curso de liderança por que fazer

Curso de Liderança: O que é importante, Como Identificar Minha Necessidade e Decidir Qual o Melhor?

Está em busca de um curso de liderança? Essa pode ser mesmo uma opção interessante para a sua carreira e atuação profissional.

Hoje em dia, é comum que gestores e administradores busquem a capacitação como estratégia para melhor se prepararem para conduzir o trabalho de suas equipes.

E a escolha por um curso de liderança casa bem com esses objetivos, pois a formação conta com um programa de ensino variado, englobando as diversas competências necessárias para se tornar um bom líder.

É importante dizer que nem todo chefe age como líder, pois essa é uma postura que exige preparação e competências específicas (técnicas e comportamentais).

A diferença entre liderança e chefia reside no fato de que o líder executa seu trabalho sempre tendo em mente o que é melhor para sua equipe e para garantir a produtividade da empresa.

É preciso ter pulso firme e muito jogo de cintura para administrar os conflitos da melhor maneira possível, fazendo uma gestão que deixe todos confortáveis para executar suas funções com excelência.

Além disso, um bom líder deve estar preparado e atualizado com as melhores e mais recentes técnicas para garantir que a empresa apresente altos índices de produtividade – sem sacrificar a saúde dos funcionários, claro.

Ainda, precisa ser um exemplo para sua equipe, investindo em capacitações que o permitam trabalhar, produzir e se comunicar com seu time de forma assertiva.

E é nesse contexto que entra um curso de liderança.

Ao longo deste artigo, falaremos mais sobre o papel de um bom líder e da sua formação e habilidades para atingir esse objetivo.

Se o tema interessa, siga a leitura!

o que é preciso para ser um lider

O que é Preciso para Ser um Líder?

A primeira coisa que deve ficar clara é que, para ser um líder, não basta ocupar um cargo de chefia.

Para exercer a liderança de fato, é preciso ser capaz de gerenciar uma equipe de maneira a garantir a sua produtividade e o bom relacionamento entre os membros.

Se faz necessário ter controle de todos os processos sob sua gestão, delegando as atividades sempre que necessário para garantir uma distribuição equilibrada da carga de trabalho.

Um bom gestor deve, ainda, manter uma comunicação clara e assertiva com seus liderados, apresentando os melhores caminhos e ferramentas que vão levar à produtividade.

Confira abaixo, em detalhes, as principais competências necessárias para ser um líder.

Administração de Conflitos

Saber administrar os embates de opinião é parte inevitável do trabalho de quem ocupa um cargo de chefia.

Isso porque as equipes são compostas por pessoas e a regra é que, onde houver gente, haverá conflito.

É preciso ser sensível e firme para avaliar caso a caso, servindo como mediador das brigas e aplicando punições, quando houver excessos.

O líder precisa dar o exemplo a ser seguido, adotando uma postura ponderada e conciliadora, sempre respeitando as opiniões e limites de cada profissional.

Manter um relacionamento próximo da equipe é essencial nesse sentido, certificando-se de sempre estimular o diálogo e propondo treinamentos e dinâmicas para construir laços de confiança entre os membros do time.

Gestão de Pessoas

Nem só de resolver brigas vive um líder, é claro.

É importante lembrar que a administração de conflitos é apenas uma das tarefas que fazem parte do escopo da gestão de pessoas.

Antes de os embates acontecerem, é preciso investir em ações para melhorar o relacionamento entre os colaboradores, agindo preventivamente para evitar desentendimentos.

Da mesma forma, cabe ao líder saber aproveitar o máximo potencial de cada um nas funções que melhor realizam.

Assim, uma boa gestão de pessoas deve ser capaz de implementar processos que deixem claro a expectativa sob o trabalho de cada área da empresa.

É dessa maneira que os profissionais podem desempenhar suas atividades com maior conforto e tranquilidade, já que sabem exatamente onde começam e onde acabam suas funções.

Os clientes também saem ganhando com uma produção mais harmoniosa.

Afinal, se todos estiverem na mesma página, fica mais fácil garantir um atendimento personalizado e uma entrega de qualidade.

Branding Pessoal

De nada adianta se comportar como um bom líder se você não for capaz de se colocar e ser percebido dentro do time também como um bom profissional.

Assim, é essencial que o chefe demonstre para a equipe que é um parceiro e, como tal, está disposto a colocar a mão na massa e ajudar na produção quando for preciso.

O branding pessoal descreve justamente a capacidade de alguém de gerenciar a percepção que os outros têm de si.

O líder precisa fazer isso, trabalhando sua imagem pessoal como uma marca e associando a si mesmo comportamentos e discursos que evoquem respeito e admiração dos seus liderados.

Six Sigma

Six Sigma é uma das metodologias de gestão de qualidade que pode ser aplicada pelo líder para garantir maiores índices de produtividade dentro da empresa.

Também conhecida como Seis Sigma, a proposta é de uma abordagem pragmática à produção, utilizando uma análise dos dados para manter o controle dos erros e promover melhorias.

Para trabalhar com a metodologia, o gestor precisa se capacitar em um curso na modalidade de ensino presencial ou a distância (EAD).

A certificação é conferida em quatro níveis graduais: White Belt, Yellow Belt, Green Belt e Black Belt.

Profissionais certificados a partir do Green Belt estão preparados para liderar grandes projetos com o Six Sigma.

Aqueles certificados com Black Belt, que é a titulação mais avançada, podem também ministrar treinamentos para capacitar outros profissionais.

Lean

Outra forma efetiva de garantir a gestão da qualidade na produção é guiar as ações pelo Lean Thinking – também conhecido no Brasil como Pensamento Lean.

Junto ao Six Sigma, forma o Lean Six Sigma, uma metodologia que encara os processos cotidianos com certo pragmatismo para promover melhorias, identificar e eliminar desperdícios.

Segundo a filosofia Lean, todos os esforços da produção que não geram valor para o cliente são considerados defeitos e por isso precisam ser eliminados.

Ao fim, indica a necessidade de enxugar a produção, descontinuando processos redundantes ou desnecessários como meio de minimizar os desperdícios de recursos – sejam eles insumos ou tempo de trabalho dos funcionários.

Ser um bom líder, portanto, exige conhecer e praticar o Pensamento Lean.

Liderança

Na prática, a liderança é um conceito abstrato que deve responder às demandas específicas dos trabalhadores e também da clientela servida pela empresa.

Existem líderes autoritários, liberais, meritocráticos, paternais, entre outros diversos tipos.

A escolha entre uma abordagem e outra deve partir de uma análise da cultura organizacional da empresa e também do perfil do profissional que vai liderar.

Ainda assim, algumas habilidades e competências devem estar presentes em todos que ocupam um cargo de chefia, independente de qual seja o caminho escolhido.

Um bom líder deve ensinar pelo exemplo, mantendo um canal de comunicação aberto com sua equipe para garantir que vai levar todas as opiniões em conta na hora de promover as transformações.

Empatia, resiliência e inteligência emocional também ajudam a compor um perfil de liderança, assim como a oratória, sobre a qual vamos falar agora.

Oratória

Dentro da equipe, grande parte da comunicação se dá de maneira massificada, ou seja, um gestor falando para diversos colaboradores ao mesmo.

Por isso, parte integrante da liderança é ser capaz de falar bem em público, articulando suas ideias em um discurso contagiante e capaz de enfatizar as partes mais importantes.

O segredo da oratória, porém, não se resume a falar de maneira clara, pois a fala em público segue uma lógica bastante diferente dos diálogos.

Tenha em mente que seu discurso deve ser completo, antecipando-se em responder possíveis dúvidas que possam surgir no público.

Como em qualquer apresentação, é importante manter nesses momentos um ritmo adequado e que prenda a atenção do público até o final.

Produtividade e Gestão do Tempo

A produtividade é uma questão que, sem dúvidas, ocupa a mente da maioria dos líderes.

E a gestão do tempo é uma ferramenta a mais para garanti-la.

Quem gerencia bem o tempo que tem em sua jornada sabe da necessidade de priorizar tarefas e até mesmo delegá-las, caso não seja capaz de entregar dentro do prazo.

Nesse sentido, o líder deve ser novamente um exemplo para a sua equipe, se mostrando capaz de otimizar seu tempo dentro da empresa e não se estendendo em tarefas que não agregam valor ao cliente.

É importante levar sempre em conta que o tempo é o principal recurso dentro da produção –  o único que conta com uma quantidade limitada, definida pela duração do dia útil e das jornadas de trabalho.

habilidades identificação de deficiências

Como Identificar Minhas Habilidades e Deficiências

Antes de escolher um curso de liderança, o primeiro passo deve ser realizar uma autoanálise para identificar qual é sua situação atual.

Isso porque você deve entender bem quais são suas habilidades e deficiências para, a partir disso, buscar os melhores caminhos para melhorar.

A análise SWOT funciona bem nesse sentido, sendo a ferramenta ideal para uma avaliação preliminar.

Ela permite chegar rapidamente à resposta sobre quais pontos atingiram sua excelência e quais ainda exigem melhorias.

A técnica é simples e propõe a construção de uma tabela com quatro quadrantes, nos quais serão distribuídas as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades que podem afetar o dia a dia da produção.

O nome SWOT é, na verdade, uma sigla em inglês que contempla as quatro categorias presentes na análise.

Muito comum dentro da metodologia Six Sigma, o uso dessa ferramenta agrega se houver a participação do máximo número de colaboradores durante seu desenvolvimento.

Assim, o líder pode construir um panorama amplo da organização que conta com a visão de diversos departamentos.

Ou, se preferir, pode também aplicar a SWOT para reconhecer as habilidades a explorar e aquelas em que há espaço para o aperfeiçoamento.

Como o Lean Six Sigma se Relaciona na Liderança da Empresa

Se bem aplicado, o Lean Six Sigma tem um poder gigantesco, capaz de promover transformações dentro e fora da empresa.

Ao usar os dados como fonte para a tomada de decisão, a tendência é que o gestor se torne mais justo e assertivo, já que suas ações são baseadas em fatos concretos e não em especulações ou percepções abstratas.

Porém, se engana quem pensa que o único jeito de promover mudanças dentro de uma organização é com a implicação direta do chefe nas melhorias.

Esse pensamento é consequência do contexto histórico do último século, onde o modelo de liderança autoritário sempre foi regra.

Hoje, escolas de gestão e cursos de liderança falam de diversos tipos de líderes, ressaltando a importância de manter uma gestão mais horizontal, independe de qual seja o seu segmento de mercado.

Em outras palavras, entendemos hoje que o conceito “top-down” de comando e controle entrou em desuso.

Assim, o papel do líder na aplicação do Lean Six não é o de comandar todos os pormenores e sim selecionar e treinar seu time para que ele seja capaz de promover transformações positivas de maneira coletiva e autogerida.

curso de liderança na gestão de equipes

Curso de Liderança para Gestão de Equipes

Nenhum líder existe se não houver um time para ser liderado.

As competências mais importantes para quem ocupa um cargo de chefia são, então, justamente aquelas relacionadas à gestão de equipes.

Por isso, o curso de liderança voltado a essa finalidade é tão importante.

Afinal de contas, o papel do líder começa ainda no processo seletivo.

Mesmo que exista uma área responsável por contratações, ele participa ao desenhar a vaga e colocar os pré-requisitos necessários para que o candidato possa cumprir com as funções do cargo.

É preciso ter sempre em mente a necessidade de montar uma equipe coesa e que trabalhe em uníssono para alcançar um alto desempenho.

Fazem também parte do curso metodologias de administração de conflitos, definição metas de produtividade e modelos de gestão da qualidade, entre outros.

Quem deseja saber mais sobre o assunto pode optar por um treinamento online, como é o caso do curso gratuito do Sebrae.

curso liderança gratis

Curso de Liderança Grátis ou Pago?

A escolha entre um curso gratuito ou um que seja pago é subjetiva e vai depender de várias questões do contexto do aluno.

Em geral, cursos feitos em modalidade de ensino à distância têm mais chances de serem oferecidos gratuitamente do que aqueles presenciais.

Isso porque os gastos da instituição com material didático, espaço de aprendizado e mão de obra é menor já que uma só gravação é capaz de formar infinitas turmas.

Então, se você tiver um orçamento limitado, eles devem ser a primeira opção considerada.

Ainda, é importante pensar sobre qual é a sua necessidade real de uma formação sobre o tema.

Você realmente precisa de um curso de 300 horas ou no momento basta uma tarde de treinamento com um panorama geral do tema?

Uma forma de não errar na hora de escolher e acabar gastando dinheiro em um curso que no fim não é útil para sua realidade é começar com uma opção gratuita.

Assim, você pode ir se familiarizando aos poucos com o tema e, se sentir a necessidade, investir em um segundo treinamento mais aprofundado.

À distância (EAD) ou Presencial, qual o Melhor Curso de Liderança?

O primeiro fator que deve ser levado em consideração na hora de escolher entre um curso presencial e um EAD é o seu dinheiro.

Afinal de contas, endividar-se nunca é o caminho para garantir crescimento profissional.

Como dissemos, os cursos EAD tendem a ser mais baratos do que aqueles presenciais, tanto que alguns até são oferecidos gratuitamente.

Outra diferença entre as duas modalidades reside na flexibilidade do horário para as aulas.

Cursos presenciais têm data e local reservados para cada atividade, um compromisso estabelecido entre o professor e os alunos.

Assim quem se atrasa ou falta acaba perdendo conteúdo e se prejudicando.

Por outro lado, cursos EAD possibilitam que o aluno escolha o melhor horário e local para estudar, permitindo que uma aula seja assistida durante dois ou três dias, conforme sua agenda.

Por fim, quem procura um curso de liderança precisa analisar que tipo de aluno é.

Isso porque algumas pessoas tem dificuldade em se adequar às aulas transmitidas por vídeo, enquanto outros conseguem evoluir muito mais rápido no estudo autoguiado.

Exemplos de Cursos da Escola EDTI

Há 10 anos no mercado capacitando profissionais nos temas de gestão e melhoria de processos, a Escola EDTI tem diversas opções para você que procura um curso de liderança.

Na modalidade presencial, o aluno pode escolher entre as capacitações Green Belt (60h) e Black Belt (80h) – os dois níveis mais avançados do Six Sigma.

Ainda, existe a opção de investir em um treinamento presencial de Lean Manufacturing com 16 horas de aula e um mês de suporte via Skype.

Na modalidade de ensino à distância, são dez opções de cursos para o líder se capacitar.

Dentro da metodologia Six Sigma, são oferecidas as certificações Black Belt e Green Belt, além das duas graduações que antecedem: Yellow Belt e White Belt.

O White Belt é, inclusive, oferecido gratuitamente.

Ainda dentro da metodologia, a escola oferece um curso de Seis Sigma específico para quem trabalha na área da saúde.

A lista com todos os cursos é extensa e diversificada, contando inclusive com um programa de mentoria exclusivo para projetos Lean Six Sigma.

Vale a pena conferir!

Conclusão

A liderança é um tema que tomou as indústrias e o meio corporativo.

Cada vez mais, empresas têm valorizado as competências e habilidades específicas que fazem do profissional que ocupa o cargo de chefia um verdadeiro líder.

É preciso estar sempre atualizado com as melhores metodologias para garantir altos níveis de produtividade, sempre se certificando de proporcionar um ambiente agradável para os trabalhadores.

Afinal de contas, uma produção harmoniosa certamente se traduz em maior qualidade na entrega para o cliente final.

Quem busca investir em capacitações para se tornar um chefe que é também líder, pode escolher dentre os diversos cursos disponíveis hoje no mercado.

Na Escola EDTI, são mais de 10 opções entre cursos presenciais e EAD para que você possa investir no que melhor se adapta a sua realidade.

Entre já em contato para saber mais.