Como os cursos ajudam a acompanhar a evolução do sistema de saúde

A formação clínica em uma das várias áreas de saúde pode não ser suficiente para os desafios profissionais do dia a dia. Trabalhar em hospitais ou clínicas, públicos ou particulares, exige uma qualificação a mais. É preciso acompanhar a evolução do sistema de saúde para conseguir propor, por exemplo, uma gestão mais eficiente.

Isso porque é importante entender, muitas vezes, a parte administrativa e como funciona todo o sistema, ainda mais para aqueles que sonham em construir carreira e se enxergam na posição de liderança. Nessa hora, destacam-se os profissionais de saúde que estão sempre em busca de cursos de aperfeiçoamento.

Neste artigo, vamos mostrar como os cursos são importantes para quem trabalha em estabelecimentos de saúde, ajudando a entender a engrenagem de todo o sistema para a realização de um trabalho de qualidade. Acompanhe!

Visão geral do sistema de saúde

Talvez você esteja questionando por que precisa acompanhar a evolução do sistema de saúde, se estudou apenas para realizar o atendimento ao paciente. Para quem ambiciona construir uma carreira em um hospital, por exemplo, é preciso pensar além.

As transformações no sistema de saúde são constantes. É um setor que precisa se adaptar rápido aos diferentes fatores, como:

  • pesquisas voltadas para a cura e tratamento mais eficazes para doenças antes consideradas mortais;
  • longevidade da população, que exigiu uma intensificação de cuidados médicos com os idosos;
  • atendimento médico baseado no modelo preventivo, com a orientação para consultas e exames de rotina, além de aplicação de vacinas desde o nascimento;
  • diagnósticos mais precisos com exames de imagem com melhor nitidez;
  • medicamentos de última geração;
  • aperfeiçoamento de técnicas cirúrgicas.

As especialidades médicas também passaram a ser ponto-chave na evolução do sistema de saúde, contribuindo para tratamentos mais complexos e, consequentemente, mais eficazes.

Outro ponto importante é a valorização da equipe de saúde, ou seja, o atendimento de qualquer complexidade é um trabalho conjunto visando ao bem-estar do paciente. Dessa forma, ganharam espaço todas as áreas de saúde como parte do tratamento, como enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e psicologia.

Administração

Além disso, o sistema de saúde, aos poucos, está mudando a visão dos hospitais, que passam a ser considerados como empresas, objetivando uma administração de recursos mais eficiente. Aliás, esse é um dos grandes problemas para instituições públicas e privadas de saúde do país — uma ineficiência na gestão e, com isso, a dificuldade em realizar atendimentos, adquirir novos equipamentos e contratar profissionais altamente capacitados.

Ao realizar um curso de qualificação, o profissional de saúde passa a acompanhar a evolução do sistema de saúde, dessa forma fica mais fácil entender o funcionamento do próprio local onde trabalha e, por que não, propor soluções.

Habilidades de gestão

A carência de recursos é um dos maiores desafios para oferecer um serviço de saúde de qualidade no país. Entretanto, a falta de gestão pode intensificar o problema. Por isso, é necessário que profissionais de saúde busquem cursos de aprimoramento.

Um bom profissional não deve ficar restrito à parte clínica. É necessário ter conhecimento da parte administrativa, sabendo como usar materiais de forma eficiente, coordenar equipes, usar os processos tecnológicos de maneira efetiva e, assim, melhorar a qualidade e quantidade de atendimentos realizados.

Os cursos de graduação em qualquer área da saúde não preparam o profissional para a gestão. Porém, em muitas situações, esse conhecimento é essencial, pois os estabelecimentos de saúde, especialmente hospitais, precisam de uma administração correta dos recursos, o que tem impacto nas práticas clínicas, uso de insumos, medicamentos e compra de equipamentos essenciais.

Quem quer sair na frente, ser reconhecido, propor processos mais eficientes e liderar equipes precisa procurar um curso voltado para a gestão. Será um complemento para todo o conhecimento de saúde.

Acompanhamento de tendências

Com a realização de cursos, o profissional da saúde vai acompanhar a evolução do sistema de saúde e suas dificuldades, aprende boas práticas de gestão, mas também pode ficar alinhado com as tendências do setor.

Lean Healthcare

Uma delas, denominada Lean Healthcare, é voltada para melhorar a eficiência em clínicas médicas e hospitais. É uma metodologia que surgiu em 1950, quando a Toyota otimizou seus processos, reduzindo resíduos e inovando na gestão de estoque, entre outras medidas. Esse padrão passou a ser aperfeiçoado e adotado em outros setores, inclusive na saúde.

Ele propõe uma nova cultura na instituição de saúde, tanto das equipes quanto dos gestores. O principal objetivo é aplicar processos mais eficientes, utilizar a tecnologia de forma inteligente e reduzir os desperdícios. Dessa forma, o Lean Healthcare tem como metas reduzir o tempo de espera de pacientes para atendimento, evitar o uso exagerado de insumos, eliminar erros nos procedimentos e fazer um uso otimizado dos equipamentos, entre outras.

O profissional que realiza um curso voltado para o Lean Healthcare consegue fazer um amplo projeto para clínicas e hospitais, melhorando a gestão e o uso de recursos.

Atendimento humanizado

É estranho se referir ao atendimento humanizado como uma tendência, mas, de fato, hoje as instituições de saúde e profissionais estão se voltando para uma forma mais acolhedora de receber os pacientes.

Um olhar mais atento para as necessidades dos indivíduos que recebem atendimento tem reflexo em seu bem-estar e, com isso, também no comprometimento e sucesso do tratamento.

Atualização tecnológica

Não podemos deixar de destacar a evolução tecnológica na área da saúde, aperfeiçoando técnicas diagnósticas, procedimentos cirúrgicos, informações dos pacientes (prontuário eletrônico) e até a forma de atendimento, como na telemedicina.

Buscar capacitação também é importante para atualizar o profissional quanto às novas tecnologias e como o seu uso pode melhorar a dinâmica e a qualidade dos serviços em instituições de saúde.

Troca de experiência

Outra vantagem de nunca parar de estudar e, assim, se atualizar constantemente é a troca de experiência com outros profissionais da saúde e também gestores. Isso é importante a fim de conhecer cases de sucesso e também para fazer o chamado networking, uma rede de contato que pode ajudar muito quem busca uma nova oportunidade de trabalho.

Portanto, não dá para ficar parado! Se você planeja vencer na sua área de atuação em saúde, precisa estar por dentro de cursos de qualificação, especialmente aqueles que tratam de gestão. É uma forma de acompanhar a evolução do sistema de saúde, entender a fundo seu funcionamento, dominar práticas administrativas e, dessa forma, se destacar na carreira.

E você, já planejou quais cursos precisa fazer para ter reconhecimento e crescimento profissional? Para ajudar nessa escolha, receba em primeira mão outros posts como este assinando nossa newsletter!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.