o-que-todo-empreendedor-deveria-saber

O que todo empreendedor deveria saber

O mundo do empreendedorismo pode parecer muito atraente, no entanto exige cuidado e preparação, existem conceitos básicos que podem passar despercebidos pela sede de fazer o negócio dar certo, e é sobre isso que vamos falar hoje.

Com certeza você já leu, e estudou muito sobre o assunto, mas não custa nada rever esses pontos:

Marketing nenhum irá fazer milagre se sua marca não representar verdadeiramente sua empresa. Ela é responsável pela percepção de valor de longo prazo do seu negócio, produtos, e serviços.

Para isso é importante se lembrar dos 4 pilares que constroem uma marca:

  • Diferenciação: o que eu faço que ninguém mais faz (proposta de valor);
  • Relevância: o quanto o meu produto ou serviço são relevantes para as pessoas. É isso que faz com que a empresa evolua constantemente;
  • Propriedade: o que compõe o universo da marca, como seu perfil, cores, tipografia, etc;
  • Consistência: o quão sólida sua marca é. Lembre-se: não é a sua marca que muda o tempo o todo, o que se adapta é o modelo de negócio.

Após definir a construção da marca, deve-se definir a proposta de valor da empresa, que nada mais é do que a sua essência.

Nesse momento é importante definir pilares da sua marca, tanto os aspectos emocionais, quanto os racionais, qual será a ideologia pregada pela sua marca.

Passado esse momento, a empresa pode entrar definir qual seu posicionamento, afinal, sua ideologia já foi definida, e com isso pode-se definir seu público alvo, referências de setor, por exemplo.

Esse posicionamento pode ser de médio prazo, e alterado para defini-lo e adequá-lo melhor posteriormente. Essas alterações podem se basear em mudanças de mercado.

Outra etapa importante é a definição de propósito da empresa. Aconteceram três ondas de modificação no mundo empresarial, a que vivemos atualmente as marcas focam em apresentar um propósito definido, e utilizam os meios de comunicação para engajar pessoas e criar um ecossistema.

Para criar valor você precisa saber para onde ir, sua marca tem que ser maior que o seu negócio. Redes sociais, conteúdos atualizados e até mesmo representantes escolhidos para falar sobre sua marca, carregam grande peso nessa etapa.

Players do mercado atual:

As startups surgem como uma nova forma de fazer negócios, emergindo das empresas tradicionais, ocupando lacunas antes deixadas de lado pela indústria.

O princípio básico para se destacar, ou seja, ser um “player” no mercado atual. É exatamente isso, mudar a perspectiva e configurações em sua área de atuação.

Tenha maturidade:

Esperar o momento certo para aceitar a melhor proposta, sem a ansiedade de aceitar capital de investidores aos quais colocariam em risco de diluir sua participação acionária dentro de sua própria empresa.

Um outro ponto de atenção é que, naturalmente, o investidor vai estimulá-lo a fazer promessas. A partir do momento em que está vendendo seu produto, você está se comprometendo a entregar o que prometeu.

O problema em envolver muitos investimentos é que nem sempre aqueles que aplicam dinheiro estão interessados em compreender que cada negócio possui uma velocidade de crescimento, querem apenas o lucro imediato e ponto.

Sua empresa vai mudar de escala, serão necessários novos processos, novas pessoas e novos controles, a dimensão de crescimento e a velocidade com que isso irá acontecer será muito maior, e igualmente a essa velocidade sobem também os riscos.

O papel do fundador:

Sua principal preocupação e foco deve sempre ser seu produto, pois a escala é consequência de uma mercadoria de qualidade.

Se você já tem um bom produto, provoque-se a buscar pelos aspectos que você acredita que estejam impedindo seu crescimento.

Esses aspectos podem se encontrar em qualquer uma das áreas de sua empresa, seja no capital, na aquisição de clientes, na estratégia usada pelo time de vendas.

Essas falhas são novas oportunidades de crescimento, por isso se atente sempre a elas.

Um outro aspecto que não deve ser deixado de lado é o custo e o Burn Rate, que seria o valor gasto para manter a operação.

Esses números devem sempre ser acompanhados de perto e no menor sinal de problemas devem ser ajustados.

Negócio local ou global:

Negócios que se encontram em plataformas online, já nascem globais por natureza.

Faz parte da estrutura de negócios online ter essa relação direta com clientes pelo acesso do site, atingindo um número muito maior de pessoas.

Mas seria um enorme erro apenas esperar por essas visitas, esse tipo de expansão exige esforço da mesma forma que outras iniciativas para se obter resultados esperados.

Essas são apenas algumas informações a respeito de empreendedorismo, para crescer e fazer sua empresa evoluir você deve ter cuidado de sempre se manter atualizado e implementar processos, buscando melhorias constantes.

Já considerou usar o Seis Sigma como auxilio para isso? No artigo “Ferramentas Seis sigma para sua empresa” abordamos melhor esse tema, e você pode ter acesso a esse matéria no link.

No votes yet.
Please wait...
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da conversa?
Deixe sua opinião! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *