vida após curso regressão

A vida após o curso de regressão

Sair da sala após a última aula do >curso de é quase como sair de Hogwarts depois de formado. Você é capaz de fazer mágica com os dados. Ou como diria meu colega: matemágica! Brincadeiras de lado, concluir um curso de regressão é entender como coisas se relacionam e poder quantificar, transformar tudo isso em números para uma melhor interpretação e facilidade na hora de mostrar os resultados.

Este post irá lhe mostrar quais as qualidades de um profissional certificado após o curso de regressão, como ele lida com determinados problemas e suas vantagens sobre quem não faz ideia do que seja um ajuste por mínimos quadrados.

Pensamento analítico

Assim como nos cursos de Green Belt, Black Belt e DOE, não poderia ser diferente que o aluno se torna um pensador extremamente analítico. Qualquer curso dos treinamentos da Escola EDTI desenvolve você para assim que receber um conjunto de dados saber o que analisar primeiro, quais informações obter e como prosseguir a partir do que observou. Parece simples, mas muitos não sabem dar o primeiro passo para explorar seu problema e a metodologia do curso de regressão, assim como os demais cursos mencionados acima é desenvolvida para que você resolva um determinado problema da maneira mais eficiente possível.

Saber relacionar e selecionar variáveis

Algumas relações são quase triviais, como a relação entre altura e peso, por exemplo. Porém, algumas não são tão óbvias ou até mesmo improváveis. Jogar todas as variáveis no modelo e verificar qual tem a melhor relação com a variável resposta dificilmente irá resolver. Porém, saber identificar as variáveis com maior potencial de relação com a variável resposta ANTES de ajustar o modelo é uma vantagem monstruosa pois você economiza tempo e seu modelo de regressão é muito mais sólido e preciso. No curso de regressão você aprende na prática a identificar essas variáveis e poupar horas na frente do computador observando todas as variáveis disponíveis.

Diagnosticar um modelo de regressão

Fazer uma regressão linear não é difícil e com um pouco de tempo e a ajuda do Google qualquer um pode ajustar um modelo em poucos minutos. Inclusive, temos material no Blog da Melhoria que ensina a fazer uma regressão no Excel de maneira bem simples. Contudo, o computador irá exibir uma regressão para quaisquer números que você inserir. A pergunta é: será que eu ajustei uma regressão linear corretamente? A resposta dessa pergunta poucos sabem responder. Mas, quem fez o curso de regressão sabe exatamente como fazer o diagnóstico de uma regressão e verificar se o modelo é adequado ou não. E isso não se reduz a dizer se os dados são normais ou não. Inclusive, normalidade não é uma exigência para fazer uma regressão. A normalidade é um requisito apenas quando queremos testar o efeito de uma variável.

Predição

Talvez o maior interesse de quem faz um curso de regressão: a predição do modelo. Como dito anteriormente, é muito fácil aprender a ajustar uma regressão linear e predizer alguns pontos futuros, mas poucos sabem dizer qual a precisão de sua predição. Afinal, eu preciso saber muito bem onde estou pisando antes de subir um degrau e o mesmo vale quando queremos predizer. É preciso saber analisar o erro de predição e qual a precisão da estimativa dos pontos futuros através de um intervalo de confiança.

Ainda não fez um curso de regressão?

Como assim? Aqui na Escola EDTI temos um curso completo desde correlação entre variáveis até regressão múltipla e suas aplicações. Confira os detalhes clicando aqui.

Caso tenha queira saber como fazer uma regressão show de bola, confira no nosso infográfico abaixo como fazer uma regressão matadora!

infografico

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.