Formação profissional: 5 cursos para crescer na carreira

Uma carreira de sucesso não acontece por acaso. É preciso dedicação, esforço e um bom planejamento. A formação profissional é fator determinante para o sucesso e deve integrar o seu planejamento de carreira.

A escolha de cursos para aperfeiçoamento dependerá de seus objetivos e do prazo previsto para alcança-los. Cursos de longa duração atendem ao planejamento de médio e longo prazos e os cursos mais curtos trazem resultados mais próximos.

Entretanto, alguns cursos são essenciais a todas as carreiras. Os altos níveis de exigência por parte do mercado de trabalho permeiam os processos seletivos para recolocação ou promoção de colaboradores.

Além de aumentar as chances de crescer, eles também melhoram sua rotina diária em aspectos como planejamento, otimização de recursos, análises diversas e aumento da eficiência.

Confira neste post as 5 opções que listamos e decida qual destes cursos será seu próximo objetivo.

1. Planejamento e gestão de carreiras

Se você está sentindo sua carreira estagnada, os objetivos parecem se colocar mais distantes que o desejado e as perspectivas não se tornam realidade, é hora de rever — ou elaborar — seu planejamento da carreira.

Vale aplicar os conceitos do PDCA, importante ferramenta de planejamento, execução e acompanhamento de metas pessoais e organizacionais.

Listar os principais quesitos em seu planejamento é uma atitude que começará a trazer resultados. Pratique o autoconhecimento, relacionando suas maiores habilidades e os principais pontos de melhoria.

Conhecendo suas forças e os pontos que carecem de aperfeiçoamento, ficará mais fácil estabelecer objetivos reais, factíveis e até mesmo desafiadores. Seu planejamento deve contemplar prazos para potencializar as habilidades e desenvolver outros aspectos necessários ao cumprimento dos objetivos.

A formação profissional não pode ficar de fora, com cursos que agreguem valor à carreira, apresentem temas atuais e que sejam buscados pelas empresas onde estão as melhores oportunidades.

E, se o PDCA não lhe parecer adequado ao planejamento, outra ferramenta, PDSA, também traz uma metodologia aplicável ao aperfeiçoamento pessoal e profissional. A diferença entre eles pode ser o que falta para seu planejamento e carreira decolarem.

2. Formação profissional Lean Seis Sigma

Dentre os cursos indispensáveis a qualquer profissional que almeja evolução e realização profissional, os cursos de Green Belt e Black Belt em Lean Seis Sigma apresenta o conteúdo mais completo e os resultados mais abrangentes para a carreira.

Os resultados são benéficos para o profissional, mas a aplicação dos princípios em suas atividades de trabalho fará muita diferença na organização.

Em nível profissional, a capacidade de gestão de projetos com maior fluidez e eficácia o colocará em um patamar superior às práticas de mercado. O poder da análise de dados e cenários expandirá a visão estratégica global, permitindo identificar oportunidades onde outros perceberão somente problemas.

O curso Lean Seis Sigma consiste em uma estratégia de negócios associada ao conceito “Lean Thinking” que visa gerar eficiência em processos, sua avaliação e evolução.

As estratégias apresentadas aumentam a capacidade de identificação de novos caminhos para redução de custos, aumento da eficiência, qualidade e produtividade. Aplicadas à organização, estas estratégias potencializam os ganhos de tempo, permitem otimização de processos e reduzem gastos em projetos, elevando os níveis de produtividade.

Outra vantagem do Seis Sigma é que, após concluir o curso em primeiro nível, novos horizontes se abrirão para sua carreira. Os próximos níveis contemplam ainda mais habilidades e diferenciais, mas também a possibilidade de replicar o conhecimento, ministrando o curso e abrindo novas portas profissionais.

E a certificação do curso é bem vista pelo mercado, servindo como referência de profissional orientado à produtividade, qualidade e eficiência.

Independentemente de seus objetivos e prazos para alcançá-los, a formação profissional é o caminho mais viável e eficaz para impulsionar sua carreira.

3. Oratória e apresentação em público

Outro curso imprescindível para qualquer profissional, aprender oratória e como se comportar em apresentações, seja em reuniões ou ao falar em público, é um diferencial procurado em profissionais que almejam liderança ou cargos de gestão.

Apresentar dados ou relatórios sem uma comunicação fluente e precisa pode prejudicar sua evolução na empresa e no mercado de trabalho.

Sua performance em reuniões pode significar a possibilidade de ser bem visto e, consequentemente, lembrado em futuras oportunidades. Em paralelo, uma comunicação clara e objetiva mostra respeito ao seu interlocutor, eleva seu status profissional e melhora consideravelmente sua imagem.

Aperfeiçoar a comunicação ajudará a construir relacionamentos saudáveis, o que será bom para network e interação, características fundamentais em líderes. São muitos e importantes os motivos para aprender oratória.

4. Negociação

Negociamos todo o tempo. Procuramos maneiras de vender nossa imagem, nossas ideias e projetos. Por outro lado, compramos imagens, produtos e buscamos em tudo a melhor relação custo-benefício.

Melhorar habilidades de negociação é uma atitude que vai além de comprar e vender, e essa prática trará maior efetividade na interação com pares e superiores. Um profissional com capacidade de persuasão tem mais chances de êxito em seus projetos.

Uma grande vantagem de um curso de negociação é que as habilidades trabalhadas ajudarão a melhorar seu perfil profissional, ampliando sua visão de futuro e a capacidade de planejamento.

Outra prática de negociação é o marketing digital, atividade na qual as empresas vêm investindo recursos e esforços. Vender a imagem, ouvir os consumidores e procurar superar suas expectativas são ações negociais corriqueiras, mas importantes.

Por isso, vale a pena aprender sobre marketing digital, redes sociais e marketing de conteúdo. Estas são ferramentas utilizadas pelas empresas para cumprir seus objetivos de marketing, vendas e satisfação de clientes.

5. Liderança pela inteligência emocional

A inteligência emocional é um dos principais requisitos para gestores, líderes e profissionais de médio e alto escalão. Como consequência, as habilidades de relacionamento alcançam níveis acima da média.

O desenvolvimento da inteligência emocional contempla habilidades como resiliência, autoconhecimento, autocontrole e comunicação assertiva.

Líderes sem estas habilidades podem corromper as equipes e o clima organizacional, ocasionando prejuízos imensuráveis e até mesmo irrecuperáveis.

Por outro lado, ao desenvolver inteligência emocional, o líder adquire capacidades motivacionais, de comunicação e construção de relacionamentos saudáveis e produtivos.

E, se um dos objetivos é chegar a um cargo de liderança, é preciso mostrar estas habilidades antes mesmo de participar do processo seletivo. Profissionais que desenvolvem espírito de liderança obtêm destaque junto aos colegas e superiores.

Relacionamentos saudáveis e produtivos, capacidade de trabalho, geração de economia e produtividade, aliadas à visão de futuro, complementadas pela inteligência emocional e demonstradas por uma comunicação clara e objetiva não passarão despercebidas.

Agora que você conheceu as oportunidades que acompanham a formação profissional, assine nossa newsletter e receba mais conteúdo de qualidade!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *