Aumente sua produtividade de estudos e aprenda ainda mais sobre Lean Seis Sigma

Você decidiu investir em sua carreira e começou a fazer um de nossos cursos? Ficamos muito contentes em saber disso!
Mas como tem andado seu aproveitamento do curso? São diversos conteúdos que serão necessários (e um grande diferencial)  em seu futuro. Pensando exatamente nisso hoje iremos apresentar uma técnica de estudo que você pode usar para aproveitar ao máximo seu curso Lean Seis Sigma.

Técnica de Pomodoro

Talvez você já conheça essa técnica, mas se esse não for o caso, não se preocupe, pois esse é o tema de nosso post de hoje.

“Pomodoro” tem origem na língua italiana e significa “tomate”.

Esse nome foi escolhido depois que o criador, o italiano Francesco Cirillo, usou um cronômetros de cozinha com o formato de um tomate para gerenciar o seu tempo.

Isso aconteceu no fim da década de 1980, a técnica se baseia na ideia de que fluxos de trabalho divididos em blocos podem melhorar a agilidade do cérebro e estimular o foco.

Depois de muita pesquisa, Cirillo chegou ao período de 25 minutos como sendo o tempo ideal para esses blocos, também conhecidos como “pomodoros”.

Como funciona:

  • Faça uma lista com as tarefas que estão pendentes;
  • Programe um cronômetro para 25 minutos;
  • Escolha uma das tarefas e trabalhe nela sem interrupções;
  • Quando o despertador tocar, faça uma pausa de 5 minutos;
  • Risque a tarefa da sua lista depois que terminá-la
  • Retome o trabalho depois da pausa por mais um período de concentração 
  • A cada quatro “pomodoros”, faça uma pausa mais longa: 30 minutos até voltar ao trabalho

Comece fazendo a lista diária, que irá ajuda-lo a estabelecer o seu foco, e anote quantos “pomodoros” usou, ao lado de cada tarefa da sua lista.

A ideia da técnica é que com o passar do tempo, você descubra quantos intervalos são necessários para fazer suas atividades.

Cuidados ao usar essa técnica:

Quando o criador do método diz que é pra fazer “sem interrupções”, isso de fato deve acontecer. 

Você só deve parar seu período de trabalho se for algo extremamente urgente.

Se surgirem outras questões, anote, use isso para guiar seus próximos períodos de trabalho, e volte a trabalhar até terminar os 25 minutos.

Se a interrupção for externa, recomenda-se que você cancele  o “pomodoro” e começar outro quando puder retomar suas atividades sem interrupções. 

O descanso de até 5 minutos pode ser pouco, se a atividade mental tiver sido muito exigente e cansativa.

Saiba quando parar também. Em alguns momentos você pode estar empenhado no seu trabalho e interrompê-lo pois é a ideia original do exercício.

Saiba reconhecer esses momentos. A parada pode fazer com que você demore a voltar ao mesmo nível de empenho e isso afete negativamente o andamento de suas atividades. 

Para atividades que exijam um esforço criativo maior, como fazer uma redação, esse método pode não funcionar. A “inspiração” nem sempre aparece na hora que a gente quer, muito menos quando o tempo é limitado a 25 minutos.

Estender esse prazo pode dar mais certo, uma vez que as próprias bancas dos vestibulares recomendam reservar no mínimo 1 hora para a produção do texto.

A Técnica Pomodoro é bem interessante para evitar a procrastinação, é um ótimo mecanismo para os momentos que são necessária a extrema concentração, como aprender mais sobre seu curso e se tornar um Green ou Black Belt, que domina todos os conhecimentos necessários.

Continue acompanhando nosso blog para aprender mais ferramentas e dicas que irão agregar conhecimento a sua jornada de aprendizado! 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *