PDV

Entenda o que é um PDV e como ele pode impactar o seu negócio

publicado em | atualizado em

Ponto de Venda – conhecido entre empreendedores como PDV – é o nome dado para o principal espaço de negociação entre o cliente e a empresa.

O termo pode ter significados ligeiramente diferentes dependendo do modelo de negócios, mas, têm em comum a importância para as estratégias comerciais e mercadológicas de qualquer empreendimento.

Para saber mais sobre o PDV e entender como ele pode impactar em seus resultados, continue lendo a seguir.

O que é PDV

O que é PDV

Ponto de Venda é o termo que define o principal espaço de negociação de uma empresa por onde os atendimentos aos clientes são feitos e as vendas realizadas.

Dentre os profissionais, a sigla PDV é o nome que aparece com maior frequência.

Mas, em alguns casos, o conceito “Sistema de Frente de Caixa” também surge para designar esse ambiente onde o cliente se encontra frente a caixa registradora para negociar e realizar sua compra.

Ainda que leve esse nome, o PDV não exige que o cliente esteja presencialmente em uma loja física.

Para modelos de negócio, como o e-commerce, o site pode ser o Ponto de Venda principal ou até mesmo exclusivo – isso sem falar das televendas e dos serviços à domicílio.

Principais funções de um PDV

Principais funções de um PDV

Na cadeia de suprimentos de um negócio, o PDV representa a etapa final do trabalho da empresa que desemboca na venda para o consumidor.

Essa é a parte da empresa que vai dialogar diretamente com a clientela e deve estar preparada para tanto.

Além de realizar as vendas, faz parte das funções do Ponto de Venda emitir documentos fiscais – como notas e cupons –, a gestão das formas de pagamento, o controle de caixa e a prestação de contas para os outros setores.

Para se certificar de que o trabalho poderá continuar por tempo indeterminado, é necessário também se preocupar com o controle de estoque e o cadastro adequado das vendas – informações que devem ser repassadas ao marketing para guiar suas ações.

Falando em marketing, essa é uma área que também pode ter presença no PDV trabalhando na identidade visual, criando displays de divulgação, ações in loco, entre outros.

Como gerenciar o seu PDV

De nada adianta construir um Ponto de Venda impecável com as cores da marca e ações publicitárias bem sinalizadas se isso não se traduz em uma melhora nos resultados.

Na prática, o gerenciamento do seu PDV passa diretamente pelos esforços de alinhar o formato das suas vendas às necessidades da clientela.

Para além disso, é essencial manter um controle rígido sobre o que entra e o que sai para não acabar amargando prejuízos pela falta de organização.

Lembre-se que errar é humano e, por isso, é essencial poder contar com sistemas capazes de ajudar na organização e garantir que tudo funcione conforme o planejado.

Tecnologia como aliada

Independente de qual seja seu modelo de negócio, é importante poder contar com sistemas de controle para gerenciar o seu Ponto de Venda.

Hoje já é possível encontrar no mercado softwares extremamente complexos e intuitivos que permitem uma integração completa do PDV com outras áreas da empresa.

A tecnologia é bastante importante aqui, pois confere mais agilidade e precisão na comunicação interna da empresa.

Assim, não existe mais a necessidade de informar ao marketing sobre os clientes recorrentes ou comunicar uma venda para o time de entregas.

Os sistemas digitais são também um atalho no sentido de facilitar o trabalho cotidiano da organização.

Com eles, basta inserir as informações e configurar os processos uma única vez para ter em tempo real informações sobre os níveis de estoque e controle de caixa.

Vantagens no uso do PDV

Quem investe em organizar um bom Ponto de Venda certamente poderá observar diversas vantagens nos seus negócios.

Como esse é o principal ambiente de negociação com o consumidor, ter um bom PDV de cara faz com que a marca seja mais atrativa para o consumidor.

Aqui entram as ações de marketing, relacionamento e fidelização da clientela que mencionamos.

Quando existe um bom gerenciamento, essa melhora tende a não ser apenas uma impressão superficial, e pode ser confirmada pelos índices de desempenho.

O controle do estoque também ganha qualidade com a adoção de sistemas digitais.

Os sistemas de controle não agem somente no sentido de aumentar as vendas, mas, também garantir mais organização financeira para a empresa que tem agora maior facilidade em fazer inventário e contabilidade.

Por fim, a tecnologia, por meio da automação das tarefas, garante que o tempo de trabalho seja otimizado, o que se traduz em uma produtividade maior.

Conclusão

Quando bem organizado, o Ponto de Vendas pode ser um trunfo para melhorar os resultados comerciais de uma empresa e garantir um maior controle sobre as operações.

Esse gerenciamento traz uma otimização das tarefas e maior produtividade da organização como um todo.

Para ficar por dentro de outros conceitos fundamentais para os negócios, é só continuar acompanhando nosso blog e conheça nossos cursos!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]