Formas de Pagamento

Como as formas de pagamento influenciam a experiência do seu cliente?

publicado em | atualizado em

Para quem tem ou está pensando em abrir o próprio negócio, a escolha das formas de pagamento é uma parte importantíssima da estratégia.
Foi-se o tempo em que cheques, carnês e notas promissórias eram a regra para aqueles clientes que não podiam pagar à vista.
Hoje em dia, são várias as modalidades disponíveis para vender seus produtos ou serviços e receber por meios digitais.
O pagamento online chega para facilitar ainda mais os processos de venda com opções que cabem em todas as realidades e bolsos.

Quais são as principais formas de pagamento online

Quais são as principais formas de pagamento online

A internet revolucionou de vez a forma como nos relacionamos uns com os outros e com as empresas.
Com o avanço tecnológico, surgiram também novas formas de pagamento que funcionam de maneira digital.
O aumento das possibilidades para pagar pré-datado ou com parcelamento trouxe ainda mais liberdade para as relações de consumo, melhorando significativamente a experiência do cliente.
Conheça abaixo as principais formas de pagamento online.

Cartão de crédito

O cartão de crédito é um método de pagamento onde o consumidor tem a titularidade de uma tarjeta magnética que pode ser utilizada para fazer pagamentos à vista ou em parcelas.
O valor gasto pelo cliente é adiantado para o estabelecimento pelo banco ou instituição financeira de acordo com o tamanho do crédito disponibilizado ao cliente.
Mensalmente, a fatura do cartão é encaminhada ao consumidor que vai então pagar de uma só vez todas as compras que fez no ciclo anterior.
No caso das compras parceladas, o valor é adiantado para o estabelecimento integralmente, mas, o cliente paga aos poucos de acordo com o número de parcelas que optou – pode haver juros em alguns casos.

Boleto bancário

No Brasil, o boleto bancário funciona como um instrumento de pagamento emitido sobre o valor de um produto comprado ou serviço prestado.
O documento conta com as informações pessoais do pagador e de quem vai receber o valor, escritas por extenso e também em um código de barras.
Para compensar o valor devido, o cliente precisa se encaminhar a uma casa lotérica ou agência bancária, ou mesmo utilizar o seu internet banking em alguns casos.

Débito automático

O débito automático é ideal para quem busca comodidade para pagar contas recorrentes como faturas de eletricidade ou taxas de condomínio.
Nessa modalidade, basta o cliente registrar a conta e autorizar o pagamento uma única vez para que o valor seja debitado em sua conta automaticamente dali em diante.
Para o consumidor, é importante ficar atento para não se confundir e acabar compensando também o boleto, assim, realizando o pagamento duas vezes.

Pagamentos digitais

Mais recentemente, o aumento do fluxo de compras pela internet fez surgir novas formas de pagamento digital que buscam facilitar e baratear o envio de dinheiro.
Por meio de serviços como PagSeguro e PayPal, o vendedor pode encaminhar links de pagamento e o cliente escolhe se vai concluir a compra com cartão de crédito, boleto bancário ou transferência de uma conta digital.
Além disso, o lançamento do programa Pix facilitou ainda mais as transferências interbancárias, acabando com as taxas e garantindo o recebimento instantâneo do valor pago.

Como as formas de pagamento podem influenciar as vendas?

Como as formas de pagamento podem influenciar as vendas?

Hoje em dia, quem é dono de um negócio tem a obrigação de diversificar suas formas de pagamento se quiser atender todo tipo de cliente.
A escolha depende muito de como cada pessoa se organiza financeiramente: alguns preferem colocar todas as despesas no cartão enquanto outros insistem em pagar à vista.
Em muitos casos, a falta de um método específico pode ser o empecilho que vai evitar que o cliente finalize sua compra.
Como ninguém quer perder vendas, é importante se preparar para receber todo tipo de consumidor.

Como escolher as melhores formas de pagamento

Na hora de escolher as melhores formas de pagamento para o seu negócio, é importante olhar para o público e avaliar o histórico das vendas sempre que possível.
Se você trabalha com venda de produtos duráveis, não faz sentido desenvolver um modelo de débito automático recorrente.
Da mesma forma que vendas feitas e entregues no mesmo dia – restaurantes, por exemplo – não podem contar com o boleto bancário pois ele demora até 3 dias para ser compensado pelo sistema financeiro.
Avalie bem a sua clientela e, se achar necessário, aplique uma pesquisa para entender o que o seu público prefere para escolher de acordo.

Conclusão

A escolha das melhores formas de pagamento pode ter um grande impacto em seus resultados.
Em muitos casos, a falta de um método pode fazer com que você perca a venda por completo.
Por isso, é importante manter opções diversas de acordo com seu modelo de negócio para garantir uma boa experiência para o público.
Para mais dicas sobre como melhor atender seus clientes, continue acompanhando nosso blog.

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]