Business inteligence: quais vantagens gera pra a sua empresa?

Empresas de todas as partes do mundo vêm obtendo bons resultados com as vantagens do Business Intelligence (BI) ao utilizá-lo aliado estratégico e analítico. Por meio de coleta, monitoramento, organização e análise de dados de fontes internas e externas, a ferramenta atua como diferencial competitivo para ultrapassar a concorrência.

E além da plataforma somar à atuação das organizações no mercado, o BI auxilia em diagnósticos que permitem a melhoria de aspectos internos, como gestão de custos, estruturação e operações. Conheça, neste post, algumas vantagens que a adoção do BI traz aos negócios e como essa estratégia é estruturada!

O que é o Business Intelligence?

O Business Intelligence é uma estratégia que busca colocar a análise de dados no centro dos processos de uma empresa. Com o apoio de softwares robustos, o negócio pode realizar uma coleta ativa de informações, organizar registros e analisar uma série de fatores para identificar qual a melhor forma de atingir um determinado objetivo.

O BI apareceu como uma resposta ao mercado globalizado e conectado em que vivemos. O avanço da tecnologia exigiu que empresas fossem mais ágeis e precisas ao tomarem as suas decisões. Nesse contexto, a intuição e a experiência deixaram de ser a melhor forma de avaliar cenários e decidir a forma como a companhia se prepararia para enfrentar os desafios do seu dia a dia.

Assim, o BI apareceu como uma forma mais inteligente e consistente de auxiliar o gestor a tomar decisões. A capacidade dedutiva foi reduzida como o principal fator de apoio nas decisões, e a TI (junto com outras estratégias) passaram a auxiliar líderes a terem uma visão mais sistemática e escalável de todos os fatores que influenciam o sucesso do empreendimento.

Em outras palavras, o BI permite que negócios entreguem a informação correta, para o profissional certa, no momento ideal em busca de um melhor resultado. Utilizando soluções de TI, técnicas de análise estatística e gestão de informações, a companhia consegue abandonar a intuição dos seus processos de análise de mercado e, assim, sempre buscar o melhor caminho para as suas operações comerciais.

Como o BI funciona?

O BI conta com uma série de pilares que orientam o trabalho de profissionais e, assim, permitem que decisões mais inteligentes sejam tomadas. Confira cada um abaixo!

Coleta de dados

A coleta de dados deve ser abrangente. A companhia precisa ter um banco completo sobre informações de mercado, indicadores internos, investimento e objetivos de médio e longo prazo para tornar a sua análise mais eficaz.

Organização de informações

Para agilizar os processos de análise com o apoio do BI, o negócio precisa estruturar os dados de modo organizado. Assim, fica mais fácil visualizar os registros e garantir que o gestor encontre a resposta para as suas demandas.

Visualização e análise dos registros

Com o apoio de soluções de TI, os dados são visualizados de modo inteligente. Registros são categorizados por tendências diversas e, assim, auxiliando que o gestor consiga avaliar os diferentes caminhos que a companhia pode tomar.

Diagnóstico dos problemas e possíveis soluções

A partir da visualização e análise dos dados, o gestor encontrará pontos que demandam melhorias e tomará uma decisão capaz de auxiliar o negócio a ser mais competitivo. Isso será feito com o levantamento das possíveis soluções para a demanda existente e a escolha da que tenha o melhor custo-benefício.

Monitoramento dos resultados

Uma vez que as mudanças sejam executadas, a empresa deverá monitorar os resultados obtidos. Assim, caso algo de errado ocorra, é possível fazer melhorias rapidamente e garantir que o BI seja aproveitado por completo.

Quais as vantagens de investir no Business Intelligence?

A adoção do BI traz vários benefícios para a empresa. Confira as principais vantagens de investir no Business Intelligence abaixo!

Agilidade e exatidão no apoio à tomada de decisões

Um dos principais objetivos do BI é fornecer gráficos e relatórios inteligentes e úteis, que servem de apoio a profissionais decisores. Isso dá mais agilidade ao processo de tomada de decisão e auxilia o gestor na obtenção de insights mais inovadores.

Para que isso seja possível, as soluções de Business Intelligence são estruturadas com a capacidade de fazer o tratamento de dados em larga escala e rapidamente. Isso dá ao gestor o apoio necessário para escolher o melhor caminho para o negócio no momento em que a companhia mais precisa do seu conhecimento.

Como a plataforma apenas lida com informações relevantes — de várias fontes —, os diagnósticos fornecidos são, de fato, utilizáveis. A exatidão das respostas é outro fator muito importante para apoiar boas decisões e evitar que os decisores da empresa tenham que agir sem total direcionamento — e correndo riscos. Ou seja, a empresa terá uma escolha sólida e capaz de auxiliar os times a chegarem nos seus objetivos sem que os profissionais fiquem expostos a riscos desnecessários.

Se você quiser saber mais sobre análise de dados, veja o eBook gratuito “Como Fazer Análise de Dados”.

Redução de custos

Todo negócio busca meios para cortar desperdícios. A otimização dos gastos operacionais auxilia o empreendimento a ser mais eficiente, cria lucratividade e permite que novos investimentos sejam realizados. Para encontrar modos de cortar gastos, o BI pode ser a escolha certa.

Com a coleta e a análise profunda de dados extraídos da empresa, despesas desnecessárias podem ser facilmente identificadas. Isso vale principalmente para aquelas que são difíceis de serem percebidas sem a mineração aprofundada de informações, ou seja, fontes de desperdício que normalmente passam em branco na análise diária de rotinas corporativas.

Essa redução também pode ocorrer por meio da avaliação dos processos empresariais, pois retrabalhos e procedimentos dúbios ou dispensáveis podem ser apontados no tratamento dos dados internos da organização. Em outras palavras, o BI auxilia a criação de um fluxo de trabalho que seja mais bem estruturado, com mais fluidez e competitividade a médio e longo prazo. O negócio poderá mitigar etapas nas suas rotinas operacionais, dar agilidade aos times e, ao mesmo tempo, reduzir o investimento necessário para manter a companhia ativa.

Aumento de potencial competitivo

Alta competitividade é algo crucial para qualquer empresa. Isso é obtido com a união de vários fatores, como a redução de custos, a melhoria dos investimentos e a otimização do posicionamento do negócio no mercado. Uma das vantagens do Business Intelligence, inclusive, é permitir que a empresa tenha um posicionamento de destaque frente a concorrentes.

Em relação a informações externas, a plataforma de Business Intelligence dedica-se a gerar gráficos e relatórios sobre concorrentes, mercado de atuação e cenário econômico. Com esses dados, o gestor pode revelar tendências de consumo e espaços que a empresa pode preencher na competição, por exemplo — oportunidades de ganho de fatia de mercado.

Então, a empresa pode adiantar-se à concorrência e à demanda dos seus clientes. Com um planejamento eficiente, os vendedores conseguirão aproveitar oportunidades e até prevenir-se contra fatores negativos externos com potencial de impactar no negócio. Em outras palavras, o BI auxilia a companhia a se manter a frente de seus concorrentes, prevendo tendências e evitando riscos de mercado.

Otimização de retorno sobre investimentos

Os investimentos são críticos para manter uma companhia atualizada e eficiente. Mas para atingirem bons objetivos, a empresa deve realizar um processo de análise abrangente, que seja capaz de evitar escolhas de baixo retorno e garantir que a companhia sempre tome o caminho com maior custo-benefício.

O BI pode ser a solução que permite ao gestor identificar a melhor escolha para as demandas do negócio. Por meio do grande volume de informação filtrado, em qualquer área é possível planejar melhor a aplicação dos investimentos. Seja na injeção de capital ou na aquisição de soluções, o empreendimento sempre terá mais formas de evitar prejuízos.

Além disso, durante a execução da estratégia de investimento, a empresa consegue encaminhar as ações de acordo com os relatórios exatos e abrangentes do BI, e após o período determinado para mensuração de resultados, calcular o retorno sobre investimento torna-se mais fácil e eficaz pela potência da plataforma em minerar dados de fontes diversas.

Na hipótese de o negócio investir no desenvolvimento de um novo produto, com marketing direcionado, novos funcionários e compra de maquinário, por exemplo, a ferramenta oferece à empresa informações sobre todos esses agentes envolvidos — da produção à venda. Ou seja, ao mesmo tempo que expõe os resultados, extrai dados aprofundados a respeito de como o processo pode ser aperfeiçoado continuamente em cada etapa.

Melhoria da comunicação entre setores

A partir do momento em que a solução centraliza dados e diagnósticos sobre a empresa em geral e também por departamentos, a comunicação entre eles é otimizada — pois os relatórios podem ser passados a diferentes setores para que os profissionais identifiquem a influência de uns sobre os outros e onde o processo pode estar sendo quebrado quando se perde parte dos resultados.

Por exemplo: se a equipe de vendas visualiza que, para determinado perfil de cliente, as vendas não ocorrem, mas eles respondem massivamente às ações de marketing, pode rever a abordagem feita a esse público. Mas o time de produtos ou serviços também pode, por meio das objeções, perceber que o motivo das vendas não fechadas tem a ver com características que deixam a desejar para o público perdido no momento dos fechamentos.

Melhor acompanhamento de indicadores

Seja de desempenho, financeiros ou de qualidade, indicadores dependem exclusivamente de dados para serem medidos. Alguns revelam as respostas necessárias por meio das suas informações apenas, enquanto outros precisam se relacionar as demais KPIs (Key Performance Indicators, ou indicadores-chave de performance, em português) para que ofereçam constatações úteis.

O acompanhamento desses indicadores pode ser feito sem BI. Porém, a excelência que a plataforma oferece em tratamento de dados gera resultados mais rápidos e ainda mais precisos para as medições dos KPIs. Além disso, pela abrangência da mineração e da análise de informações, a inteligência de negócios pode revelar à empresa novos indicadores que precisam ser acompanhados e que não recebiam a devida atenção.

Emprego mais efetivo da mão de obra

Quando a organização conta com Business Intelligence, não precisa que as pessoas das equipes deixem outras tarefas de lado para fazerem esse trabalho analítico. Então, os profissionais de qualquer nível da hierarquia podem se preocupar apenas com as obrigações e os processos dos seus departamentos. Inclusive os gestores que decidem os rumos da empresa conseguem exclusivamente ter foco nos negócios.

E, como dissemos, todos recebem o apoio da ferramenta em pareceres relevantes obtidos rapidamente e com exatidão nas respostas. Em relação aos decisores da gestão empresarial. Esse apoio pode ser o diferencial para um planejamento estratégico que encaminhe a corporação para o sucesso.

Facilidade de acompanhamento da satisfação do cliente

Imagine o quão difícil, demorado e passível de erros é colher manualmente o feedbacks de clientes por fontes diversas, digitá-las, cruzá-las e filtrá-las por relevância, segmentos e demais aspectos. Fazer tudo isso por meio de BI torna-se muito mais rápido, reduz a margem de erro e diminui a mão de obra necessária para que essas respostas pós-venda sejam obtidas.

Além disso, como a solução pode acompanhar dados em tempo real, a empresa pode monitorar o comportamento de seus clientes sem espera — especialmente após um lançamento de produto ou grande aplicação em melhoria de serviços, por exemplo.

Nos últimos anos, a transformação digital mudou completamente a forma como companhias devem se posicionar no mercado. Hoje, negócios devem fornecer respostas rápidas para o seu público-alvo, estruturando ações inteligentes, focadas nas demandas do consumidor e que sejam pautadas por um alto nível de inovação.

Nesse cenário, a escolha por um fluxo de tomada de decisão que não seja estruturado em bases sólidas é um erro grave. Se a companhia não consegue encontrar o melhor investimento ou a forma mais eficiente de planejar um projeto rapidamente, ela perde competitividade e deixa de conseguir prestar serviços para um elevado número de pessoas.

Diante disso, investir no Business Intelligence deve ser considerado algo estratégico, que permite ao negócio ser mais inteligente e eficiente em suas escolhas. Os processos de tomada de decisão estarão mais bem estruturados e poderão atingir melhores resultados facilmente.

Em outras palavras, a companhia que investe no BI pode aproveitar todas as vantagens do Business Intelligence no seu dia a dia. Não só as rotinas estarão planejadas com mais qualidade, mas os investimentos trarão mais lucros e a companhia terá os mecanismos certos para realizar negócios com várias pessoas sem que existam gargalos ou pontos que possam comprometer a sua lucratividade a médio e longo prazo.

Gostou da nossa lista com as principais vantagens do Business Intelligence? Então siga a gente no Facebook e no LinkedIn para ficar por dentro das novidades do blog!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.