Casa Lean

Casa Lean: conheça seus pilares e impulsione seu negócio

publicado em | atualizado em

Você já ouviu falar em Casa Lean?

Quando o assunto é a Filosofia Lean, muitas pessoas pensam logo em ações práticas sem se dar conta de que existem fundamentos importantes por trás desse pensamento.

O conceito nos convida então a retomar às bases dessa metodologia para entender os valores que guiam sua aplicação.

Continue lendo para saber mais sobre a Casa Lean e como ela pode melhorar seus resultados.

Lean Manufacturing

Lean Manufacturing

Lean é uma abordagem para os negócios que tem como objetivo simplificar os processos e enxugar os desperdícios para alcançar mais produtividade.

A história do Lean não vem de hoje e remonta ao Japão do período seguinte ao fim da Segunda Guerra Mundial.

O que começou dentro das fábricas no período, aos poucos se espalhou pelo mundo e por outros segmentos de mercado.

Hoje, o Pensamento Enxuto – como ficou conhecido no Brasil – tem diversas aplicações em diferentes modelos de negócio, sendo o Lean Manufacturing uma das mais comuns.

Esse modelo traz as configurações que deram origem ao Toyotismo, com todos os princípios que guiam uma produção sem desperdícios e que foca em gerar valor.

O Lean Manufacturing foi denominado pela primeira vez no livro “A máquina que mudou o mundo” dos autores americanos James Womack, Daniel Jones e Daniel Ross.

O que é a Casa Lean?

O que é a Casa Lean?

Como você viu, dentro do Pensamento Enxuto, os processos são otimizados de modo a diminuir os desperdícios – de tempo, insumos e mão-de-obra – como modo de melhorar cada vez mais as entregas.

Essa lógica de uma produção que foca na economia de tempo e recursos não surge do nada.

A Casa Lean – ou Casa STP/Toyota – conforme descrita no livro Kaizen Express de Toshiko Narusawa, é uma analogia que dita a hierarquia dos elementos comumente associados ao Lean.

Ela é composta pelos fundamentos do pensamento enxuto, seus pilares de sustentação e o telhado, que representa seus objetivos finais.

Ao retornarmos à Casa Lean, nos reconectamos com o que existe de mais importante no Pensamento Enxuto para planejar e guiar ações práticas do cotidiano da organização.

Assim, é possível se certificar de que a gestão e seus processos realmente estarão guiados pela metodologia.

Como a Casa Lean é composta?

A essa altura você já entendeu que quando falamos em “Casa Lean”, não nos referimos a uma casa de maneira literal.

O termo descreve, na verdade, todos os elementos que são essenciais para o desenvolvimento de uma gestão alinhada ao pensamento enxuto.

Conheça abaixo cada um dos elementos da Casa Lean.

Base

Na base da “casa” do Lean, é possível encontrar os conceitos fundamentais que guiam sua aplicação.

Estamos falando de técnicas e ferramentas que permitem uma gestão visual dos negócios, com métodos que permitem que o gestor entenda rapidamente o status de cada atividade.

Aqui entram conceitos com o Kaizen e a Manutenção Preventiva Total (TPM) para garantir uma melhoria contínua nos processos, sem pausas desnecessárias.

Além deles, a ferramenta do 5S também costuma entrar em ação nesse nível.

Pilares

Na sustentação do Lean, nós temos os três pilares que guiam a execução do método: fluxo de produção, qualidade na primeira e sistema de manufatura.

No primeiro, estão todas as ferramentas de gestão da produção como o sistema Just in Time (JIT), o Kanban e a produção puxada.

Para garantir a qualidade na primeira tentativa, o Lean incentiva o mapeamento dos processos associado ao uso de folhas de instrução para sempre ter continuidade na produção.

Por fim, no sistema de manufatura são atendidas questões específicas do modo como os produtos serão feitos e isso inclui a produção em lotes, manufatura em células e áreas de trabalho multifuncionais.

Telhado

Finalizando nossa construção fictícia, no telhado encontramos todos os objetivos que se pode ter com a adoção de um sistema alinhado aos princípios do Lean.

Dentre eles, podemos citar o foco em eliminar desperdícios como forma de reduzir custos e reduzir os atrasos da produção.

O Lean ajuda ainda o gestor a melhorar a qualidade de suas entregas para aumentar a satisfação da clientela.

No topo do nosso telhado, é possível encontrar os indicadores-chave de performance – Key Performance Indicators ou simplesmente KPIs.

Essas métricas servem para que o gestor possa verificar a eficiência de suas ações depois de iniciado um processo de otimização a partir do Lean.

Vantagens da casa Lean

Quem retorna à Casa Lean periodicamente pode observar uma série de vantagens em seus negócios logo de cara.

Isso porque esse movimento promove um alinhamento das ações da empresa para garantir que as práticas são realmente aquelas de uma gestão enxuta.

A cabo, o Pensamento Enxuto busca eliminar desperdícios e reduzir custos, o que pode ser muito útil para qualquer negócio.

Ao otimizar seus processos, a empresa economiza um tempo que pode ser investido para melhorar ainda mais os resultados.

Conclusão

Se você já trabalha com o Pensamento Enxuto ou pretende adotá-lo em sua gestão, não deixe de retornar à Casa do Lean sempre que possível.

Assim, você garante que as ações estarão realmente alinhadas ao que prega essa filosofia.

Com a otimização de processos e redução dos desperdícios, você vai acabar gastando menos e terá mais tempo para inovar e melhorar a qualidade das entregas

Invista já em uma Casa Lean e continue acompanhando nosso blog para outras dicas.

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]