Black Belts, Master Black Belts e Green Belts

Quando falamos de consultoria, a EXO é uma boa indicação para excelência operacional, e, quando tratamos de treinamento em Six Sigma, quatro nomes sempre vêm à nossa cabeça: green beltsblack belts, master black belts e yellow belts. Mas, afinal, você sabe especificamente o que são belts, o que isso significa e quais são suas diferenças?

Se a sua resposta foi não para alguma das perguntas acima, você está no lugar certo, porque vamos utilizar este post para explicar as principais diferenças desse modelo de graduação de pessoas que utiliza o caratê como referência para as nomenclaturas e vem sendo cada vez mais procurado por empresas dos mais variados tamanhos.

Se você ainda não está totalmente familiarizado com essa possibilidade de certificação, continue lendo este artigo, porque, aqui, você vai entrar em contato de forma clara e simples com possibilidades que podem mudar, e muito, a sua vida profissional. Acompanhe!

O que são belts?

Antes de passarmos para a descrição de cada belt, precisamos entender o que significa isso, não é mesmo? Então, vamos lá!

O profissional que busca as formações belts tem como objetivo resolver os problemas mais crônicos de uma empresa. Aqueles empecilhos que nenhum outro profissional consegue resolver e que podem atrapalhar o desenvolvimento do objetivo da corporação e afetar todas as esferas do negócio.

Para se obter belts e tornar-se um profissional que realmente vai fazer diferença na sua rotina de trabalho, é imprescindível que você tenha ou esteja em busca de algumas características. Entre elas, estão:

  • raciocínio crítico: para transformar um problema em conhecimento e aprendizado, é necessário fazer todas as perguntas possíveis, para todas as pessoas envolvidas no processo, para gerar o levantamento de informações que darão a você subsídio para resolver a questão;
  • habilidade técnica: para achar soluções inimagináveis para problemas reais, é fundamental que o profissional tenha experiência nas mais diversas áreas específicas, pois a combinação dessas habilidades permite a análise profunda de um problema;
  •  habilidade de relacionamento: o profissional certificado em belts precisa saber se comunicar com facilidade, ter capacidade para liderança, trabalhar sem dificuldade em equipe, saber motivar, envolver outros profissionais no processo e oferecer ensinamentos técnicos para os indivíduos que não têm formação necessária para a atividade.

Quais são os níveis de certificação Six Sigma?

Os cursos em Six Sigma são capacitadores de profissionais que buscam identificar e implementar ótimas oportunidades de melhorias na rotina das empresas. Essas pessoas podem gerar resultados financeiros e, por isso, estão cada vez mais sendo solicitadas no mercado de trabalho.

Para entender um pouco mais sobre as certificações, listamos abaixo as características de cada uma delas. Veja!

Black belts

Utilizado originalmente na Motorola no despertar do Six Sigma, o termo black belt nasceu para classificar alguém que orientava ou liderava uma equipe de melhoria Six Sigma. Os black belts geralmente são treinados por várias semanas para analisar processos e conduzir equipes, desenvolvendo importantes habilidades nesse período.

Para empresas da área técnica e de manufatura, o treinamento dos black belts inclui uma sólida dose de ferramentas estatísticas, como amostragem, análise multivariada e planejamento de experimentos.

Já para as empresas de áreas relacionadas a serviços e negócios, uma menor ênfase é dada, priorizando o mapeamento e a análise de processos, além da utilização de algumas ferramentas, como o diagrama causa-efeito, histogramas e gráficos de Pareto.

O black belt é o nível máximo das certificações Six Sigma, e o profissional que chega até aqui se torna o especialista que passa confiança e certeza de que vai ser uma liderança referência na metodologia.

Master black belts

O master black belt é alguém que geralmente recebeu um profundo treinamento em ferramentas estatísticas e de melhoria de processos. Ele exerce um papel semelhante ao do black belt, mas trabalha com um número maior de equipes.

Normalmente, master black belts já gerenciaram com sucesso várias equipes de melhoria e, dessa forma, têm uma vasta experiência sob suas faixas. Em algumas empresas, os master black belts atuam como consultores em gerenciamento de mudanças para o conselho administrativo e outros gerentes.

Além disso, também são aptos a instruírem os black belts e os green belts, de forma que eles são totalmente familiarizados com os processos internos do Six Sigma.

Green belts

São usualmente colaboradores que receberam um treinamento suficiente em Six Sigma que os habilita a participar de equipes de melhoria ou, dependendo da organização, trabalhar individualmente num projeto de menor porte relacionado à sua própria rotina de trabalho.

Os green belts são profissionais de níveis técnicos ou especialistas e são orientados a dedicarem cerca de 20% a 30% do seu tempo a projetos de melhorias contínuas. Eles buscam aplicar o conhecimento em processos que dizem respeito ao seu setor e, dificilmente, ampliam o conhecimento para as demais repartições do negócio.

Em sua grande maioria, estão em contínua formação e devem ser orientados pelo seu supervisor, podendo ser ele um black belt ou não.

Yellow belts

O treinamento yellow belt é responsável por capacitar profissionais a liderarem projetos menos complexos e que vislumbram resultados muito rápidos e são independentes de outros processos ou departamentos.

Ele oferece uma compreensão básica do Six Sigma e não possibilita a liderança de projetos de melhorias dentro das empresas.

O yellow belt pode ser um integrante do projeto de melhoria e tende a atuar como responsável na criação de mapas do processo. Ele sempre é orientado pelo green belt ou black belt.

Quais são as diferenças entre as certificações?

Em algumas companhias, os black belts e especialmente os master black belts ocupam funções nas quais dedicam-se ao Six Sigma em tempo integral. Nesses casos, espera-se que orientem vários times de melhoria de uma só vez. O que não acontece com os green belts, que, por ainda estarem em formação, dedicam aproximadamente 1/3 do seu tempo na busca por situações melhores na empresa. E os yellow belts agem mais superficialmente ainda.

Frequentemente, espera-se que os black belts concluam um certo número de melhorias de processo em um determinado tempo ou economizem um determinado volume financeiro por meio da redução de defeitos ou pela criação de novos processos. Os green belts não são cobrados por uma grande complexidade do projeto, tal qual os black belts.

Uma definição precisa do trabalho dos black belts e dos master black belts pode variar dependendo das necessidades da organização e de seu estágio de desenvolvimento de sua estrutura, indo da funcional completa para a totalmente projetizada.

Os yellow belts podem identificar melhorias no processo para torná-los mais eficientes, mas sem a grande complexidade e imersão dos demais belts.

Independentemente das diferenças entre as especializações do Six Sigma, cada profissional tem a sua importância dentro do processo de melhoria da corporação. Atualmente, todos eles são procurados no mercado de trabalho e têm grandes oportunidades.

Por que investir nessas certificações e quais são as vantagens?

Você deve avaliar com calma qual das certificações do Six Sigma faz mais sentido para o seu perfil profissional e para o momento da sua carreira.

Saiba que investir em uma delas pode ser muito vantajoso para você, pois pode proporcionar uma recolocação no mercado de trabalho, uma promoção profissional que você vislumbra há muito tempo, mas não sabia até então como conquistá-la e a potencialização do seu desempenho para alcançar melhores e mais lucrativos resultados para a empresa em que você trabalha.

Esses são ótimos motivos para você dar uma melhorada no seu currículo imediatamente, não é mesmo?

Onde aplicar esse conhecimento?

Os conhecimentos recebidos podem ser aplicados em diversas indústrias que visam a melhorias em um curto prazo de tempo. Acredita-se que os métodos aprendidos no Six Sigma sejam uma das maneiras mais eficazes e rápidas de potencializar o gerenciamento estratégico dentro de qualquer corporação, independentemente do porte.

Com a recessão dos últimos tempos, o trabalho dos belts vem sendo solicitado para preconizar mudanças em diversos setores, desde o atendimento ao cliente e os processos estratégicos até a redução de perdas na hora de produzir um item a ser entregue para o cliente final da empresa. Lugar para aplicar o conhecimento recebido não vai faltar para você, pode acreditar.

Agora que você conhece mais sobre as certificações do Six Sigma, sabe o que são belts e a diferença entre eles, não deixe de potencializar o seu currículo iniciando imediatamente uma especialização adequada para o seu perfil.

Se quiser saber ainda mais sobre as possibilidades desse método, entre em contato com a gente, pois vamos adorar explicar especificamente cada uma das certificações e as vantagens de você ser o mais novo profissional qualificado para o mercado.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.