Fluxograma de Processo

Aprenda sobre o fluxograma de processo e implemente a melhoria na sua empresa!

publicado em | atualizado em

Uma das ferramentas da qualidade mais utilizadas, o fluxograma de processo ajuda a comunicar qual caminho a produção deve seguir do início ao fim.

O gráfico utiliza formas geométricas e outros símbolos para descrever de maneira visual todas as etapas de um processo produtivo.

Dentro da gestão de processos, essa é uma ferramenta e tanto para agilizar a troca de informações e garantir a continuidade do planejamento no dia a dia.

Continue lendo para saber mais sobre o fluxograma de processo e aprender como ele pode te ajudar a implementar uma melhoria em sua empresa.

O que é um fluxograma de processo?

O que é um fluxograma de processo?

Fluxograma de processo é o nome que damos ao diagrama utilizado para representar um fluxo de trabalho de maneira visual.

Em geral, ele é construído por uma série de símbolos gráficos e formas geométricas conectados conforme uma lógica específica.

Assim, quem bate o olho consegue entender rapidamente em qual estágio da produção se encontra e quais são os próximos passos a serem tomados.

Ali, está descrito o fluxo de trabalho com todos os seus processos, documentos, esperas e momentos de decisão.

A partir desse registro, é possível otimizar o fluxo de trabalho, eliminando tarefas redundantes e outros desperdícios verificados.

Além de ser uma potente ferramenta de gestão de processos, o fluxograma atua também para melhorar a comunicação dentro da organização.

De maneira ideal, seus registros servem de referência para o trabalho e por isso devem ser divulgados internamente para todos da organização envolvidos com aquele processo.

Como fazer um fluxograma de processo?

Até aqui você já entendeu bem o que é a ferramenta e deve estar se perguntando como pode utilizá-la para melhorar os resultados em sua empresa.

Para desenvolver o seu próprio fluxograma é preciso entender algumas características próprias desse gráfico onde cada símbolo e forma tem um significado para o fluxo de trabalho.

Estrutura

A estrutura do fluxograma é baseada principalmente no uso de formas geométricas e setas que indicam a direção do fluxo – confira:

Fluxograma

A partir desses símbolos, os processos são desenhados de maneira linear da esquerda para a direita indicando o início e o fim do trabalho.

Em alguns casos – fluxograma setorial ou de linhas de montagem, por exemplo – pode ser necessário construir um fluxo expandido na vertical.

É possível também desenvolver subprocessos a partir de bifurcações para indicar as diferentes possibilidades e gatilhos para cada caminho.

Etapas da elaboração

Antes de qualquer coisa, você precisa avaliar se o fluxograma realmente é a ferramenta ideal para o que você precisa.

Depois de ler esse artigo você certamente vai conseguir responder essa pergunta com facilidade.

A próxima etapa, então, é a observação dos processos conforme eles existem – para isso, você pode recorrer a questionários e entrevistas com a equipe.

Depois de colhidas as informações preliminares, você pode desenhar a primeira versão do seu fluxograma.

Nesse momento será preciso escolher um método entre desenho livre, Excel e outras ferramentas específicas como o LucidCharts.

Uma vez registrado o fluxo de trabalho, vale a pena voltar sua análise a fim de identificar oportunidades de melhoria.

Quais os usos de um fluxograma de processo?

O fluxograma tem diversos usos na documentação e orientação da produção.

A ferramenta costuma ser utilizada para mapear os processos dentro de uma empresa ou até mesmo propor um novo caminho otimizado para garantir a produtividade.

O fluxograma linear é o tipo mais simples e indica todas as etapas de uma tarefa desenvolvida por um profissional ou equipe.

Já o fluxograma de processo funcional engloba em um só gráfico as interações entre diferentes departamentos que são necessárias para alcançar o resultado final.

Esses são apenas dois exemplos de usos, mas a lista é grande e tem soluções para atender as mais diversas demandas.

Vantagens do uso do Fluxograma de processo no lean six sigma

Como você deve ter notado, o fluxograma é uma ferramenta que traz diversas vantagens para sua produção.

Ao auxiliar a otimização dos processos, ele tem muito a contribuir em estratégias que adotam o Lean Six Sigma.

Essa abordagem para os negócios tem foco na qualidade total e satisfação do cliente ao mesmo tempo que cuida para eliminar desperdícios.

Assim, você pode lançar mão de um fluxograma para instrumentalizar suas melhorias Lean, entendendo quais processos são fundamentais e quais são dispensáveis.

No final, a empresa tem uma redução de custos e ganhos com organização, enquanto a clientela fica ainda mais satisfeita com a qualidade entregue.

Conclusão

Não é de hoje que o fluxograma de processos tem sido utilizado para documentar e comunicar a ordem das atividades dentro de uma produção.

Para os gestores, ele representa um grande aliado para organizar as atividades do dia a dia da forma mais produtiva possível.

Aliado ao Lean Six Sigma, a ferramenta ganha ainda mais importância na hora de otimizar os processos e garantir uma melhoria da qualidade.

Para conhecer mais sobre essa e outras ferramentas de gestão de processos, é só continuar acompanhando nosso blog.

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]