redução de custos

Redução de Custos por meio do Six Sigma

publicado em | atualizado em

Seja qual for o contexto da economia, é difícil encontrar uma empresa que não possa se beneficiar de uma redução de custos.

A busca por corte de gastos, muitas vezes incessante, ganha eficácia ao adotarmos algumas técnicas do Six Sigma.

O que é redução de custos?

O que é redução de custos?

Quando falamos em redução de custos, estamos falando das ações sistemáticas que um empreendimento ou organização pode lançar mão para diminuir seus custos operacionais.

Mas, isso não significa que para cortar gastos o gestor deve sair cancelando contratos de fornecedores e demitindo funcionários sem nenhum critério.

Uma boa gestão e redução de custos exige um planejamento prévio para que o administrador possa entender quais são os focos de desperdício no orçamento atual.

Ainda, é importante planejar a sua redução de custos de modo a não interferir na qualidade da produção – o que poderia impactar nas vendas e causar um desequilíbrio ainda maior nas finanças.

Qual a importância de ter um plano de redução de custos?

Qual a importância de ter um plano de redução de custos?

Conforme mencionamos, a redução de custos exige que o gestor seja estratégico para começar os cortes pelos desperdícios e não acabar desgastando a qualidade do atendimento.

É preciso analisar bem os dados para entender para onde o dinheiro está indo e sugerir intervenções cirúrgicas no orçamento da organização.

Isso só será possível se o gestor desenvolver um plano de ação antes de começar a agir.

Nesse planejamento, devem estar destacadas as áreas que mais gastam dentro da empresa versus o retorno sobre o investimento (ROI) – isso vai ajudar a compreender o efeito que um corte pode ter sobre o todo.

Como montar o plano de redução de custos?

Se você leu até aqui é porque provavelmente se interessa pelo assunto e quer saber mais sobre redução de custos.

Confira abaixo os pontos mais importantes para se atentar durante o desenvolvimento do seu plano de ação.

  1. Entender os custos atuais

Antes de mais nada, um bom planejamento exige que você tenha informações confiáveis sobre os custos atuais do empreendimento.

Uma análise real dos gastos para planejar cortes só poderá ser feita se você conseguir entender como a situação está de fato.

  1. Eliminar desperdícios

Tão logo você analisar seu controle orçamentário, vai perceber que existem ali alguns pontos de desperdício que podem ser eliminados.

Comece então seu processo com a redução desses gastos supérfluos e que não agregam valor ao seu produto ou serviço no fim do dia.

  1. Definir metas

Definir metas e objetivos é um jeito interessante de expressar seus desejos para o futuro da empresa.

Apesar de ser relativamente simples, essa técnica pode ser bastante eficaz para o gestor controlar o andamento dos processos.

Portanto, certifique-se de estabelecer pontos de checagem da sua redução de gastos, estabelecendo metas de curto, médio e longo prazo.

  1. Melhorar o fluxo de trabalho

Um ponto que muitos empresários acabam deixando passar durante a gestão de custos é a análise dos fluxos de trabalho.

Muitas vezes, o desperdício que você observa na ponta da produção vem de um desenho ruim dos processos internos.

Assim, certifique-se se otimizar e simplificar os fluxos sempre que possível, eliminando atividades redundantes ou que não agregam valor ao consumidor final.

  1. Fazer análises

De nada adianta planejar e executar diversas ações para redução de custos se você não tiver dados embasados para sua tomada de decisão.

Por isso, antes de se comprometer com providências drásticas, certifique-se de realizar (ou encomendar) análises completas e profundas sobre o desempenho atual da empresa.

Nada como a análise de um consultor especialista para dar um norte ao gestor em momentos difíceis.

  1. Reduzir o tempo de ciclo

Parte do trabalho de otimizar os fluxos de trabalho está em reduzir o tempo de ciclo de produção – ou Lead Time.

Diminuir o tempo que um pedido leva para ser processado e entregue ao cliente, porém, não significa mexer no ritmo de trabalho dos funcionários.

Durante o planejamento, você vai perceber que muitas vezes a simplificação dos processos já é suficiente para reduzir significativamente o tempo de ciclo.

  1. Acompanhar os resultados

Por último, a nossa dica para o seu planejamento é não se esquecer de acompanhar os resultados.

Pode parecer óbvio, mas, muitos gestores ainda se esquecem de manter o controle sobre as contas uma vez que deu por finalizado o processo de corte de gastos.

Aqui, o conceito de melhoria contínua entra em ação para garantir uma gestão que está sempre de olho na redução dos custos.

Por que a redução de custos é tão importante no momento atual?

O mercado nunca esteve tão competitivo como nos dias de hoje.

A globalização acelerada pelas novas tecnologias fez com que a concorrência aconteça entre empresas de diferentes cantos do mundo ao mesmo tempo.

Por isso, o gestor que deseja manter os negócios prosperando deve estar preparado para otimizar sua produção, reduzindo custos e aumentando a qualidade da mercadoria para conquistar a venda.

Conclusão

Viu como a redução de custos pode se beneficiar de algumas técnicas do Six Sigma?

Com uma boa dose de planejamento e trabalho duro, você também pode reduzir os custos da sua empresa utilizando nossas dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]