Cursos online x reconhecimento do MEC: o que eu preciso saber?

Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente e competitivo, é necessário estar em constante busca por aprendizado. Desse modo, muitas pessoas estão aprimorando a carreira por meio da graduação ou de cursos complementares.

No entanto, a rotina estressante de vários profissionais pode ser um empecilho para conseguirem conciliar o trabalho com os estudos. Sendo assim, os cursos online se apresentam como uma ótima opção para aqueles que buscam praticidade e eficiência.

Apesar dessa modalidade de ensino ser atraente, muitas pessoas podem questionar sua credibilidade, devido ao grande número de cursos oferecidos. Assim, a fim de saberem se são realmente confiáveis, muitas delas contam com alguns parâmetros — e um deles é o reconhecimento que o MEC (Ministério da Educação) faz do ensino online.

Por isso, esclareceremos as principais dúvidas sobre o assunto neste post. Confira!

Os melhores cursos online são aqueles reconhecidos pelo MEC?

Ao tentarmos medir a qualidade de um curso, muitas vezes usamos como parâmetro o fato dele ser “reconhecido pelo MEC”. Contudo, o que seria isso?

Cursos reconhecidos pelo MEC são aqueles oferecidos por uma instituição credenciada e que seguem exigências básicas. Dentre elas, estão: carga horária mínima e oferta de determinados conteúdos para que, ao final, o aluno esteja apto a exercer a profissão.

Para saber se o curso é reconhecido, basta verificar no próprio portal do MEC se a instituição de ensino é credenciada e está em acordo com as leis vigentes. Porém, o simples fato de o curso ter reconhecimento não garante sua qualidade. Sendo assim, há outros meios de saber se ele é melhor do que outros, como conferindo o resultado do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes).

Há leis que regulamentam essa modalidade?

Ao contrário do que muitos pensam, o fato de o curso ser online não dispensa a necessidade de regulamentação. Por isso, é preciso destacar que os cursos superiores oferecidos virtualmente também são pautados por leis.

Dessa forma, a instituição de ensino e as disciplinas ofertadas devem seguir os critérios instituídos pela Lei 9.394/96 (LDB), garantindo ao aluno um diploma válido após ele cumprir a carga horária estabelecida e concluir, com êxito, os conteúdos exigidos.

Entretanto, os cursos de capacitação livre apresentam algumas particularidades e não são necessariamente regulamentados pelo Ministério da Educação. Tal fato não faz com que as escolas ou esse tipo de ensino sejam inferiores, afinal é preciso analisar seus objetivos.

Qual é a situação do Ensino a Distância no Brasil?

Devido a um número cada vez maior de brasileiros buscando capacitação profissional, a quantidade de cursos superiores online cresceu significativamente no país nos últimos anos. Afinal, o acesso ao mundo virtual se tornou mais amplo, o que é uma ótima oportunidade para as instituições de ensino superior atraírem novos alunos.

De acordo com o Censo da Educação Superior, realizado em 2014 pelo Inep, eram fornecidos 1.365 cursos a distância no Brasil. Eles estavam distribuídos entre as categorias de licenciatura, tecnólogo e bacharelado.

Nessa pesquisa consta, ainda, que a rede privada é responsável por mais da metade dos cursos oferecidos. Além disso, o número de alunos matriculados passa de um milhão, demonstrando que o EAD (Ensino a Distância) tem grande retorno para as pessoas que nele investem.

Como escolher um bom curso EAD? 

Agora você já sabe que, para escolher um curso a distância, não basta avaliar apenas o seu reconhecimento pelo MEC. Por isso, antes de fazer sua escolha, é importante seguir os seguintes passos:

1. Defina seus objetivos

Inicialmente, é fundamental estabelecer quais são seus objetivos ao fazer um curso a distância. Se você já possui a graduação e deseja se especializar, por exemplo, pode pesquisar opções de pós-graduação ou de capacitação que atendam às suas necessidades profissionais.

2. Procure saber sobre o reconhecimento no mercado

Definidos os objetivos, pesquise sobre as instituições, os cursos e seus respectivos pesos dentro do mercado de trabalho. Procure saber quais são os benefícios de determinada certificação e se ela será um grande diferencial no seu currículo. Sendo assim, vai ser mais fácil analisar do que você precisa e qual curso deve fazer. 

Quais são as vantagens de fazer um curso EAD?

Por fim, podemos ressaltar que quem opta por fazer cursos EAD tem a possibilidade de usufruir de inúmeros benefícios. Conheça alguns deles:

Maior flexibilidade

Para as pessoas que trabalham, apenas a vontade de ingressar em algum curso que as capacitem não é o suficiente para que, de fato, consigam, pois é preciso ter tempo. Dessa forma, os cursos EAD oferecem a possibilidade de você montar seu próprio planejamento, adequando sua rotina aos estudos.

Melhor acessibilidade

Poder estudar nos dias e horários que preferir é um ótimo beneficio. Mas a possibilidade de assistir às aulas de qualquer lugar também é um diferencial para pessoas que viajam muito e não têm rotinas regulares.

Além disso, você pode ditar seu ritmo de estudo, assistindo o mesmo conteúdo quantas vezes quiser, até que tudo fique claro. Além disso, é possível tirar dúvidas com os professores a qualquer momento.

Investimento mais baixo

Além de tais cursos serem, geralmente, mais baratos, economiza-se dinheiro com transporte, alimentação e materiais, já que a maioria desses itens é disponibilizada virtualmente.  

Acesso a cursos variados

Outra vantagem dessa modalidade é a oferta de conteúdos de diversas áreas. Sendo assim, além de poder escolher o que preferir, se o curso não for disponibilizado próximo ao local onde mora, é possível faze-lo de outros lugares do país, sem ter que se deslocar.

Emissão de diplomas/certificados

Também é possível emitir diploma ou certificações do curso, que são importantes para oficializar e validar os conhecimentos adquiridos, assim como é feito nas modalidades presenciais.

Autonomia para o aluno

Por último, devido à independência exigida para que se tire proveito dos estudos, o aluno adquire maior autonomia, o que pode torná-lo um profissional bem visto no mercado de trabalho. Afinal, uma das características mais avaliadas no momento da contratação é a proatividade.  

Portanto, lembre-se de que, além de tudo, é necessário ter disciplina, dedicação e foco ao optar por cursos online, pois o sucesso dependerá de seu esforço. Por isso, a qualidade do profissional e suas habilidades estratégicas não são garantidas somente pela instituição onde estuda, mas sim pela vontade de obter conhecimento sempre.   

Ficou com vontade de fazer cursos online que ajudem você a progredir na carreira? Então, entre em contato conosco e saiba mais!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.