Gerenciamento por resultados ou pela qualidade?

O Gerenciamento pela qualidade e resultado tem sua ênfase em uma cadeia de comando e hierarquia de objetivos, padrões, controles e responsabilidades.

eBook: Como fazer análise de dados

A análise de dados tem sido uma habilidade cada vez mais requisitada no mercado de trabalho. A quantidade de dados disponíveis é enorme, mas poucas pessoas conseguem transformá-los em insights para decisões de negócios.





Capa eBook: Como fazer análise de dados

Os organogramas de organizações tradicionais retratam, portanto, uma cadeia de responsabilidades, em que os objetivos são traduzidos em padrões de trabalhos ou quotas de vendas.

O desempenho de todos os funcionários é dirigido e julgado de acordo com essas metas numéricas, que são o coração e a força propulsora das práticas gerenciais tradicionais.

O principal problema do Gerenciamento por Resultados reside no fato deste, dar pouca atenção a processos e sistema – a capacidade real da organização como um todo.

Portanto, esses padrões e quotas nada mais são que metas numéricas arbitrárias.

Trabalhadores, supervisores e gerentes acabam apanhados por competições; a necessidade de parecer bom obscurece a preocupação pelo sucesso a longo prazo da organização e, muitas vezes, eles perdem de vista a finalidade principal do trabalho que fazem.

A utilização de metas numéricas para julgar e dirigir o desempenho da organização, causa uma série de problemas: pensamento de curto prazo, foco mal dirigido, conflitos internos, falseamento de números, mais medo e cegueiras quanto a preocupação do cliente. Então, qual é a saída? É a Liderança em Qualidade.

Os resultados são obtidos trabalhando-se os métodos. A Liderança em Qualidade concentra-se em criar um ambiente de trabalho que incentiva todos a contribuir para a empresa, através da utilização de uma abordagem científica para resolver problemas e efetuar melhorias.

Times da Qualidade

O texto do início foi baseado na obra “Times da Qualidade”, de Peter Sholtes. Muitas empresas partem da premissa que é possível melhorar apenas alterando as metas numéricas.

Nestes casos, a função da gerência é vista como sendo a determinação dos resultados dos funcionários fornecendo-lhes metas numéricas, como se o desempenho futuro do sistema pudesse ser determinado sem que mudanças sejam feitas na organização.

Nossa função, quando chegamos num cliente com este quadro, é mostrar-lhe o equívoco deste raciocínio e a importância de implantar um método que suporte os resultados desejados pela alta gerência.

O primeiro passo para a melhoria da organização é a mudança do papel da gerência. Esta deve se conscientizar que é a responsável por criar um ambiente que incentive o trabalho em equipe e a colaboração, com foco no método.

Só assim, será possível melhorar a produtividade, diminuir os preços, aumentar o mercado, permanecer no negócio, abrir empregos e só então, obter retorno sobre o investimento.

Esta sequência é chamada de Cadeia de Deming. Nossa função nas empresas é capacitá-las para na utilização do método, fornecer coaching ao longo do projeto e feedback no pontos de avaliação, para garantir o sucesso do projeto.



0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.