Lean Product Development

Lean Product Development: Aprenda sobre as vantagens e as características desse método

publicado em | atualizado em

Na atualidade, trabalhar dentro das empresas costuma ser sinônimo de contato direto com o sistema Lean de produção e, consequentemente, com o Lean Product Development.

Afinal, esse que é um dos maiores métodos produtivos do mundo tem o histórico de revolucionar as empresas nas quais é aplicado, trazendo benefícios notáveis nos processos da companhia e no aumento da produtividade.

Justamente por ser uma metodologia tão vantajosa, o Lean também é alvo de diversos estudos ao redor do globo.

Nesse cenário, diversas especificidades e características especiais foram adicionadas a ele, adaptando-o para os mais variados contextos e empresas.

Sabendo disso, aqui neste artigo trataremos sobre o Lean Product Development, uma metodologia que tem crescido bastante, juntamente com os seus resultados. Acompanhe mais abaixo e conheça tudo sobre ela! Boa leitura!

O que é o Lean Product Development?

O que é o Lean Product Development?

O Lean Product Development ou simplesmente LPD pode ser definido como uma técnica que faz uso dos pilares do Lean para ajudar no desenvolvimento de produtos.

Com base nos princípios “enxutos”, ele visa tornar as metodologias de produção mais ágeis e consequentemente mais lucrativas. A principal aplicação dessa técnica costuma ser dentro do setor automobilístico, no qual, o número de processos para a construção de um item costuma ser gigantesco.

Além disso, por trabalhar justamente na área de montagem de carros, o método se baseia bastante na Toyota, empresa de referência quando o assunto é produtividade grande, rápida e eficiente.

Breve Histórico

Breve Histórico

Como citamos anteriormente, a história do Lean Product Development está diretamente relacionada ao famoso Sistema Toyota de Produção.

Costuma-se creditar a criação do método a Eiji Toyoda e Taiichi Ohno. Porém, ele só se tornou de fato popular após a publicação do livro The Machine that Changed the World – The Story of Lean Production, que foi escrito por James P. Womack, Daniel T. Jones e Daniel Roos.

O início dos trabalhos da Toyota, aconteceu por volta de 1950. No entanto, os grandes feitos da empresa foram divulgados apenas em 1991, por meio do famoso livro The Machine that Changed the World.

Nesse cenário, acredita-se que as primeiras aplicações do Lean Product Development acontecerem ainda nos anos 90. No entanto, o método começou a se tornar famoso entre os gestores, líderes e profissionais da área de processos a partir dos anos 2000.

Vantagens e Desvantagens da Aplicação do Lean Product Development

Como você pode perceber, o Lean Product Development já é um grande case de sucesso nas empresas ao redor do mundo.

Nesse cenário, é evidente que as vantagens trazidas por ele para as linhas de produção são gigantescas. No entanto, a aplicação do método também pode ter alguns pontos negativos.

Sendo assim, confira abaixo as vantagens e desvantagens do LPD dentro das empresas:

Vantagens

Falar sobre as vantagens do Lean Product Development é sinônimo de citar uma empresa mais rápida e efetiva.

  • Agilidade nos processos produtivos;
  • Aumento da produtividade;
  • Consequente aumento do lucro;
  • Maior controle dos processos da empresa;
  • Implementação de um sistema de melhoria contínua.

Desvantagens

Já as desvantagens do LPD são direcionadas a uma maior demanda de produção para a manutenção do método dentro da empresa.

  • Gasto inicial para aplicação do novo projeto;
  • Necessidade de constante análise sobre a eficácia do LPD;
  • Possíveis cortes indevidos nos processos, prejudicando a produção da empresa.

Metodologia ágil vs Lean Product Development

As metodologias ágeis podem ser definidas como uma série de técnicas de produção que quando unidas tornam a empresa mais rápida e efetiva.

Nesse sentido, costumam ser bastante usadas dentro das companhias que precisam melhorar a produtividade e diminuir o desperdício.

O Lean, por sua vez, é uma das metodologias ágeis mais conhecidas do mundo. Seu uso é feito em organizações de todos os ramos e segmentos, trazendo resultados positivos tanto para as áreas operacionais quanto para as administrativas.

Por esse motivo, o LPD e as metodologias ágeis não precisam ser encarados como oponentes.

Afinal, os seus objetivos são similares, focando sempre no desenvolvimento da companhia. Sendo assim, utilizá-los de maneira conjunta pode ser uma ótima maneira de tornar todo o trabalho da companhia mais eficaz, rápido e efetivo.

Princípios do Lean Product Development

Como citamos anteriormente, o LPD é um formato de produção que visa tornar o desenvolvimento de produtos mais ágil e eficiente. Nesse sentido, ele se baseia em 5 pilares para a aplicação de atividades dentro da empresa. Confira!

1. Agregar valor aos clientes

O primeiro princípio do Lean Product Development inclui, basicamente, tornar o produto o mais satisfatório possível para o cliente. Ou seja, criar um item que atenda a todas as necessidades do consumidor, deixando-o 100% satisfeito.

Para que essa tarefa se torne efetiva tem-se foco total na redução de desperdícios, tanto de material quanto de tempo. Assim, utiliza-se os “resíduos” para melhorar ainda mais a performance dos colaboradores e o resultado final no produto.

2. Identificar o fluxo de valor

O fluxo de valor pode ser definido como as etapas necessárias para a criação do produto. Nesse sentido, sabendo quais são todos os processos, se torna muito mais simples aprimorá-los e torná-los mais enxutos.

Para essa fase é bacana realizar a criação de um mapa de fluxo de valor. Através dele será possível entender a empresa de maneira visual. Além disso, esse documento depois se torna uma ferramenta bem legal para consulta e tomada de decisão.

3. Simplificar o processo de criação de valor

Criar valor é, em linhas gerais, realizar atividades que tornarão o produto melhor para o cliente.

Para isso são necessárias várias etapas de produção, o que muitas vezes gera erros e falhas de comunicação. Por esse motivo o LPD indica que esse processo deve ser encurtado, de modo que todos os envolvidos participem de todas as etapas.

Com isso, os ruídos nas conversas serão diminuídos e, consequentemente, os problemas também serão reduzidos.

4. Treinar a sua equipe

Uma equipe bem treinada produzirá mais, melhor e em menos tempo. Essa é uma das principais premissas não apenas do LPD, mas do Lean como um todo.

Por esse motivo, ao começar a aplicação desse método é muito importante que a empresa forneça capacitação a seus colaboradores, por meio de cursos, reuniões, palestras e todas as outras ferramentas que forem úteis nesse processo.

5. Promover a melhoria contínua

Trabalhar com o Lean Product Development é sinônimo de mudança constante. Afinal, essa ferramenta exige que a companhia esteja sempre em constante adaptação, de modo que se torne cada vez melhor a seus clientes.

Nesse sentido é fundamental estabelecer um processo de análise, o qual resultará em sugestões para melhoria contínua.

A partir disso a empresa se tornará mais eficaz e efetiva, contando com o apoio de seus funcionários e agradando cada vez mais seus consumidores.

Fases da transformação Lean

Como citamos anteriormente, quando o Lean é trazido para uma empresa os seus resultados podem ser percebidos de maneira grandiosa. Afinal, ele possibilita além de uma melhor produção, também a redução de desperdícios, que em seu estágio final sempre resulta em maior lucro.

Nesse sentido, ao ser aplicada na prática essa metodologia acarreta uma verdadeira transformação nas companhias. O processo que revoluciona todos os setores e visões de gestão pode ser descrito em 8 passos:

  1. Avaliação;
  2. Início;
  3. Capacitação e ferramentas;
  4. Trabalho contínuo por meio de um único serviço;
  5. Análise e otimização;
  6. Trabalho por meio de serviços conectados;
  7. Estabelecimento de métodos de organização;
  8. Melhoria contínua.

E aí, gostou de saber mais sobre o Lean Product Development? Se sim, continue acompanhando o nosso blog e descubra mais sobre temas que transformarão a sua empresa em um verdadeiro case de sucesso!

[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]