Tem Empresas que Não Gostam de Ganhar Dinheiro

Quanto tempo levamos

Tem Empresas que Não Gostam de Ganhar Dinheiro

Já notaram quanto tempo levamos para conseguirmos comprar um produto? E quando tentamos um contato telefônico com alguma empresa, para tirar dúvidas, simplesmente tomamos um enorme chá “orelha”. E nas lojas, quantas vezes temos dificuldades para que nos atendam? E para conseguirmos achar um produto que nos sirva? Será que todas as empresas, realmente, estão preocupadas em ganhar mais dinheiro? Acreditamos que não.

Muitas empresas deixam de realizar negócios porque não conseguem atender a um telefonema de maneira adequada. Muitas vezes, quando o cliente tem uma necessidade, ele liga para o fornecedor, o telefone toca e não há uma pessoa do outro lado da linha para atendê-lo. Isto é péssimo para a empresa, pois para o cliente vencer a inércia, pegar o telefone e ligar, ele está fortemente interessado em realizar a compra.

É possível melhorarmos radicalmente os resultados modificando apenas pequenos detalhes

Se organizações não conseguem atender um telefonema de seu cliente, como elas irão conseguir estruturar processos que as permitam vender mais e com maior valor agregado? Como elas conseguirão melhorar seus produtos e serviços se elas nem ao menos dão valor para o que seu cliente em potencial deseja? Em muitos negócios, é possível melhorarmos radicalmente os resultados modificando apenas pequenos detalhes. Uma nova embalagem, por exemplo, pode ser a diferença entre o fracasso e o sucesso de um novo produto. Muitos detalhes percebidos num bom atendimento ao cliente podem dar subsídios para entender o que é necessário mudar naquele produto para conquistarmos o cliente. Se não os atendemos bem, jogamos esta oportunidade de ouro pela janela.

Diversas empresas gastam tempo e dinheiro desenvolvendo produtos, serviços e processos que os clientes não necessitam. Como já dizia Deming, a objetivo de vida das empresas não é o lucro, pois se fosse, elas gastariam mais tempo ouvindo o que seus clientes realmente desejam. Muitos líderes empresariais adoram falar que ouvem o cliente atentamente. Eles divulgam aos quatro cantos seus programas de feedback e suas pesquisas de satisfação. Nossa opinião é que isto é importante, porém não é nem um quarto do que entendemos como “ouvir o cliente”.

Capacitação

Para nós, o primeiro passo para criar um processo eficiente de se ouvir o cliente é a capacitação. Sim, precisamos capacitar nossos colaboradores. Não adianta nada investirmos milhões em pesquisas de satisfação e em palestras motivacionais se a nossa equipe não souber como entender o que cliente realmente deseja. Além de saber, a equipe precisa estar comprometida a entregar o que o cliente quer. A cultura de atender melhor os clientes precisa ser algo enraizado em todos os funcionários, do presidente até o estagiário. Todos precisam saber como melhorar a sua empresa e seus processos aos olhos do cliente.

Confira na seção Publicação em nosso site, todas as ferramentas que a EDTI disponibiliza para ouvir o cliente. 

[facebook]

[retweet]

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.