Transição de Carreira

Como encarar a Transição de Carreira e alcançar seus objetivos

publicado em | atualizado em

Há algumas décadas, falar em transição de carreira poderia ser visto como uma espécie de heresia, afinal, profissional bom era aquele abnegado, que ficava 20, 30, 40 anos no mesmo lugar, executando o mesmo trabalho. Isso teve o seu valor, no devido tempo.

Mas, hoje, a vida corre na velocidade da transformação digital e quase ninguém espera muito tempo para trocar de ocupação. Na verdade, é cada vez maior o número de pessoas em busca de um propósito na carreira, ou seja, algo com significado ou, simplesmente, procuram fazer o que mais gostam.

Neste post falaremos sobre as principais questões que envolvem a transição de carreira, além de fornecer algumas dicas para passar por esse processo. Vamos lá!

O que é transição de carreira?

O que é transição de carreira?

Primeiramente, a transição de carreira pode ser entendida como um trajeto ou caminho percorrido por quem deseja trocar sua atividade profissional por outra ou apenas mudar sua especialidade dentro da mesma profissão. A mudança pode ser radical, mas, também, pode ser uma transferência de atuação para área diferente, como um advogado trabalhista que decide atuar com direito digital.

Mitos da transição de carreira

Mitos da transição de carreira

Contudo, ainda pairam no senso comum alguns mitos que podem funcionar como verdadeiros baldes de água fria para quem está ávido para mudar de profissão. São eles:

Somos bons em apenas uma coisa

Essa é uma ideia antiquada e geralmente propagada por adeptos da zona de conforto. No entanto, isso não passa de uma crença limitante. Hoje, vemos um número cada vez maior de pessoas multi talentos, que passeiam de uma atividade a outra com a mesma desenvoltura.

Mudar de profissão é desperdício de dinheiro

Nenhuma formação acadêmica ou experiência profissional interrompida é jogada fora, muito pelo contrário. Ainda que a segunda, terceira ou até quarta carreira aconteça na vida de alguém, tudo o que foi feito antes será um acréscimo para a próxima atividade.

Estabilidade é o que importa

Essa é mais uma ideia que pode parecer segura para muitas pessoas, já que garante certo conforto e tranquilidade, na maioria das vezes, superficiais. No entanto, a satisfação pessoal pode trazer ainda mais segurança, uma vez que trabalhamos com muito mais entusiasmo quando fazemos o que realmente gostamos.

Empreendimentos em novas áreas são arriscados

Na realidade, essa é a maneira mais rápida de se especializar na nova área. E, sejamos francos, o risco está em tudo, principalmente no mundo em que estamos vivendo, com tantas coisas inesperadas acontecendo, não é mesmo?

É preciso uma nova graduação

Não necessariamente. Há inúmeros outros caminhos, como: cursos de MBA, pós-graduação, cursos profissionalizantes, de extensão. E muitos, podem ser feitos online, à distância.

Por que as pessoas mudam de carreira?

Há inúmeras razões para que esse desejo desperte nas pessoas. Não podemos nos esquecer que cada um de nós vive uma realidade única e nada deve ser generalizado. Contudo, existem alguns fatores bastante comuns entre os motivos que levam a transições de carreira. Vejamos os principais:

Falta de motivação

Esse parece ser o grande impulsionador de mudanças de profissão, afinal, trabalhar todos os dias úteis, por anos a fio, no mesmo lugar, realizando as mesmas tarefas, já não é mais o sonho de grande parte das pessoas. A atividade pode até ser interessante, mas um dia, deixa de ser, então a desmotivação aparece e se instala. E assim, torna-se um martírio continuar realizando algo que não oferece mais o mesmo prazer, o que afeta diretamente na produtividade.

Além disso, outros fatores como cansaço, inadequação, salário ruim, crises no mercado e outros entraves aceleram o desânimo e levam muitos a desejarem mudanças na vida profissional.

Descoberta de novos interesses

Normalmente, a descoberta de algo mais empolgante acontece durante a desmotivação com a antiga atividade. Nem todos mantêm a mesma chama acesa em suas vocações a vida inteira, por isso, quando estamos insatisfeitos e encontramos algo mais estimulante para realizar, vale o esforço de recomeçar e, assim, apostar em uma nova chance pode ser extremamente bem-vindo e até um sucesso.

Se identificou? Confira algumas dicas para realizar a sua transição de carreira

Fique de olho nas oportunidades

Essa é a fase de sondar possíveis oportunidades para fazer uma transição, então, comece a fazer um mapeamento no mercado. Dê preferência a profissões alinhadas às suas competências naturais, levando em conta os prós e contras de cada uma.

Trata-se de uma etapa bastante intensa e que exige imersão. Analise as vagas disponíveis, cursos mais conhecidos para se capacitar, estudos de mercado e suas projeções, contato com profissionais que já atuam na área e outras informações pertinentes.

Prepare-se psicologicamente e financeiramente

Se você está fazendo uma transição de carreira significa que não é mais um novato. Sendo assim, é provável que terá de bancar sua empreitada por conta própria. Então, uma reserva financeira é uma âncora necessária para começar algo novo que, provavelmente, renderá pouco no início.

Além disso, um recomeço na condição de aprendiz coloca você na posição de iniciante, pelo menos nesse aspecto. E isso exige uma mente mais aberta e preparada.

Planeje-se

Depois de reunir um panorama geral sobre uma possível futura carreira, comece a traçar um plano de ação com metas, objetivos, prazos e estratégias com o máximo de clareza e assertividade. Um dos primeiros passos deve ser sua qualificação na área escolhida, contatos com outros profissionais e, se possível, começar alguns trabalhos, ainda que voluntários.

Aposte em networking e qualificação

Embora não seja obrigatório investir em uma nova graduação, uma profissão diferente certamente requer qualificação em algum nível, afinal, você precisa dominar a sua nova atividade profissional se quiser ser requisitado.

Portanto, procure realizar um networking para manter contatos qualificados no segmento escolhido, além de se capacitar com uma pós-graduação, uma especialização, MBA, cursos profissionalizantes e o que mais for relevante, lembrando-se de que é preciso mergulhar o mais fundo possível no universo da nova atividade, incorporando-a no cotidiano.

Mudando para a área da qualidade

Qualidade de vida pessoal e profissional é essencial para alcançar a felicidade. Por isso, não tenha receio de mudar, em vez disso, se entusiasme e abrace o novo mercado ciente de que é na prática e no ganho de experiência que o seu novo caminho será pavimentado.

Assim, explore todas as chances que encontrar no mercado, participando de tudo o que estiver ao seu alcance, como: workshops, conferências, mentorias, processos seletivos, além de cursos como o Green e Black Belt da Escola EDTI com muito mais economia nos planos de assinatura.

Toda carreira tem um mundo próprio e, no convívio com outros profissionais, você poderá conquistar gradualmente o seu espaço, em uma nova e empolgante trajetória profissional.

Conclusão

O mercado de trabalho nunca foi tão dinâmico como agora, o que motiva cada vez mais pessoas a trocarem de profissão e, na maioria dos casos, requer uma transição de carreira. Antigamente, era costume escolher uma atividade e se dedicar a ela durante toda a vida profissional.

A evolução tecnológica revolucionou o mercado e as relações de trabalho. Impactou costumes, visões de mundo e a expectativa em relação ao papel das pessoas em suas profissões. As coisas são mais fluidas e por que não dizer, imprevisíveis. Dentro desse cenário, quanto mais aptidões você tiver, melhor será para se posicionar no mercado. Por isso, não deixe de se interessar por coisas novas e se capacitar sempre.

Aproveite o momento para aprender mais e conhecer o método GTD e aumentar a produtividade!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]