A liderança e a variação

A variação está presente em nossa vida. Existe variação no tempo que levamos para tomar banho, no tempo que gastamos no transito para chegar ao trabalho.

eBook: SIPOC – Ferramenta para Melhoria

O SIPOC é uma ferramenta que ajuda a identificar os elementos relevantes de um processo e com isso é possível ganhar um maior conhecimento sobre determinada atividade e identificar oportunidades de melhoria.





Capa eBook: SIPOC - Ferramenta para Melhoria

Tudo está sempre variando. Mas será que a liderança (os diretores e gerentes) entendem o que é variação?

Neste artigo irei contar uma história que se passou nas forças armadas, e que mostra a necessidade de entender a variação presente em nossa vida para não tomarmos ações indevidas.

Um comandante da aeronáutica resolveu passar horas todos os dias observando seus comandados e avaliando como eram seus pousos com avião.

Pouso perfeito

Quando viu um de seus comandados realizar um pouso perfeito, o comandante foi até seu aluno e o elogiou muito. No dia seguinte, este mesmo aluno foi pousar e o pouso não foi executado muito bem.

O comandante ao observar aquele pouso, foi até seu comandado e gritou com ele, pedindo para que melhorasse.

No dia seguinte o aluno foi e pousou muito bem novamente e o comandante o elogiou de novo. Porém no próximo dia o pouso não foi tão bom, e o comandante novamente esbravejou com seu aluno.

Este fato continuou a repetir e a partir disso, o comandante criou uma conclusão: quando elogio meu aluno ele piora, e quando eu grito com ele, ele melhora.

A partir desta conclusão o comandante parou de elogiar seu aluno e começou a apenas criticá-lo quando os pousos não eram muito bons.

Será que o comandante tirou a conclusão correta? Ou será que existe uma explicação melhor? Podemos pensar na avaliação do pouso por meio de uma nota entre 0 e 10.

Suponha que o pouso tenha sido tão bom que mereça uma nota 9,5. No próximo dia, a chance da nota ser maior do que 9,5 é muito pequena, enquanto que a probabilidade de ser menor é muito grande.

O inverso também acontece: quando o pouso não é tão bom, a chance de ele pousar melhor é muito grande.

Nas empresas ainda vemos muitos diretores, gerentes, supervisores trabalharem da maneira que descrevi acima, não elogiando seus funcionários quando executam boas tarefas e os criticando quando a tarefa não é tão bem executada. Como funciona na sua empresa? Seu chefe entende o que é variação?

A sua liderança sabe quando elogiar?



0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *