TODOS OS CURSOS DA EDTI POR R$ 169,90/MÊS.
INCLUINDO GREEN E BLACK BELT!!
Comece agora e cancele quando quiser.

Análise dos Imóveis Vendidos

por Marcelo Petenate
publicado em | atualizado em

Análise dos Imóveis Vendidos

Hoje me deparei com a notícia de que a venda de imóveis cresceu no último ano , segundo o Secovi (Sindicato da Habitação). Fui atrás dos dados para verificar se essa afirmação fazia sentido.

Coletei dados desde 2010 para entender como se comportava o indicador “Venda de Imóveis Residenciais Novos da Cidade de São Paulo” (https://www.secovi.com.br/pesquisas-e-indices/indicadores-do-mercado/). Se esse indicador estivesse em tendência de alta, como afirmado pela reportagem, talvez fosse um bom investimento comprar um imóvel nesse momento.

Qual não foi minha surpresa quando olhei os dados e constatei: o número de imóveis vendido não aumentou desde 2010!

Mais uma vez, ficou claro que o que a imprensa gosta de fazer é divulgar a variação de causa comum e tirar conclusões. Por que será que isto ocorre? Uma boa explicação para isto é feita pelo psicólogo Daniel Kahneman em seu livro “Thinking Fast and Slow”. Ele mostra, por meio de uma série de experimentos, que o ser humano não consegue lidar intuitivamente com a Estatística. Esta afirmação explica, pelo menos em parte, uma série de decisões ruins tomadas pela maioria das pessoas.

Além do Kahneman, outro autor interessantíssimo é o Robert Shiller, ganhador do Prêmio Nobel de 2013 por estudar justamente o preço dos imóveis. Ele explica que quando o assunto é a valorização dos imóveis as pessoas tendem a aumentar a “inércia” do indicador, pois os investidores típicos de imóveis não são fundos de especializados, mas sim pessoas físicas comuns. Estas pessoas captam a tendência de um período e a extrapolam, julgando que esta deverá se manter infinitamente. Aliamos a isto, a pressão que estas pessoas sofrem por verem seus vizinhos e amigos ganhando dinheiro investindo em imóveis e para não ficar para trás, acabam comprando tardiamente. Desta forma, é possível explicar que mesmo após sucessivas valorizações acima da inflação as pessoas ainda considerem os imóveis com uma boa opção de investimento, não tomando assim, soluções racionais para a precificação destes.

Esta é a nossa dica.

Por isto, deixo minha recomendação: cuidado com o que vê nos jornais. Ao ler algumas notícias por aí não sejam preguiçosos, procurem os dados e façam suas próprias análises. 

  1. Fernando says:

    Parabéns Marcelo e Virgilio pela materia!
    Representa exatamente minha opinião.
    Especulações dos corretores e dos sindicatos SECOVI so destorcem o mercado, puxando-o para valorização sem fundamento.
    Abraço,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.