TODOS OS CURSOS DA EDTI POR R$ 169,90/MÊS.
INCLUINDO GREEN E BLACK BELT!!
Comece agora e cancele quando quiser.
processos de mineração

Lean Six Sigma e Processos de Mineração

por
publicado em | atualizado em

Pouca gente se dá conta, mas hoje em dia os processos de mineração têm muito a se beneficiar com a aplicação do Lean Six Sigma.

A metodologia, criada para garantir a qualidade na indústria automotiva, em pouco tempo se espalhou por diversos segmentos de mercado dos quatro cantos do mundo.

Todo esse sucesso não é à toa: sucessivamente, o Lean tem se provado útil para melhorar os resultados e minimizar os erros significativamente.

Continue lendo para entender como essa metodologia pode ajudar também no seu trabalho com processos de mineração.

Mineração no Brasil

Mineração no Brasil

No Brasil, a mineração sempre teve uma relação bastante íntima com o desenvolvimento da economia nacional.

Desde os tempos de colônia, as Minas Gerais chamavam atenção da Europa que explorava nossas terras para adornar igrejas e monumentos com o ouro brasileiro.

Mais recentemente, a mineração continua sendo extremamente importante para o país.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), a atividade teve faturamento de R$ 153,4 bilhões em 2019 – o que representa 8,7% do PIB nacional.

Para os próximos meses, a previsão é otimista já que o setor deve ser o primeiro a retomar o crescimento no pós-crise.

Principais Processos de Mineração

Principais Processos de Mineração

Engana-se quem pensa que a mineração começa e termina na extração dos minérios do solo.

Quem estuda ou trabalha na área sabe que os processos são muito mais complexos do que isso.

Tudo parte da prospecção, que é a fase de estudos preliminares e reconhecimento geológico do solo onde se supõe existir reservas minerais.

Em seguida, começa a pesquisa propriamente dita com a exploração da área, delineamento do campo e avaliação dos resultados das amostras colhidas anteriormente.

O próximo passo é conhecido como lavra.

Esse é o momento em que a execução começa a ser desenhada com mais detalhes, planejando todo o roteiro de desenvolvimento que vai culminar, no fim, com a explotação dos recursos naturais.

Por fim, o descomissionamento da mina acontece quando o potencial de exploração foi esgotado, é chegada a hora de desativar e fechar de maneira segura o local.

Tipos de Mineração

São basicamente dois os tipos de mineração possíveis, diferenciados pelas formas de lavra – nome dado à técnica utilizada para extrair o minério da terra.

A lavra de céu aberto trabalha em morros ou encostas para extrair o material que está próximo à superfície do terreno.

A lavra subterrânea, por outro lado, é a clássica imagem que temos de uma mina que funciona embaixo da terra e utiliza tecnologias como a sonda para identificar e extrair o minério.

A escolha de um método ou outro depende das condições do terreno, podendo haver ainda uma combinação entre as duas técnicas.

Como o Lean Six Sigma pode impactar os processos de Mineração?

Como uma metodologia capaz de reduzir os erros e melhorar a qualidade de maneira contínua, o Lean Six Sigma tem muito a contribuir com os processos de mineração.

Aqui, o uso de dados se torna muito mais presente como forma de garantir bons resultados. Devido às características químicas e físicas dos minérios, inexistência de produtos que possam substituí-los, pequena quantidade de produtores e alto consumo, o preço do minério é definido pelo sistema de benchmark. Ou seja, produtos que são matérias-primas como o minério de ferro, petróleo, ouro e prata são caracterizados como sendo uma Commodity. Portanto, o mercado é quem determina o preço desses produtos.

Algumas grandes empresas reconhecidas no mercado de minério utilizam da metodologia Lean Six Sigma para estruturar esse controle de qualidade visando a redução de custos, já que tais corporações não possuem controle sobre os preços de revenda dos minérios extraídos.

O processo proposto pelo Six Sigma é capaz de reduzir custos ao atacar de maneira sistêmica os pontos de desperdício, eliminando os defeitos para garantir uma produção mais segura e eficiente.

O processo é longo e complexo, mas com o treinamento adequado é possível atingir resultados surpreendentes e duradouros.

Agilidade

Quando falamos em melhorar os resultados dos processos de mineração, isso nem sempre significa, necessariamente, aumentar a produção.

Um ponto positivo do Six Sigma é que ele traz ganhos em agilidade ao desenhar processos de maneira otimizada.

Assim, os trabalhadores conseguem produzir de maneira mais ágil com um esforço muito menor do que antes.

Redução da Variabilidade em Processos de Mineração

Dentro da mineração, a variabilidade da qualidade acaba sendo uma dor de cabeça na gestão de muitas empresas. Com resultados pouco confiáveis, fica mais difícil projetar metas e estabelecer planejamentos de longo prazo.

As ações inerentes aos Sistemas de Controle de Qualidade tem por objetivo reduzir a variação de produtos e garantir o atendimento às especificações de maneira consistente. O que exige disciplina na execução de processos, seu monitoramento e ações de melhoria em busca de processos robustos, porém, a gestão ganha um aliado para garantir mais estabilidade e previsibilidade em sua produção.

Assim, se ganha produtividade e reduzem-se custos de forma a aumentar a capacidade logística da mina com uma otimização dos processos.

Eliminar Defeitos

Um dos objetivos principais da metodologia Six Sigma é eliminar os defeitos da linha de produção.

Isso é feito ao focar nas causas mais frequentes dos erros dentro da empresa, atacando-as para garantir assertividade em suas ações.

Dessa forma, o gestor ganha com processos melhor desenhados onde não existe espaço para defeitos.

Exemplos de aplicação em Processos de Mineração de Empresas Globais

RAG AG

Dentre as grandes empresas de mineração temos a RAG AG, maior empresa de mineração de carvão da Alemanha. Atividades com a finalidade de eliminar e criar processos padronizados iniciaram no ano de 2000 com o lema “Zero acidentes e 100% de valor agregado”. A RAG AG transferiu ferramentas de gestão da qualidade para o contexto da mineração e criou diretrizes de processamento Lean, dentre elas:

  • Criando valores do ponto de vista dos clientes;
  • Entenda todo o fluxo de valor;
  • Princípio de estruturação de processos;
  • Fluxo sincronizado;
  • Procura pela perfeição;

Exemplos de ferramentas adaptadas para a realidade da mineração são o SMED e os roteiros de melhoria PDCA e DMAIC. Sendo os roteiros de melhoria, componentes do Six Sigma, utilizados para melhorar processos existentes, e estruturar mudanças que resultem em melhorias, tais como redução de custo e desperdício.

KGHM Polska Miedź

Outro exemplo da utilização do Lean na indústria de mineração é a polonesa KGHM Polska Miedź, maior produtora de cobre e prata no mundo. A estruturação da filosofia Lean da KGHM começou em 2011 com o programa “Adaptação e implementação Lean em minas de cobre” que foi desdobrado em 5 áreas:

  • Lean Mining (Vertente Lean aplicada a cadeia logística da mineração);
  • Kaizen (Melhoria Contínua);
  • Manutenção Produtiva Total;
  • Processo de avanço;
  • Modelagem e simulações;

Alcoa

Por fim, outro case de sucesso no setor da mineração foi na americana Alcoa, uma das três maiores empresas de alumínio no mundo. Foi a primeira empresa do setor a realizar essa inovação em seu processo de Gestão da Qualidade, fazendo com seus processos agora estivessem diretamente alinhados com a metodologia Lean. Internamente foi desenvolvido um produto próprio conhecido como ABS (Alcoa Business System), um sistema de gestão estruturado para redução de custos, redução de desperdícios, conexão com clientes e melhoria contínua.

Com sua implementação, a Alcoa obteve uma economia em escala mundial igual a US$ 1 bilhão de 1998 a 2004.

Conclusão

Criado pela indústria automotiva, o Lean Six Sigma já é uma realidade nos mais diversos segmentos de mercado.

Dentro da mineração, a metodologia tem trazido resultados interessantes e sua aplicação é capaz de eliminar defeitos, aumentar a agilidade e a segurança dos processos.

A melhor parte da estratégia é que ela é duradoura, ou seja, apresenta à empresa ferramentas que permitem o estabelecimento de uma cultura de melhoria contínua.

Segundo o IQPC (Centro Internacional de Qualidade e Produtividade), desde a combinação de estratégias de excelência em processos de manufatura e serviços, o Lean Six Sigma produziu melhorias gerais nesses processos, trazendo maiores retornos financeiros e de investimento.

O Lean foca em ajustes contínuos realizados diariamente, enquanto o Six Sigma visa projetos de otimização, como: aumento de eficiência, aumento da qualidade e redução de custos, utilizando de ferramentas estatísticas para entendimento e monitoramento de processos.

A combinação entre essas duas abordagens traz um efeito poderoso para a indústria da mineração, pois temos um modelo de produção em constante transformação e funcionários que geralmente não estão alinhados à cultura da organizacional, tornando-se um terreno fértil para implementação da Gestão Lean.

Por outro lado, possui recursos extremamente automatizados e com altos custos fixos, abrindo espaço para utilização do Six Sigma. Os exemplos da RAG AG, KHGM e Alcoa provam que a implementação desse método é reconhecido mundialmente e necessário, trazendo grandes benefícios mensuráveis para as indústrias da mineração.

Faça já sua matrícula na Escola EDTI para aprender tudo sobre Lean Six Sigma e melhorar os seus processos de mineração.