DMAIC e DMADV: entenda aqui qual a diferença entre eles

Se você almeja crescer profissionalmente, agregar conhecimento ao seu currículo é, sem dúvida, mais do que importante.

Cada vez mais, é fundamental se especializar e conhecer as tendências da área de análise de dados. E, nesse sentido, compreender melhor DMAIC e DMADV pode ser a chave para o seu sucesso.

Então, para entender melhor esses dois roteiros do programa Seis Sigma, continue com a leitura! Aqui você verá o que os une, o que há de diferente entre eles e quais são as formas de utilizá-los. Confira:

DMAIC e DMADV: o que são?

A marca popularmente conhecida como 6-Sigma, Seis Sigma ou Six Sigma foi criada em 1986 por Bill Smith, da Motorola. Em termos resumidos, ela consiste em um programa criado para melhorar a qualidade de produção e, por consequência, a rentabilidade de uma empresa, independentemente de seu segmento — indústria ou serviços.

Sua principal atribuição é o controle de defeitos nos processos de um empreendimento. Para se ter uma maior noção da sua abrangência, ela visa reduzir os erros para 3,4 em um 1 milhão de oportunidades. É essa relação numérica, inclusive, que se tornou bastante conhecida como “nível 6-Sigma”.

Bom, olhando assim, parecem números ambiciosos, não é mesmo? O ponto é que eles são perfeitamente alcançáveis, basta que a aplicação da metodologia seja feita com sucesso, buscando pela excelência.

Veja, logo abaixo, algumas das grandes corporações que se beneficiaram da adoção desse padrão:

  • General Electric (GE);
  • Microsoft;
  • Ford;
  • Carterpillar;
  • Raytheon;
  • Siemens.

Para funcionar adequadamente e entregar os resultados esperados aos seus usuários, utilizava-se de um método denominado DMAIC, que melhorava os processos já existentes.

Mas, com o tempo, houve a necessidade de criar um outro, que fosse complementar ao anterior. Assim surgiu o DMADV, cuja principal função é criar um novo design de produto ou processo para que se tenha um bom desempenho.

Podemos classificar o DMADV e o DMAIC, portanto, como roteiros de funcionamento inerentes à utilização do 6-Sigma, tendo em vista que ele depende dessas duas abordagens para executar suas funcionalidades com plenitude.

Como funciona o DMAIC?

Este método foi concebido a fim de repetir os mesmos procedimentos, de forma cíclica. Cada um de seus passos corresponde a uma das letras que o denominam. Confira, de modo resumido, o que elas significam.

Definir

É a definição básica do que é um processo ou produto. Deve considerar sua finalidade, como ele está inserido na estratégia da instituição e o que ele representa na demanda do cliente. É o início da implementação do Seis Sigma.

Medir

É o momento de fazer a mensuração e o mapeamento de um processo a fim de conseguir dados relevantes. A ideia aqui é obter as medições que serão bases para o restante do método.

Analisar

Utiliza-se das atividades anteriores para buscar a relação entre os acontecimentos. Assim, seu intuito é identificar o que causou os fatores e como eles se relacionam.

Melhorar

A busca pela melhoria é contínua, mas essa parte da metodologia tem como objetivo fazer experimentos e otimizar os aspectos de acordo com as informações obtidas durante a análise.

Controlar

Trata-se da ação “final” do ciclo. Testes são necessários e, depois deles, é fundamental estabelecer um controle sobre as variações, para garantir que elas se transformem em melhoras, e não em novos defeitos.

O que significa DMADV?

Assim como o DMAIC, esta sigla também resume suas etapas essenciais de abordagem. Para compreendê-las de maneira breve, veja os tópicos expostos abaixo:

Definir

É a definição formal dos objetivos pretendidos com as novas implementações a serem realizadas. Também é preciso contextualizá-las na estratégia da empresa e naquilo que os clientes almejam.

Medir

Consiste na mensuração do risco e na medição das capacidades do produto ou do serviço que está sendo remodelado. Sendo assim, é feita uma comparação entre a estimativa e o estágio inicial do processo.

Analisar

Nesse passo são feitas as experimentações relativas ao novo design. Diversas alternativas são criadas, e ocorre uma profunda análise comparativa de dados entre cada uma das possibilidades apresentadas.

Desenhar

É aqui que o desenho é, de fato, ensaiado. Por isso, são feitas simulações e, a partir da prática, chega-se à melhor solução — que deve ser bastante otimizada e planejada.

Verificar

Aqui, todos as novas implementações são verificadas em testes práticos ou simulações, para aprimorar o resultado e facilitar a gestão de qualidade.

DMAIC e DMADV: quais são as semelhanças e diferenças?

Para ter uma melhor noção das diferenciações existentes entre eles, vale a pena vermos uma comparação rápida de acordo com alguns critérios:

Situações de uso

O DMAIC é melhor aplicado em situações nas quais o produto ou processo está presente, mas não está entregando a performance desejada. O DMADV, por sua vez, é recomendável em contextos em que os elementos não estão presentes e já foram otimizados, mas ainda carecem de uma melhoria no desempenho.

Relação prática com as estratégias

Ao passo que o DMAIC é indicado para aperfeiçoar um serviço, produto ou processo que a corporação pretende continuar vendendo, o DMADV funciona melhor para o lançamento de novos projetos ou incrementações.

Dessa forma, é preciso se alinhar ao planejamento do negócio e utilizar os dados conscientemente, para que eles possam auxiliar, de fato, na obtenção de resultados mais satisfatórios.

Imagine a seguinte situação: a base de clientes já é grande e a empresa — uma marca de alimentos, por exemplo — está precisando atender a demanda dos consumidores por novas soluções.

Nesse caso, é válido recorrer ao DMADV, porque ele tem a proposta de otimizar esse processo. Ele se associa, conceitualmente, à visão de futuro.

Qualificações

Como semelhança, ambos almejam a excelência e, portanto, a minimização dos erros. Também requerem conhecimentos em Seis Sigma, já que, sem eles, não é possível utilizar as metodologias da maneira mais indicada.

Por isso, procurar por boas certificações no programa é totalmente vantajoso. Com elas, criar boas estratégias de negócio será uma consequência, tendo em vista que elas preparam para a total otimização da atividade gestora e analítica.

Enfim, como vimos, com a utilização qualificada de DMAIC e DMADV você verá seu rendimento como profissional melhorar consideravelmente, gerando um crescimento nos números da sua empresa.

E agora, se você gostou deste texto e quer ficar por dentro de outras novidades da área, aproveite para curtir a nossa página no Facebook!

No votes yet.
Please wait...
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da conversa?
Deixe sua opinião! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *