Conceito do porco espinho

O conceito do porco espinho, do livro Good to Great (Empresas feitas para vencer), de Jim Collins, explica que para uma pessoa, ou empresa, ter seu sucesso sustentado é necessário responder a três perguntas:

  • O que gosto de fazer?
  • O que sei fazer muito bem?
  • O que posso fazer, que serei pago para?

 

 

Encontrar as áreas onde você responde sim às três perguntas acima te levará ao sucesso! 

Esse é um conceito muito poderoso e que pode facilitar e acelerar na reflexão do que cada um deve  e pode fazer para ser bem sucedido e feliz.

Como nasceu o conceito?

Jim Collins no seu livro Good to Great conta uma parábola muito interessante sobre foco, visão e mercado.

Para acabar com a sua dúvida, Hedgehog é uma palavra em inglês cuja tradução em português é porco-espinho.

O conceito é verdadeiro tanto como conceito em si, como encontramos esta realidade em várias empresas, independente da área de atuação.

Em seu famoso ensaio, “O porco-espinho e a raposa”, Isaiah Berlin dividiu a humanidade em porcos-espinhos e raposas, inspirado numa antiga parábola grega:

“A raposa sabe muitas coisas, mas o porco-espinho sabe uma coisa muito importante”.

A raposa é um animal astuto, capaz de vislumbrar uma miríade de estratégias complexas para atacar de surpresa o porco-espinho.

O porco-espinho, por sua vez, é desajeitado, que não se preocupa em buscar por várias forma de ataque e defesa, afinal já possui como defesa natural seus espinhos. 

A partir dessa pequena parábola, Berlin fez uma adaptação e dividiu as pessoas em dois grupos básicos: as raposas e os porcos-espinhos.

As raposas atacam em várias frentes de uma vez, e veem o mundo em toda sua complexidade. 

Os porcos-espinhos, por sua vez, simplificam um mundo complexo e o transformam numa única ideia organizadora, um princípio básico ou um conceito que unifica e orienta tudo.

De forma resumida, os porcos-espinhos são aqueles que compreendem que a essência de um insight profundo é a simplicidade. 

Aplique o conceito

Partindo dessa ideia de que o “porco-espinho” se mantem focado em seu objetivo principal, ou seja, ele faz a única coisa que sabe fazer, e o faz muito bem.

Usando essa referencia você também pode aplicar em você essa filosofia, e aprimorar seus conhecimentos:

  1. Anote suas competências (No que que você é bom?)
  2. Anote seus talentos (O que você nasceu pra fazer?)
  3. Crie vários tipos de ocupações com a união dessas duas listas
  4. Faça uma lista do que você pode fazer já para começar
  5. Comece.

Essa é apenas uma de várias técnicas que podem ser usadas para aprimorar suas habilidades, aqui estão algumas sugestões de leitura para você continuar desenvolvendo suas capacidades:

eBook – Caminhos para alcançar uma liderança que encante os colaboradores

Guia Definitivo da Liderança Lean

O guia definitivo da liderança feminina

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.