gestor de sucesso

8 dicas que todo gestor de sucesso tem embaixo do braço!

O que diferencia um gestor de sucesso de alguém que apenas conseguiu um cargo de liderança? O que faz as pessoas admirarem, se inspirarem e “oferecerem sua vida” para alguns líderes e simplesmente desprezar outros?

Muitos profissionais estão em busca do segredo para se tornarem bem-sucedidos. O que eles não sabem é que o sucesso está ligado a uma série de comportamentos e atitudes extremamente simples. No post de hoje reunimos algumas delas para você colocar em prática ainda esse ano. Confira!

Invista em qualificação

Conhecimento nunca é demais para nenhum profissional, mas para quem assume a posição de liderança ele se torna imprescindível.

É óbvio que todo líder precisa estar aberto a aprender. Um cargo de gestão não quer dizer que você é melhor que todos que estão a sua volta, mas você será o exemplo dos seus colaboradores, a figura à qual eles recorrerão quando precisarem de ajuda ou em situações de crise.

Por isso, capacite-se. Para as mudanças do mercado, para sua equipe e para si mesmo.

Graduações e especializações são importantes, mas conhecimento também vem do que acontece no dia a dia. Acompanhe jornais e revistas com vertentes políticas e linhas editorias diferentes. Também as redes sociais também para acompanhar novidades e leia muito.

Materiais, eventos e palestras sobre história, política, tecnologia, empreendedorismo, economia, psicologia, marketing, sustentabilidade e gestão são apenas alguns que podem melhorar o seu modelo de liderança e te tornar um gestor de sucesso.

Um gestor de sucesso acredita no que faz

Todo gestor deve ter a autoconfiança necessária para tomar decisões, motivar a sua equipe e melhorar sempre o seu desempenho. Pessoas que não acreditam no que fazem não inspiram ninguém. Basta pensar na nossa história. Quantos líderes moveram multidões apenas com o poder da sua palavra?

Mas essa confiança no seu trabalho não deve se transformar em arrogância. Muitos gestores se focam tanto em si mesmos e nas suas crenças que acabam esquecendo a realidade do mercado e do local em que trabalham. Além disso, não sabem quando desistir, investem em ideias ruins, fecham os olhos para as reclamações e resultados negativos e acabam trazendo caos para o negócio.

Se mostre disponível

A política de portas fechadas já não funciona mais nas empresas. Os profissionais não ingressam em um emprego somente em busca de um salário. E sim, se sentirem reconhecidos, valorosos para o funcionamento da organização e fazerem parte da tomada de decisões.

Estar presente, aberto para ouvir sugestões, conhecer a história dos seus colaboradores e inclui-los em diversos processos da empresa mostra que você confia e respeita as pessoas com quem trabalha, e é uma excelente estratégia para reter talentos.

Inspirar e cativar pessoas por meio do exemplo e da boa vontade, e não de uma postura autoritária, é a melhor maneira de mantê-las motivadas com o trabalho que fazem. Com isso você fomenta a ambição delas de alçar voos maiores e dar segurança para que elas consigam se desenvolver.

Delegue tarefas, mas assuma responsabilidades

Existem chefes que assumem todas as tarefas da empresa, demonstram pouca confiança na capacidade da equipe em tomar decisões acertadas e monopolizam todas as ideias. E há ainda aqueles que são incapazes de assumir responsabilidades, principalmente quando uma ideia falha ou um projeto fracassa. E culpam quem estiver ao seu redor pela sua própria inércia.

O que diferencia um gestor de sucesso de apenas um gestor é a forma com que ele reage diante das vitórias e dos fracassos. Saber delegar tarefas e incentivar a autonomia, mas também saber assumir a responsabilidade, principalmente diante do que não vai bem, é a postura ideal de um líder.

Fique ao lado dos seus colaboradores

Além de estar presente no dia a dia da empresa, o líder precisa ser um parceiro da sua equipe. Não estamos falando em se tornar um amigo íntimo, incapaz de dar ordens ou exigir que prazos sejam cumpridos. E sim de uma pessoa que se preocupa, que demonstra lealdade e confiança, e que serve como um elo justo entre os interesses dos seus superiores e dos seus colaboradores.

Um gestor com essa postura é capaz de mediar conflitos, sempre pode contar com ajuda quando precisa cobrir faltas ou pedir que alguém faça hora extra, ganha a lealdade das pessoas com quem trabalha e dificilmente enfrenta problemas com mentiras ou demissões.

Embase suas decisões em dados e evidências para ser um gestor de sucesso

Qualquer decisão errada pode custar a imagem e a continuação de uma empresa no mercado. Por isso, todo gestor deve documentar todos os seus dados e evidências e basear as suas decisões em estudos detalhados sobre essas informações.

Isso não significa ficar sempre preso a uma série de planilhas e documentos. Muitas vezes o “feeling” é o elemento de início para imaginar o que pode dar certo e o que será inovador. E inovação é a palavra-chave da maioria dos negócios hoje em dia. Quem não se atualiza perde chances de conquistar o consumidor e não se diferencia da concorrência.

Mas o que um gestor de sucesso faz é calcular os seus riscos. Ele não age por impulso. Ele analisa tudo detalhadamente, se atualiza sempre sobre os indicadores da sua empresa e do mercado em si, pensa nos resultados também a longo prazo e investe em tecnologia inteligente, que armazena e otimiza todos os dados e informações necessárias para que ele dê o próximo passo de modo assertivo.

Preze por uma cultura de resultados e crescimento

Toda empresa bem-sucedida investe em uma cultura de resultados. E você como gestor deve fazer o mesmo. Mas é importante sempre se adaptar à sua realidade. Afinal, nem tudo o que funciona em uma empresa como o Google, Facebook ou Ambev terá o mesmo sentido para a sua empresa. Você possui metas únicas para atingir.

Uma cultura de resultados ajuda a atrair novos talentos, que sabem que estarão ingressando na “melhor das melhores”, e colaboradores ambiciosos, que não desejam ser apenas mais um na multidão. E sim uma referência no mercado.

Mas essa cultura de resultados deve vir acompanhada de uma cultura de crescimento. Não adianta exigir tudo da sua equipe sem oferecer nada em troca, nenhum reconhecimento ou oportunidades de desenvolvimento para a carreira. Essa atitude só gera competições internas, resultados com baixa qualidade, egoísmo e um clima ruim.

Seja sempre a melhor versão de si mesmo

Muitos profissionais ao assumirem um alto nível hierárquico acabam se acomodando e evoluindo pouco. É como se em uma corrida a linha de chegada fosse um cargo de gestão e depois dela não houvesse mais nada.

Caso não queira ser apenas um chefe, mas um autêntico líder, capaz de inspirar pessoas, deve dar sempre o melhor.

Otimismo, produtividade, capacitação, empatia, resiliência e motivação para crescer são alguns dos ingredientes que compõem a receita do sucesso. Em qualquer área da sua vida, seja sempre o seu maior competidor. Com o tempo você se tornará a melhor versão de si mesmo

E você, já coloca alguma dessas ações em prática? Gostou das dicas? Então não deixe de compartilhá-las com os amigos nas redes sociais!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.