TODOS OS CURSOS DA EDTI POR R$ 169,90/MÊS.
INCLUINDO GREEN E BLACK BELT!!
Comece agora e cancele quando quiser.
curva-em-s

Curva em S

por Marcelo Petenate
publicado em | atualizado em

A curva em S é uma ferramenta de acompanhamento de projeto, usada para apresentar informações gerenciais durante sua execução. Sua representação gráfica permite visualizar simultaneamente, e de maneira clara, o contraste entre os desvios do que foi planejado em comparação com o que foi realizado.

Por apresentar todo o ciclo de vida do projeto, seu histórico e evolução devem ser monitorados, para que desta forma seja possível traçar as tendências do projeto.

Com esse tipo de análise o gestor percebe em que momentos intervir, como por exemplo nos momentos onde ocorrem comprometimento dos custos, ou então atrasos que poderão comprometer o projeto.

A medida em que partes do escopo do projeto são entregues é natural que ocorram gastos, isso ocorre por conta do investimento necessário em algumas etapas do projeto. 

Posteriormente, quando o projeto chega nas etapas finais a parte financeira se estabiliza, por isso o nome “curva em S”, pois o desembolso financeiro e realização física envolvidas em projetos, por padrão, apresentam essa regularidade.

Aplicando a curva em S:

A baseline (linha de base) do projeto se trata do planejamento propriamente dito, deve ser de responsabilidade daqueles que estão envolvidos no projeto. 

Do contrário, ocorre a inviabilização completa da comparação daquilo que foi previsto inicialmente com aquilo que foi executado.

Em resumo, para que o uso da curva em S seja justificado, é necessário que o gestor esteja empenhado em comparar o que foi planejado com aquilo que realmente ocorreu.

Para tanto, na etapa de planejamento, as informações devem estar muito bem organizadas, além disso, as atualizações também devem estar registradas para permitir essa comparação.

Apesar de ser uma prática não recomendada, não é raro encontrar projetos gerenciados apenas com base na atualização do planejamento, sem levar em conta essa comparação que é crucial para acompanhar se o projeto está dentro ou fora dos trilhos.

Realizado

O “realizado” diz respeito ás informações do desembolso financeiro e do trabalho efetivamente realizado no projeto.

Normalmente, a organização dessas informações é realizada mês a mês, mas nos dados podem ser dispostos em agrupamentos trimestrais, semestrais ou anuais. 

Nesses casos, a comparação com o “planejado” se daria de maneira acumulada também.

Partindo da premissa na qual a baseline do projeto está preservada, os dados devem representar aquilo que realmente ocorreu do ponto de vista físico e financeiro, para então serem organizados.

Essas informações são facilmente organizadas, pois ficam sempre registradas em documentos oficiais do projeto.

Planejado X Realizado

Após as etapas onde o planejamento, baseline de custos e de trabalho, foram realizados e que o desembolso financeiro e a realização física são conhecidos, essas informações devem ser organizadas para a processo do gráfico da curva em S.

Conforme mencionamos nas etapas anteriores, a comparação é feita mês a mês.

O previsto no planejamento para cada mês, e o resultado real obtido no respectivo mês, deve ser inserido no gráfico de forma a demonstrar os desvios que podem ser positivos ou negativos para o projeto.

Com base nessa organização, é possível extrair a curva em S, demonstrando o contraste entre o planejamento elaborado e a realização do projeto.

A análise dessa representação gráfica irá permitir facilmente que o gestor avalie o status do projeto, e também oferece subsídios para uma tomada de decisão mais assertiva, tendo em vista as tendências que podem ser observadas.

 

E aí, ficou alguma dúvida? Deixe abaixo seu comentário e não se esqueça de baixar nosso eBook: O guia defitivo sobre Black Belt!

E descubra a importância de Black Belts na atuação como consultores ou professores da metodologia Seis Sigma, tanto como coachings dos Green Belts, quanto na capacidade de ter visão sistemica, habilidade analítica, conhecimento do negócios, conhecimento sobre melhoria, gestão de processos e capacidade de liderar mudanças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]