Pareto no Excel: como fazê-lo?

Pareto no Excel: como fazê-lo?

Uma das ferramentas mais utilizadas por um Green Belt é o gráfico de Pareto, que auxilia a dar foco ao projeto de melhoria. Com ele, ao invés de tentar solucionar todos os defeitos possíveis em determinado processo ou produto, focamos somente no vitais.
Muita gente, quando aprende o que é um gráfico de Pareto, logo se anima para utilizá-lo no dia a dia de sua organização. A primeira coisa que nos pergunta é se é possível fazê-lo utilizando o Excel e não o Minitab (que ensinamos em nossos cursos), mas que poucas empresas possuem. A resposta é sim, é possível, porém precisamos dar algumas dicas, pois muita gente elabora-os de maneira errada. Vamos aos exemplos.

Para começar a elaborarmos o gráfico de Pareto, precisamos de uma tabela de dados com as frequências em que os itens a serem analisados ocorrem. Neste caso vamos analisar tipos de defeitos em um hospital. Se você não tiver os dados, elabore um formulário e colete-os, pois sem eles, não é possível elaborar nada.

Tabela 1: dados com os tipos e as frequências dos motivos dos problemas encontrados em um hospital.

Tipo de defeitoFrequência
impressão borrada8
não selagem topo55
caixa rasurada2
caixa amassada7
não selagem lateral22
cor da impressão4
não selagem fundo8

Se usássemos o Minitab para fazer um gráfico de Pareto era só apertar um botão, como mostra a figura 1.

gráfico-pareto-minitab

Figura 1: gráfico de Pareto utilizando o Minitab.

Agora no Excel, o processo é mais complicado. A primeira coisa que devemos fazer é ordenarmos a coluna de frequências em ordem decrescente. A segunda etapa é calcular a porcentagem acumulada. Com essas informações estamos estamos pronto para começarmos a fazer o gráfico de Pareto no Excel. A primeira etapa é plotarmos um gráfico de barras com as frequências e um gráfico de tendência (ou linhas) com a porcentagem acumulada. Para este gráfico devemos utilizar duas escalas no eixo y, uma para as frequências (primária) e outra para o percentual acumulado (secundária). O gráfico pode ser visualizado na figura 2.

gráfico-pareto-excel-não-corrigido

Figura 2: gráfico de Pareto elaborado no Excel.

Na figura 2 é possível analisarmos o gráfico de Pareto feito no Excel, sem os devidos ajustes. Aqui mora o problema: os gráficos da figura 1 e 2 estão iguais? Não. Por quê? O Excel erra na escala automática do gráfico de Pareto. Na figura 2 o efeito Pareto aparenta ser muito mais “forte” do que na figura 1. Na definição operacional do gráfico de Pareto consta que o valor máximo da escala do eixo y das frequências deverá ser igual à soma das frequências, ou seja, o ponto máximo do eixo y (primário) deverá ser igual a 384. Na figura 3 fizemos um gráfico de Pareto no Excel corrigido.

gráfico-pareto-excel-corrigido

Figura 3: gráfico de Pareto elaborado no Excel.

Viram a diferença? Podemos usar o Excel para fazermos os nossos Paretos, não há problema nenhum, desde que o façamos corretamente e não de qualquer jeito, como muitos fazem. Elaborar e entender gráficos corretamente tem a mesma importância de saber ler mapas numa viagem. Se você não souber escolher o mapa certo e nem interpretá-lo, não adianta GPS ou mesmo perguntar as pessoas no caminho, pois suas chances de chegar ao local certo serão reduzidas sobremaneira.

Agora, você que já é um Green Belt ou trabalha com melhoria pode utilizar essa importante ferramenta também no Excel.

Convidamos você que ainda não é Green Belt a conhecer um pouco sobre sobre essa certificação clicando aqui.

Se quiserem saber sobre como executar os comandos necessários no Excel acessem nosso tutorial clicando aqui.

Se você deseja conhecer mais sobre outras ferramentas de melhoria, faça o download gratuito do nosso livro sobre ferramentas da qualidade clicando baixo!

apostila gb

Ou tire suas dúvidas sobre com um de nossos professores clicando abaixo!

tire suas dúvidas

4 respostas
  1. Gil
    Gil says:

    Parabéns a escola EDTI por compartilhar o conhecimento! Uma das melhores explicações que encontrei nas pesquisas realizadas pela internet.

    Responder
  2. Ana
    Ana says:

    Maravilhoso o trabalho de vcs. Cheio de informações e uma bagagem enorme de conhecimentos adquiridos enfim…
    Material de qualidade.
    Parabéns mesmo a toda a equipe do material.
    E obrigada por compartilhar os conhecimentos de cada de vcs a nós usuários.
    Grande abraço e sucesso à todos!

    Responder

Trackbacks & Pingbacks

    Deixe uma resposta

    Want to join the discussion?
    Feel free to contribute!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *