treinamento é alinhar os funcionários da área administrativa e operacional com a metodologia Lean Seis Sigma, ensinando-lhes ferramentas para que possam ser capazes de liderar projetos na sua área, ou participar de projetos de melhoria mais abrangentes, contribuindo para o alcance resultado significativos.

 Além de contar com mais de 20 anos de experiência na elaboração de projetos, o Green Belt EDTI é totalmente dinâmico. Para facilitar a incorporação de complexos conceitos estatísticos, a equipe EDTI utiliza diversas dinâmicas, por meio das quais o aluno se capacita de maneira lúdica. Durante o curso o aluno também terá acesso e será capacitado na utilização do ‘software’ Minitab.

No mundo empresarial, profissionais com certificações estão sempre um passos à frente da concorrência. A necessidade de se manter atualizado faz com que, cada vez mais, cursos como o Green Belt sejam pré-requisitos básicos no currículo de qualquer profissional.

Você sabe o que é a certificação Green Belt? Mesmo que já seja um profissional certificado, não deixe de conferir neste artigo coisas que todo Green Belt precisa saber para ter sucesso!

A certificação Green Belt

Profissionais que obtém a certificação Green Belt foram habilitados, através de um curso específico, na metodologia Seis Sigma, que visa a melhoria de processos de produção. O especialista Green Belt é, então, capaz de aplicar os preceitos do método Seis Sigma em empresas e outras organizações.

Um Green Belt não tem a especialização de um Black Belt ou Master Black Belt, mas é responsável por liderar equipes de colaboradores dentro dos processos de melhoria. Apesar de não ter a graduação máxima dentro da metodologia Seis Sigma, os profissionais Green Belt precisam estar sempre atualizados e serem capazes de aplicar as ferramentas.

O que todo Green Belt deve saber

Durante o curso Green Belt, vários conhecimentos são desenvolvidos e praticados. Os Green Belt se formam com habilidades específicas e capacidades técnicas que colaboram na formação de um profissional completo e capacitado. Por isso, um Green Belt deve ter em seu repertório cada uma das onze habilidades listadas abaixo.

O Green Belt precisa ser alguém apaixonado por aprender novas habilidades. Ele trabalhará diretamente sob a supervisão de um Black Belt, em período parcial por até 40 horas adicionais por mês. Por isso, deve estar aberto para absorver o máximo de aprendizado possível.

É imprescindível que o Green Belt conheça o básico das ferramentas da metodologia Seis Sigma. Além de aplicá-las, ele deverá ser capaz de orientar outros profissionais sobre o seu uso.

Diferentemente dos Black Belts, que gerenciam vários projetos ao mesmo tempo, o Green Belt deve ter disciplina e foco na tarefa que tem em mãos naquele momento. Se concentrando em um processo por vez, o Green Belt consegue realizar suas tarefas com maior precisão e eficiência.

Comunicação é uma característica chave de todo Green Belt. Por lidarem diretamente com profissionais ranqueados tanto acima quanto abaixo deles na hierarquia da organização, os Green Belts devem dominar uma comunicação clara e efetiva.

O Green Belt precisa entender o funcionamento da regressão linear e como duas variáveis independentes podem se correlacionar. Como a metodologia Seis Sigma se baseia em dados e análises estatísticas, saber visualizar e analisar esses dados é um pré-requisito básico de todo Green Belt.

De maneira complementar às características comunicativas, o Green Belt deve estar sempre atento aos status dos projetos gerenciados. Assim, qualquer problema ou alteração de prazo poderá ser efetivamente comunicada ao Black Belt responsável.

Além das habilidades com dados e análises estatísticas, todo Green Belt deve ser capaz de criar histogramas e diagramas de Pareto e também saber diferenciá-los e entender quando cada um deve ser usado.

Uma importante característica do profissional Green Belt é a capacidade de tomar decisões baseado em dados e análises, não apenas em seus instintos. Como se encontra sob a supervisão de um Black Belt, o Green Belt aprenderá com ele as melhores maneiras de lidar com problemas e outras complicações.

Apesar disso, até conseguir uma certificação mais elevada, os Green Belts devem sempre trabalhar com os dados fornecidos pelos seus superiores.

Assim como todo e qualquer profissional de destaque, o Green Belt deve mostrar proatividade e uma grande capacidade produtiva. Enquanto saber resolver problemas é um pré-requisito básico para qualquer Green Belt, ser proativo e descobrir maneiras de evitar a ocorrência deles é um diferencial.

Apesar de toda a proatividade e capacidade de decisão, um Green Belt deve saber quando necessita de ajuda. Como ocupa uma posição de dedicação em tempo parcial para liderar projetos e processos de melhoria, o papel do Green Belt é manter o foco em suas tarefas, e não tentar administrar tudo de uma vez.

Por isso, sempre que encontrar dificuldades, o Green Belt deve ter humildade e sabedoria para decidir o momento certo de buscar ajuda com profissionais mais bem certificados, como os Black Belts.

Enquanto trabalham projeto a projeto, um de cada vez, o Green Belt deve se mostrar responsável, sabendo lidar com prazos e prioridades. Como responde diretamente para seu Black Belt, o Green Belt deve entender que nem sempre sua prioridade será a mesma do seu superior. Por isso, é essencial que ele seja capaz de planejar corretamente – e com antecedência – suas tarefas.

No curso Green Belt, o profissional terá contato com situações que o ajudam a desenvolver cada uma dessas habilidades. Apesar de não ter o mesmo nível de aprofundamento de um Black Belt, os profissionais certificados como Green Belt devem encarar os ensinamentos como um importante passo na carreira, capaz de alçá-los a níveis de liderança dentro de suas organizações.

Todos os fatos citados neste artigo ajudam não somente o profissional a se certificar como um bom Green Belt, mas, principalmente, auxiliam na formação de um profissional capacitado e diferenciado no mercado.

Essas características, ao serem exercitadas dentro do curso Green Belt, fazem com que o profissional desenvolva para si um perfil altamente cobiçado no mercado de trabalho. Além de um currículo recheado e qualificado, o Green Belt se torna um profissional melhor, capaz de contribuir para a melhoria da organização, além de almejar voos mais ambiciosos na própria carreira.

E então, entendeu quais são as principais características e habilidades que um Green Belt deve ter para ser um bom profissional? Não deixe, então, de conferir o artigo em que explicamos por que ser Green Belt. Nele, contamos todos os motivos que levam alguém a se certificar como Green Belt e como é possível obter a certificação.


0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.