Por que ser Green Belt?

Um Green Belt é uma pessoa capaz de liderar projetos de melhoria e garantir resultados que reduzam custos ou amentem o valor dos produtos e serviços das empresas, sendo a razão de ser um profissional disputado no mercado de trabalho.

Você já reparou que muitas vagas de emprego hoje exigem o certificado de Green Belt do candidato? Você já se perguntou qual a razão disso estar acontecendo cada vez com mais intensidade?

Pensando nisso, escrevemos esse post explicando tudo para você sobre o Green Belt! Nesse post você vai descobrir:

Boa leitura e ótimo aprendizado!

O que é um Green Belt?

 

Um Green Belt é uma pessoa capaz de realizar projetos de melhoria. Mas qual a razão disso ser tão importante?

Hoje em dia a competição entre as empresas esta cada vez mais acirrada e, com isso, essas organizações tem procurado melhorar seus processos para tornarem-se mais produtivas e reduzirem problemas de qualidade.

Para atingir esse objetivo é muito importante trabalhar em um projeto de melhoria estruturado e o Green Belt é reconhecido pelo mercado como uma pessoa capaz de realizar tais projetos, resultando em um profissional essencial para qualquer empresa que queira se destacar.

O termo Green Belt surgiu na Motorola, onde foi criado um método para executar projetos de melhoria que eles chamaram de Seis Sigma. Dentro desse método o Green Belt era o líder desses projetos.

Quando o antigo CEO da GE (General Eletrics) Jack Welch adotou o Seis Sigma como ponto central de sua estratégia e conseguiu resultados extraordinários com isso o Seis Sigma passou a ser implementado em diversas empresas e com isso aumentou a demanda por profissionais que possuíssem a habilidade de liderar esses projetos.

Preciso de um Curso para ser Green Belt?

Agora que você já descobriu o que é um Green Belt, vamos entender como obter a certificação Green Belt. Para ficar comprovar que você esta apto a executar projetos de melhoria conforme a metodologia Seis Sigma você deve passar por um curso e ser aprovado, além de entregar um projeto para atestar o aprendizado dos conhecimentos ensinados.

Em um curso de Green Belt em Six Sigma o aluno desenvolve a habilidade de liderar projetos de melhoria utilizando a metodologia Lean Six Sigma e suas ferramentas, conseguindo resolver problemas complexos das organizações que muitas vezes outros profissionais tem dificuldade para solucionar.

Na Escola EDTI, por exemplo, no treinamento de Green Belt o aluno passa por um curso com carga horária de 60 horas e realiza um projeto simulado durante o curso, facilitando o entrega por parte do aluno.

Validade do certificado de Green Belt

 

Apesar de existir algumas entidades, como ASQ (American Society for Quality), que apenas certificam o aluno, nos cursos de Seis Sigma não existe uma única entidade que ateste a validade dos certificados emitidos pelas escolas. Talvez a principal delas seja o fato de várias empresas terem seus programas internos de de Seis Sigma e não se submeterem a outras entidades.

Assim, o que você deve levar em conta é a relevância da sua escola. Equipe, número de alunos, empresas atendidas, qualidade de seus materiais serão pontos importantes em sua decisão.

Com relação à validade internacional do certificado também é preciso tomar cuidado. Tenha certeza de que você esta escolhendo um bom curso, onde possa aprender muito e utilizar todo o suporte de sua escola para garantir que em uma futura entrevista no exterior você conseguirá mostra que tem a capacidade de liderar projetos.

Você pode pensar da seguinte maneira: suponha uma vaga onde o pré-requisito seja inglês fluente. Não adianta nada ter um certificado caso você não consiga demostrar que consegue falar o idioma, o que será exigido em uma entrevista.

Conheça o nosso curso de Green Belt

Além de contar com mais de 20 anos de experiência na elaboração de projetos, o Green Belt EDTI é totalmente dinâmico. Para facilitar a incorporação de complexos conceitos estatísticos, a equipe EDTI utiliza diversas dinâmicas, por meio das quais o aluno se capacita de maneira lúdica. Durante o curso o aluno também terá acesso e será capacitado na utilização do software Minitab.

Como Escolher uma Escola para me Certificar Green Belt

Em um processo seletivo onde a certificação Green Belt seja um pré-requisito ou um diferencial, você deverá apresentar seu certificado e nesse momento o reconhecimento dessa entidade será de suma importância para o destaque do seu currículo. Com isso, o preço com certeza não deve ser o principal quesito na sua tomada de decisão.

Hoje em dia existem muitas empresas ofertando cursos de Green Belt, mas poucas poderão ajudá-lo a dar peso em seu currículo e a desenvolver seu conhecimento.

Pesquise sobre a qualidade dos materiais ofertados pelo escola, pelo tamanho de sua equipe e o número de locais onde a escola realmente realiza cursos. Pesquise no LinkedIn sobre a experiência dos responsáveis pedagógicos e sua experiência na atuação de programas de melhoria.

Também é importante garantir que além do certificado você consiga desenvolver a habilidade de melhorar processos. Nesse ponto, é importante comparar o suporte que sua entidade certificadora irá fornecer. Existem Black Belts disponíveis todos os dias para tirar suas dúvidas? É possível acessá-los por chat/ voz instantaneamente no momento da sua dúvida ou você deverá enviar um email e esperar dias pela resposta?

Sem o aprendizado você dificilmente conseguirá comprovar a habilidade em uma entrevista de emprego.

Se quiser ajuda para decidir onde realizar seu curso confira 3 escolas referências em certificação Green Belt. Sugiro a leitura, pois somente um entidade reconhecida pelo mercado irá lhe proporcionar um certificado reconhecido pelo mercado.

Depois de passar pelo curso e realizar esse projeto o profissional certificado tem condições de usar na prática os conhecimentos aprendidos. Com isso ele consegue gerar melhorias para as organizações onde atua.

Uma boa maneira de começar sua jornada no Seis Sigma é realizar o curso gratuito de certificação Seis Sigma White Belt da Escola EDTI. Quer aproveitar? Acesso pelo link White Belt.

 

Green Belt Unicamp, Vanzolini e Escola EDTI

Por ter sido um dos primeiros cursos de Green Belt oferecidos no Brasil, o curso da Unicamp é uma das principais referencias na área. Coordenado pelo Prof. Dr. Ademir Petenate desde o final da década de 90, foi responsável pela formação de profissionais das principais indústrias do Estado de São Paulo.

Outra importante referência na área é a Escola EDTI, cujo curso também é coordenado pelo Prof. Dr Ademir Petenate. Nesse curso a abordagem é mais prática e também tem se mostrado uma das melhores opções para os profissionais que desejam obter a certificação de Green Belt em Lean Seis Sigma.

O curso da Vanzolini é outro destaque na área, exigindo um projeto real do aluno para certificação e bancas semestrais para aprovação e certificação.

4 Habilidades que um Green Belt Desenvolve

Para conseguir ter sucesso em suas estratégias de melhoria o Green Belt vai desenvolver as habilidades de Análise de Dados, Visão Sistêmica, Aprendizado Acelerado e Trabalhar com Pessoas.

  • ANALISAR DADOS: aprender a coletar e extrair informações para que suas decisões sejam assertivas e tragam resultados.
  • VISÃO SISTÊMICA: desenolver a habilidade de visualizar a interações entre os diferentes processos organizacionais para encontrar pontos de alavancagem para o negócio.
  • APRENDIZADO ACELERADO: conseguir realizar testes rápidos que acelerem o aprendizado em diração às mudanças que irão gerar os resultados desejados.
  • TRABALHAR COM PESSOAS: lidar adequadamente com outras pessoas da organização para garantir que as mudanças propostas sejam adotadas pelo restante da organização.

Com isso, o profissional Green Belt, munido de uma formação fortemente analítica, tem se diferenciado pelos insights fornecidos para seus superiores. Ele consegue fornecer direções que ajudam a organização a melhorar suas decisões, gerando resultados financeiros. E quem não gostaria de contar com uma pessoa dessa em sua equipe, não é mesmo? Com essas competências, o Green Belt formado por uma boa escola tem um futuro promissor na carreira.

Além disso, ele desenvolve um alto poder de convencimento. O guru Deming tinha uma frase interessante sobre essa constatação: “Acredito em Deus, os outros devem apresentar dados e fatos”.

Se você quiser conhecer o curso de Green Belt da Escola EDTI, uma das principais referências na área, visite a página do Green Belt ou confira as datas e informações no final desse post.

Como o Green Belt tem destreza na análise de dados, os resultados das melhorias se traduzem diretamente em redução de custos para a empresa e em elevação da lucratividade. Como diria um grande bilionário brasileiro, “Custo é como unha. Tem de cortar sempre”. Num ambiente de forte concorrência entre as empresas, essa máxima tem razão de ser. Ainda assim, para reduzir custos, sem piorar a qualidade, é preciso dominar uma metodologia eficiente, como os Green Belts dominam o Six Sigma.

Confira como está a carreira de alguns Green Belts!

Como o profissional certificado consegue comprovar a eficácia dos resultados dos projetos, ele passa a ser mais valorizado pela empresa. Não só pela remuneração como pela oportunidade de ascensão na carreira.

Além disso, as análises feitas por um Green Belt podem servir como fundamentos para uma tomada de decisão mais embasada e ágil dos diretores do negócio. Mais uma vantagem do Six Sigma é que ele pode ser aplicado a praticamente qualquer setor empresarial, como de construção civil, industrial, de serviços etc. Dessa forma, o Green Belt possui um leque de oportunidades de emprego.

Ser analítico tem sido cada vez mais importante no mercado de trabalho, por essa razão acreditamos que os Green Belts terão cada vez mais destaque nas empresas e escrevemos um material bem rico sobre isso. Confira aqui!

O que é Seis Sigma e as suas diferentes certificações

A metodologia Six Sigma foi desenvolvida na gigante de telecomunicações Motorola, na década de 1980, pelo engenheiro Bill Smith. Nos anos 1990, foi a vez de mais uma grande corporação utilizar a metodologia, a General Electric (GE), por iniciativa do então CEO Jack Welch.

Com o sucesso alcançado por essas corporações, logo os profissionais certificados nessa metodologia passaram a ser disputados pelo mercado. Como a metodologia é utilizada geralmente em projetos de melhoria, com começo, meio e fim, se faz necessária a criação de um grupo de colaboradores qualificados para concretizar a iniciativa. Os profissionais envolvidos nesses projetos precisam ter algum nível de certificação, conforme o grau de dificuldade das tarefas assumidas.

Apesar da ter nascido na área fabril é cada vez mais comum a aplicação de projetos de Seis Sigma nas áreas administrativas, em empresas de serviço e empresas da área da saúde.

Certificação Six Sigma são divididos em faixas

Os níveis de certificação Six Sigma são divididos em faixas (belts), com cores diferentes, assim como no judô. As certificações existentes são as seguintes: White Belt, Yellow Belt, Green Belt, Black Belt e Master Black Belt. O profissional com a certificação Green Belt tem condições de gerenciar um projeto de melhoria em uma organização.

O White Belt é uma pessoa que conhece superficialmente o assunto. O Yellow Belt representa um nível inicial de conhecimento, assim normalmente participa como integrante do grupo ou lidera projetos de menor complexidade.

O Green Belt já é um profissional com ampla formação em Seis Sigma e geralmente é designado para liderar projetos importantes para organização o que muitas vezes garante que seu trabalho esteja sempre em evidência.

Já o Black Belt muitas vezes atua como orientador e treinador de Green Belts, disseminado a cultura e acelerando os resultados dos projetos.

Para se diferenciar no mercado de trabalho e aumentar as chances de ser selecionado por uma organização, o profissional deve demonstrar preparo e excelência. Nesse sentido, possuir uma certificação Green Belt é uma maneira de o indivíduo mostrar que se preocupa com a própria formação. Além disso, ele demonstra que possui competências que podem trazer melhorias significativas para uma organização.

Se quiser entender mais sobre essa metodologia, convido você a ler Seis Sigma: o que é e como surfar nessa onda e ver o vídeo que preparamos para explicar para você com funciona cada certificação disponível abaixo.

Qual a razão de se falar tanto em Seis Sigma e em Green Belts nas melhores empresas?

Melhoria contínua, satisfação do cliente e resultados financeiros positivos. Não há dúvida de que esse tripé é o sonho de qualquer empresa, não é mesmo? Porém, para que essa combinação se torne realidade a organização deve dispor de ferramentas apropriadas e equipe qualificada.

Nesse contexto, a metodologia Lean Six-Sigma oferece o suporte necessário para que um negócio consiga promover a qualidade dos processos, dos produtos e dos serviços, de modo a reduzir custos, atender aos anseios dos clientes e aumentar a lucratividade da empresa.

Para que tudo isso possa se concretizar, a organização precisa ter profissionais certificados na metodologia Six Sigma. Esse profissionais devem ser capazes de aplicar as técnicas de melhoria e elevar de forma significativa os resultados da empresa.

Como têm potencial para gerar importantes vantagens competitivas para um negócio, os profissionais certificados Green Belt são vistos com bons olhos pelo mercado de trabalho. O indivíduo graduado, que apresenta uma certificação no currículo, diferencia-se da maioria em uma seleção de emprego.

Como funciona um projeto Green Belt?

Inicialmente é formada uma equipe de trabalho. Geralmente o Green Belt lidera uma equipe com 3-4 pessoas e é orientado por um Black Belt, uma pessoa que detém grande conhecimento e experiência em projetos de melhoria.

A primeira tarefa dessa equipe é preencher um contrato de melhoria, onde é definido. o escopo de trabalho (objetivo, indicadores e metas).

A segunda tarefa é coletar dados desse indicador para medir a situação atual. Com essa informação em mãos a equipe parte para a análise da causa raiz, utilizando-se muitas vezes de dados coletados para diagnóstica com precisão qual o problema enfrentado.

Com esse diagnóstico a equipe elaborado uma lista de mudanças que deverá ser testada e validada na prática. Com essas informações em mãos é chegado o momento da implementação e celebração dos resultados.

Essas etapas podem ser resumidas em:

  • 1 DEFINE: Defina o problema
  • 2 MEASURE: Meça a situação atual
  • 3 ANALYSE: Encontre a causa raiz
  • 4 IMPROVE: Desenvolva e teste mudanças
  • 5 CONTROL: Implemente as mudanças

É importante que em todos os passos essa equipe utilize dados e informações concretas para validar suas teorias, o que acaba por garantir o resultado almejado.

Como um Green Belt pode fazer a diferença na empresa onde trabalha?

Qual a empresa que não tem problemas, não é mesmo? Peças com defeitos, ociosidade de colaboradores, falhas de logística, reclamações dos clientes etc. A intensidade dos desafios pode variar, mas praticamente todas as organizações possuem áreas em que precisam melhorar.

Muitas vezes as empresas sequer sabem que podem aperfeiçoar processos. Nesse sentido, o olhar analítico de um Green Belt pode ser de grande valia para a identificação de oportunidades.

Devo me especializar e virar um Green Belt?

A metodologia Seis Sigma é a menina dos olhos nas indústrias mais desenvolvidas. Dentro dessa metodologia, o conhecimento é organizado por faixas, assim como no judô, e o Green Belt é uma pessoa com habilidade para liderar projetos de melhoria.

Também é verdade que as pessoas que lá atrás entenderam que melhorar processos era inevitável em um mundo cada vez mais competitivo e procuraram desenvolver essas habilidades em cursos de Green Belt hoje estão em uma posição profissional de bastante destaque. Isso por que nos dias atuais a quantidade disponível de dados é crescente. Com isso é raro um colaborador se destacar sem a habilidade para analisar dados e extrair informações para direcionar suas decisões. Não é possível viver mais somente de opiniões, se essas não forem fundamentadas em dados!

Se você quiser conhecer o curso de Green Belt da Escola EDTI, uma das principais referências na área, visite a página do Green Belt ou confira as datas e informações no final desse post.

Afinal, como o mercado vê um Green Belt?

Como professor da Unicamp, muitos diretores de empresas me procuram solicitando indicações de profissionais para cargos chaves em suas organizações. Geralmente tenho boas sugestões de pessoas que passaram pelos cursos de Green Belt ou Black Belt da Escola EDTI, pois tenho a segurança de que eles desenvolverão um ótimo trabalho.

Caso você ainda esteja se perguntando por que ser Green Belt, existe mais um dado importante: muitos executivos tem dito que possuir essas certificações tem sido um pré-requisito para vagas em suas empresas. Isso acontece por que as empresas precisam de profissionais mais bem preparados para lidar com os dados disponíveis e muitas vezes a formação de graduação não dá conta dessa tarefa. Assim fica na responsabilidade do indivíduo se preparar para essa exigência e o certificado de Green Belt de uma escola referência na área é a segurança que o departamento de RH precisa para saber que está investindo na contratação do profissional adequado.

Além da capacidade de analisar dados, em um curso de Green Belt você aprenderá técnicas para visualizar e organizar processos, liderar equipes em projetos de melhoria e gerenciar processos por meio de indicadores. Com isso, você conseguirá aumentar a própria capacidade de desenvolver projetos com resultados financeiros de alto impacto.

Se você já se convenceu que ser Green Belt é uma ótima maneira de obter um conhecimento e um certificado que serão diferencial para sua carreira a Escola EDTI oferece cursos de certificação em Green Belt regulares.

21 respostas
  1. Robson says:

    Boa tarde

    Gostaria de uma recomendação quanto a algum curso de certificação na cidade do Rio de Janeiro para adquirir a certificação green belt.

    Obrigado
    Robson

  2. Diego Guerrero says:

    Olá eu tenho dúvidas em relação ao projeto final para validação do green belt, pois eu não trabalho com a parte de produção em si na minha empresa, mas gostaria de realizar o curso e ter essa validação. Como eu faço?

  3. eduardo says:

    bom dia,
    Sou recém formado em ADM de empresas.
    Posso conseguir a certificação do curso por conta própria ou somente a empresa que trabalho que pode solicitar?
    qual seria o preço médio para adquirir essa certificação?
    alguma indicação para campinas ou ribeirão preto ?

  4. Álvaro Matheus says:

    Qual o melhor caminho a seguir? Ir direto para a Green Belt ou fazer antes a Yellow Belt?

  5. Marcelo says:

    Oi Amanda, no momento temos cursos presenciais em SP, Campinas, BH, RJ e Curitiba. Na outras cidades oferecemos a transmissão ao vivo pela internet ou o curso gravado.

  6. Marcelo says:

    Oi Diego, durante o curso simulamos uma fábrica durante as aulas e o projeto é feito nessa simulação, assim você não precisa se preocupar.

  7. Marcelo says:

    Oi Eduardo, pode conseguir a certificação independente da empresa. Inclusive, nossos alunos tem procurado cada vez mais para enriquecer o currículo

  8. Marcelo says:

    Oi Álvaro, acredito que seja melhor ir direto para o Green Belt, onde você terá um arsenal mais completo para tocar seus projetos de melhoria

  9. Katia says:

    Moro no sul de minas, mais precisamente em Varginha. Tenho muito interesse neste curso. Gostaria de saber localizacoes proximas onde o curso é ministrado.

  10. Tiago says:

    Moro em Guaratinguetá interior de São Paulo e gostaria de saber se existe esse curso mais próximo da minha cidade.

  11. SANDRA PINHEIRO says:

    MArcelo, o Curso é mais voltado a Industria? Outras empresas como área de tecnologia consegue extrair dados do curso de Green e de Black? Pois, ao ler me parece bastante voltado a área industrial.

  12. Ivan Oliveira says:

    Boa tarde Diego,
    O projeto e simulado durante o curso, e não realizado dentro da sua empresa.
    Você poderá fazer o curso e obter a certificação Green Belt sem problemas.

  13. Marcelo Petenate says:

    Oi Sandra, essa é uma dúvida bem pertinente e tem a ver com o fato dessa metodologia ter sido desenvolvida inicialmente em industrias.

    Apesar disso, todas as empresas são estruturadas em processos e essa metodologia ajuda a melhorá-los, portanto qualquer empresa irá se beneficiar de uma aplicação correta de projetos Seis Sigma, que inclusive ajudam a construir uma cultura focada em resultados.

    Nós, por exemplo, atendemos empresas de diversos setores, como indústria, bancos, hospitais e empresas de tecnologia.

    Um abraço,

Trackbacks & Pingbacks

    Deixe uma resposta

    Want to join the discussion?
    Feel free to contribute!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.