Gestão do conhecimento

Entenda a importância da Gestão do Conhecimento para a sua empresa!

publicado em | atualizado em

Gestão de Conhecimento: De acordo com um estudo feito pela University of Southern California, cada um de nós é diariamente exposto a uma quantidade de conhecimento equivalente a 174 jornais. Dá para imaginar o volume de informações que bombardeiam o nosso dia a dia, de todas as direções?

As transformações constantes nos segmentos políticos, econômicos e sociais impactam diretamente o ambiente dos negócios. Esse fenômeno acaba interferindo na rotina das organizações, o que torna essencial promover a gestão do conhecimento.

Isso significa estruturar todos os dados produzidos, armazenando-os e direcionando-os a fim de permitir uma sintonia melhor entre os setores de uma empresa para que os negócios fluam e tenham espaço para evoluir. E como fazer isso de fato? Primeiramente, entendendo o que é e como gerir todo o conhecimento acumulado na companhia.

E o que é gestão do conhecimento?

E o que é gestão do conhecimento?

Trata-se de um conceito amplo, mas que pode ser traduzido como um processo sistemático que identifica, cria, renova, distribui, usa e gerencia todo o conhecimento estratégico de uma organização corporativa. O conceito inclui uma série de métodos aliados à tecnologia com o intuito de favorecer esse gerenciamento.

Isso também pressupõe o levantamento das competências mais interessantes para possibilitar o melhor funcionamento da empresa. É um conceito relativo a uma abordagem multidisciplinar com a finalidade de alcançar os objetivos da organização praticando o uso do conhecimento da melhor forma.

Qual é o principal objetivo da gestão do conhecimento?

Qual é o principal objetivo da gestão do conhecimento?

Quando aplicado nas organizações, o objetivo da gestão do conhecimento é promover a integração entre as pessoas, as práticas, as ferramentas e os processos para melhorar o desempenho da empresa como um todo. Com isso, é possível otimizar a busca de soluções para os problemas.

Por outro lado, essas soluções deixam de ser elaboradas do zero e com o tempo acontecem intuitivamente, sem que os envolvidos percebam. Esse entendimento parte do pressuposto de que aprendemos com os erros, então, ao levar esse fator em consideração, os erros são gerenciados e usados em decisões futuras, baseados em experiências vividas anteriormente. 

Importância da gestão do conhecimento para as empresas

Sua importância reside no favorecimento da organização por intermédio da expertise conquistada com o conhecimento absorvido do ambiente no seu entorno. Isso inclui a experiência adquirida com as inovações tecnológicas, os resultados da concorrência, as influências culturais internas e externas, entre outras.

Considerando que esse tipo de gestão está voltada às condições organizacionais, ela pode ampliar a vantagem competitiva da empresa, reduzir custos com planejamento e desenvolvimento. Assim, torna-se mais viável gerar novos modelos de negócio com um aproveitamento mais aprimorado do capital intelectual e humano da companhia. Isso porque quando se dá a devida importância às pessoas, aumenta-se a retenção das informações por elas geradas.

É importante compreender que a interação entre as pessoas proporciona melhor aperfeiçoamento pessoal e social. Dessa forma, há geração de senso de pertencimento e confiança, que são imprescindíveis para o sentimento de segurança dos colaboradores no ambiente de trabalho. Então, empresas que adotam a gestão do conhecimento entendem esses momentos de interação como horas produtivas, afinal, são essas trocas que acabam produzindo ideias criativas, que resultam em sucesso para os negócios, além de refinar as potencialidades das equipes.

Toda vez que o conhecimento gerado dentro da empresa é revisitado, isso cria um ambiente estimulante e, assim, os colaboradores se sentem motivados a compartilhar o que sabem. O ato de analisar dados e informações estruturadas fomenta o surgimento de oportunidades e otimização e, com isso, os resultados da empresa podem escalar.

Etapas da gestão do conhecimento

Para implementar a gestão do conhecimento, algumas etapas são necessárias, como as que descreveremos brevemente a seguir:

Diagnóstico

A primeira etapa antes de implementar a gestão do conhecimento é analisar como está a maturidade do seu empreendimento. Essa análise requer o uso de alguns critérios envolvendo pessoas, lideranças, processos, tecnologia e resultados, aprendizado e inovação.

Com base nesses elementos avalia-se a capacidade que a organização dispõe de enfrentar os desafios impostos pelo mercado no sentido de direcionar o conhecimento, treinar os colaboradores, estimular um ambiente colaborativo, usar a tecnologia, compartilhar o conhecimento e outros.

Planejamento

Vencida a etapa anterior, chega a hora de determinar qual é a visão e os objetivos, bem como as estratégias a serem adotadas dentro do plano. Assim sendo, é necessário identificar e priorizar as melhores ações a serem adotadas, tanto de forma individual, quanto em equipe e nos ambientes externo e interno.

É também o momento de decidir quem são os responsáveis pela gestão do projeto e quais as ações a serem usadas para praticar a gestão do conhecimento. Vale reforçar que essas ações devem ser alinhadas aos elementos apontados na etapa de diagnóstico.

Teste

Com a avaliação feita e o plano traçado, é o momento de efetivamente colocar em prática, por meio de um projeto piloto, a fim de avaliar a eficácia do planejamento formulado. É dessa maneira que se pode colher informações relevantes para melhorar o projeto final.

Trata-se, portanto, de uma etapa com escopo de aprendizagem para avaliar os elementos que dão bons resultados e os que podem ser descartados ou modificados. Com isso, é possível minimizar as falhas e ampliar a aplicação do sistema de gestão do conhecimento.

Implementação

Agora é hora de discutir as condições importantes que geraram bons resultados ao longo da execução do planejamento da gestão do conhecimento. A partir disso são elaboradas as soluções para os pontos mais resistentes, desenvolvendo ações de avaliação contínua dos resultados atingidos. Essas estratégias podem seguir o seguinte roteiro:

  • Estabelecer os indicadores de sucesso para o projeto
  • Implementar um plano de comunicação da gestão do conhecimento;
  • Definir um plano de recompensa;
  • Implantar um sistema de avaliação e monitoramento da proposta;
  • Usar os resultados para melhorar o processo.

Conclusão

Hoje as empresas estão promovendo mais integração em seus ambientes corporativos e valorizando o conhecimento produzido e compartilhado pelas pessoas envolvidas. Os empresários finalmente estão percebendo os benefícios de ações como essas e como elas produzem bons resultados. E isso é consequência da importância conquistada pelos ativos intangíveis. Então, não fique de fora e seja mais um a investir na implementação da gestão do conhecimento na sua empresa.

E então, o que você achou dessa matéria? Se gostou, continue com a gente e saiba mais sobre os temas atuais do universo corporativo e seus métodos de gestão. Conheça a técnica Planning Poker e saiba como utilizá-la!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]