A importância da liderança na gestão de projetos

A liderança na gestão de projetos é, em grande parte dos casos, crucial para o êxito de uma iniciativa numa organização. Se faltam objetivos compartilhados entre membros de um grupo, responsável pela conquista de metas, o risco de insucesso é grande.

No cotidiano das empresas, além de pensar em recursos e aspectos técnicos, o gerente de projetos deve refletir sobre relacionamentos. Caso contrário, uma equipe dispersa, sem engajamento e motivação, pode deixar de cumprir os propósitos do negócio.

Veja, em seguida, por que a liderança em gestão de projetos deve ser considerada na implementação de melhorias.

Criação de condições favoráveis para a execução

Os profissionais certificados Yellow Belt, Green Belt e Black Belt lideram projetos, respectivamente, de baixa, média e alta complexidade. Seja qual for a situação, diversos fatores devem ser considerados na realização dos projetos.

Custos, prazos, riscos, conhecimento, aprovações, correções etc. são alguns dos elementos que devem ser levados em conta pelo gerente de projetos. Com tantas variáveis que interferem no resultado da iniciativa, ele deve ter uma equipe focada nas metas.

O gerente precisa conhecer o grupo, influenciá-lo de forma positiva e fazer com que os membros ajam favoravelmente à iniciativa. Numa organização com tradição em gestão de projetos, pode ocorrer de os colaboradores já estarem acostumados com essa metodologia de trabalho.

Porém, quando a empresa inicia uma cultura de projetos de melhoria, a liderança na gestão de projetos é fundamental para conscientizar a equipe. Nesse caso, o gerente ou os “belts”, na metodologia Six Sigma, tem o papel de ser multiplicador da nova forma de trabalhar.

Promoção da coesão do grupo e da redução de conflitos

O exercício da liderança na gestão de projetos está ligado ao desempenho da equipe. Se o líder está presente, tem a confiança dos subordinados e sabe transmitir ideias com clareza, aumenta as chances de sucesso.

Nesse sentido, a liderança situacional, que considera a complexidade das tarefas e a maturidade do colaborador, pode ser muito útil. O líder flexível busca moldar a própria atuação às necessidades do grupo e de cada projeto em particular.

Quando o gerente se comunica com todos os membros da equipe, tira dúvidas e promove a motivação do grupo, reduz as chances de conflitos. Além disso, o gerente deve ter um “radar” eficaz, para identificar possíveis entraves para o projeto ligados a relacionamentos. Dessa forma, o profissional age de maneira antecipada para evitar empecilhos ao êxito das tarefas.

Liderança na gestão de projetos e capacitação

O gerente de projetos tem a função de liderar a equipe e de fazer com que todos entendam e cumpram os requisitos da iniciativa. Logo, o líder deve treinar os subordinados, para que eles consigam executar as tarefas com a devida qualidade.

Se o colaborador não compreende o próprio papel no projeto, pode agir em discordância com os propósitos da empresa. Na implementação de mudanças, o comprometimento dos envolvidos é essencial para a conquista dos resultados esperados pela organização.

Como você pode perceber, a liderança na gestão de projetos deve ser exercida com afinco, para que não haja desvios no foco dos trabalhos. Se você quer aprimorar suas habilidades, para melhorar a condução de equipes, busque qualificação especializada. A obtenção das certificações Green Belt e Black Belt são excelentes oportunidades de aperfeiçoar a liderança de projetos.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.