Dicas para fazer um planejamento estratégico pessoal eficaz

Você já parou para pensar que muitos conceitos e técnicas utilizados na gestão de empresas também podem ser aplicados à gestão de carreira? Um dos exemplos desse tipo de uso é a elaboração do planejamento estratégico pessoal. Assim como as organizações buscam refletir com antecedência sobre o próprio crescimento, os profissionais podem programar os rumos da carreira e até da vida pessoal. Veja, em seguida, algumas dicas para realizar um planejamento estratégico pessoal que de fato traga resultados positivos.

Ter ponto de partida e ponto de chegada

Para não caminhar em círculos, o profissional precisa saber com exatidão qual é o estágio atual da própria vida e a qual estágio gostaria de chegar. Isso pode parecer fácil, mas muita gente não tem esses dois pontos bem definidos, seja por nunca ter parado para pensar nesses estágios ou por não saber identificá-los corretamente.

Porém, para fazer um planejamento estratégico pessoal eficaz, você deve ter consciência dos seus próprios pontos de partida e de chegada. Quesitos como formação profissional, salário, cargo, certificações, prêmios, projetos, experiências etc. podem fazer parte da análise de cenário da sua própria vida.

Definir metas do planejamento estratégico pessoal

Uma vez que você sabe o ponto de partida e o de chegada, precisa estabelecer as estratégias para fazer esse caminho. Além disso, é indispensável que você estipule metas e indicadores de desempenho para tornar o seu planejamento o mais mensurável possível. Só dessa forma você saberá se está ou não no percurso certo na sua carreira.

E por falarmos em aplicação de estratégias empresariais na vida profissional, você também pode aplicar o roteiro DMAIC, muito usado na metodologia Six Sigma, na melhoria da sua carreira. Esse roteiro é composto pelas seguintes etapas: Definir, Medir, Analisar, Implementar e Controlar. O roteiro DMAIC é um dos assuntos ensinados nos cursos da Escola EDTI, como o da certificação Green Belt.

Como você pode perceber, as etapas do roteiro podem ser aplicadas ao planejamento estratégico pessoal. Note que, numa evolução de carreira, além de se conseguir o estágio desejado, é importante manter o status conseguido, por isso, a necessidade de um controle. Quem nunca ouviu histórias de profissionais que pararam no tempo, ou seja, deixaram de se aperfeiçoar depois de chegarem a uma diretoria, por exemplo, e depois foram simplesmente descartados pelo mercado de trabalho, não é mesmo?

Colocar o plano em prática

Muitos profissionais não alcançam as metas estipuladas porque não tiram o plano do papel. Saiba que, se você não executar ações ligadas a sua estratégia, possivelmente não conquistará os resultados almejados. Se o seu objetivo é subir de cargo na empresa, pode se questionar a respeito do que fez para merecer tal promoção.

Ao longo da execução do seu planejamento, também é interessante que você faça alguns apontamentos das atividades realizadas, para depois medir o seu desempenho. Dessa forma, você poderá mensurar se está num caminho que de fato lhe leve ao sucesso.

Gostou da proposta de aplicação do roteiro DMAIC ao planejamento estratégico pessoal? Se ainda não domina essa técnica, você pode aprendê-la ao obter a certificação Green Belt, da Escola EDTI. Não deixe de conferir esse curso!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.