Esclarecemos 7 mitos sobre liderança compartilhados na internet

Provavelmente você veio parar aqui porque ficou na dúvida se as afirmativas que lhe foram compartilhadas referentes à gestão de pessoas são realmente verdadeiras, não é mesmo? Mitos sobre liderança brotam a todo momento, principalmente, em sites e blogs duvidosos, por isso é preciso ter cautela com o que se lê por aí.

Na verdade, liderança compete-se à capacidade de uma pessoa para motivar e inspirar outras pessoas a fim de um objetivo comum. O papel de um líder é crucial na maximização e integração do potencial dos recursos disponíveis na empresa.

Para isso, ele precisa de múltiplas habilidades, o que leva muita gente a pensar que essa função não pode ser exercida por qualquer um. Com essa lógica errônea, alguns acabam criando percepções equivocadas do que é ser um líder de verdade, gerando um folclore empresarial.

Conheça, neste artigo, os 7 mitos sobre liderança mais compartilhados na web!

1. O líder não deve demonstrar fraquezas

Muitas vezes, a concepção popular sobre como um líder deve ser é representada por um indivíduo “superior”, dotado de habilidades excepcionais e que sempre tem as soluções certas para comandar sua equipe.

Esse tipo de pensamento cria uma pressão gigantesca em líderes de diversas empresas para não vacilarem e não demostrarem falhas. Isto resulta numa nova formação de gestores intolerantes e inseguros, incapazes de pedir ajuda e de criar um ambiente solidário nas atividades.

Criar vínculo com as pessoas é uma maneira mais eficaz de liderar e inspirar equipes do que o medo supostamente transmitido por uma fisionomia de “maioral”. Ou seja, demonstrar fraquezas pode melhorar as relações interpessoais que além de tornar o trabalho mais agradável, têm resultados muito melhores.

Cabe ao empreendedor detectar entre os gestores de sua empresa (e/ou em si próprio), a presença dessa hesitação em se expor vulnerável e iniciar o exemplo. Identificar o desempenho dos gestores por meio de uma avaliação ampla, ouvindo o feedback dos subordinados, é uma excelente forma de iniciar esse processo.

2. O líder deve se responsabilizar por todas as decisões

Um bom líder é aquele que dá poderes aos outros. Quanto mais as decisões diárias forem concedidas, melhor.

Sua sala não pode virar um tipo de consultório, em que o colega/colaborador entra, expõe suas dificuldades e procura auxílio. O mais apropriado é que o líder os incentive a pensar diferente e a encontrar formas de resolver os problemas rotineiros de forma simples.

É preciso preocupar-se mais com o futuro da empresa do que querer se envolver em tudo. Procure pensar no plano de carreira para os colaboradores, por exemplo.

3. Os homens são melhores líderes do que as mulheres

Devido à sua natureza, os homens focam mais em soluções e tarefas e as mulheres prezam mais pelos relacionamentos interpessoais, por esse motivo muitos acreditam que os homens são melhores líderes.

Contudo, um modelo de liderança feminino mais concentrado em relações e em criar um ambiente colaborativo nas equipes é mais louvável, a fim de conseguir uma performance melhor.

4. Liderança é um dom

“Fulano é um líder nato”. Talvez essa seja uma das frases mais ditas quando alguém se refere à liderança. Mas, acredite, isso não passa de uma lenda. Segundo especialistas ninguém nasce pronto para influenciar pessoas.

No entanto, o respeito ao próximo é um valor que é aprendido na infância, ou melhor, nos primeiros anos de vida de uma criança, porém não concerne à genética. É uma virtude ensinada pelos pais. Todos podem ser líderes, mas a maioria não quer, porque não é fácil.

5. A liderança está ligada à personalidade e ao caráter

Metade dessa expressão é um mito, pois a liderança não tem nada a ver com personalidade. Ser líder é uma atitude relacionada a uma função.  A melhor definição é que a liderança faz parte da tarefa (situação) designada, ou seja, você não é um líder, você está um líder hoje.

Cada pessoa é capaz de escolher seu comportamento/conduta, mas não sua personalidade. Com isso, deduz-se que liderança é uma adaptação das condições adquiridas caso você seja empreendedor – ou impostas – caso você seja contratado, por exemplo.

Porém, a afirmativa é verdadeira no que se refere ao caráter. Um bom gestor é aquele que incentiva sua equipe a alcançar os objetivos de forma efetiva. Uma boa índole é a chave para obter sucesso nessa missão.

6. Todo líder é extrovertido e é amigo de todos

Nem todo líder é extrovertido e supercomunicativo. Esse não é um requisito para liderar. Ou seja, uma pessoa reservada – ou até mesmo tímida – pode exercer essa função, desde que seja capacitada para assumir o cargo.

Ser carismático ajuda na coordenação de equipes se não houver excessos, pois líderes com essa característica, por vezes, acabam exagerando nos incentivos. Alguns criam metas desafiadoras, mas não acompanham e não apoiam seus subordinados para que elas sejam atingidas, por exemplo. Falar demais pode custar muito caro, afinal tudo o que é dito deve ser cumprido.

A vantagem das pessoas tímidas é que elas costumam analisar mais as situações ao seu redor, procuram entender a situação dos outros, já que não estão o tempo todo falando de si.

O líder não precisa necessariamente ser amigo de todos. A relação de liderança é voltada para algo mais fraterno, no qual ele é um meio de conexão entre as pessoas para estabelecer afinidades e cumprir metas. Se ele fizer amizade com todos, poderá correr o risco de não ser obedecido, pois muitas pessoas sempre acabam misturando o profissional com o pessoal.

7. O bom líder elogia em público e corrige em particular

Tudo em excesso faz mal e no caso dos elogios essa atitude pode resultar em bajulação e despertar ciúmes nos outros colegas.

Ao criticar/corrigir alguém em particular é preciso ponderar o que irá ser dito para não deixar a pessoa confusa ou magoada. Fazer críticas em público, na maioria das vezes, é a melhor opção, já que os integrantes que cometeram erros entenderão o recado perfeitamente. Reunir toda a equipe assim que surgir algum problema sério, aumenta efetividade dessa abordagem.

Esperamos que os mitos sobre liderança explanados neste post possam ter solucionado suas dúvidas. Agora, quando você se deparar com essas afirmações na web saberá que não devem ser consideradas.

Gostou deste artigo? Aproveite o gancho desta leitura para saber como um líder pode reduzir custos na empresa!

1 responder
  1. MArcos Paulo says:

    Excepcional essa sua explicação, realmente precisamos de foco e muito trabalho para começar a ganhar dinheiro na internet, parabéns pelo belo e oportuno artigo.

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.