Atitudes prejudicam sucesso profissional

Atitudes que prejudicam seu sucesso profissional

Algumas pessoas têm certas atitudes no dia a dia, mesmo sem perceber, que comprometem o sucesso profissional no longo prazo. Seja por convicção, modismo ou descuido, esses atos minam o desenvolvimento da carreira e impedem a realização de projetos. Identificar comportamentos que geram insucesso e mudar hábitos podem ser caminhos para uma guinada rumo à realização profissional. Confira, a seguir, algumas atitudes prejudiciais ao seu sucesso e procure evitá-las.

 

Achar que não precisa mais aprender

Pensar que já se sabe o suficiente para se manter em um cargo pode ser a porta de entrada para o insucesso. Mesmo os expoentes de cada área reconhecem a necessidade de um contínuo aprendizado.

 

Com os avanços tecnológicos e o desenvolvimento de novos conhecimentos e técnicas, os profissionais devem se atualizar para se tornarem competitivos no mercado de trabalho. Nesse sentido, os cursos da metodologia Six Sigma são excelentes opções de qualificação para quem quer se capacitar em projetos de melhoria e aumento da qualidade nas empresas.

 

Improvisar e ter atitudes com base no “achismo”

Agir de modo despreparado, sem fundamentos sólidos, pode prejudicar o desempenho do profissional e afastá-lo da excelência. Por consequência, o colaborador passa a ser preterido em oportunidades de ascensão que venham a surgir na organização onde atua.

 

Especializar-se em certas funções, dispor de ferramentas adequadas, trabalhar conforme normas técnicas etc. são condições para que o profissional tenha êxito em todas as atividades que realize. Dessa forma, o método de tentativa e erro deixa de ser fonte prioritária de tomada de decisão e dá lugar a um trabalho criterioso, com base em estudos e análises prévias.

 

Ter medo de mudanças

No ambiente de trabalho, e em alguns casos até na vida pessoal, o indivíduo pode se deparar com a necessidade de mudanças. Nessas situações, ter uma postura rígida e não se adaptar às circunstâncias pode ser um verdadeiro “tiro no pé” do profissional. Ao contrário, ser resiliente e buscar tirar proveito das mudanças podem ser diferenciais para se conquistar o sucesso.

 

E por falar em mudanças, o profissional que possui a certificação Green Belt tem o conhecimento necessário para testá-las e saber exatamente se uma transformação gerou ou não melhoria para uma empresa.

 

Ser individualista

A figura do artesão, que faz todas as etapas da produção de uma peça, sobrevive atualmente em situações bem específicas, ligadas à arte. Nas empresas dos diferentes setores econômicos, porém, a interdependência entre pessoas e processos é a regra predominante.

 

Por isso, quem se isola e tem dificuldade para interagir com outros participantes da rotina de uma organização corre o risco de ter que se esforçar mais para realizar tarefas e, ainda assim, ter produtividade e qualidade baixas.

 

Como as empresas trabalham cada vez mais com especialistas em cada etapa do processo produtivo, há menos espaço no mercado para pessoas individualistas. Logo, os colaboradores precisam aprender a trabalhar em equipe, para conquistarem resultados positivos para a organização onde atuam.

 

Além dessas atitudes que geram insucesso citadas no post de hoje, quais outras você acredita que prejudicam a carreira de um profissional? Deixe seu comentário aqui no blog e contribua com a sua opinião. Participe!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.