Metodologia

Saiba como uma metodologia adequada pode auxiliar no desenvolvimento da sua carreira!

publicado em | atualizado em

Todos nós sempre ouvimos dizer que é preciso empregar métodos eficientes quando pretendemos realizar algum projeto, não é mesmo? É aí que uma metodologia entra como recurso útil para estruturar e organizar o caminho necessário para se atingir um objetivo específico.

Conforme já introduzimos, essas metodologias podem ser usadas em tudo, inclusive nos ambientes corporativos e fabris, onde já foram criadas diversas dessas modalidades, que se mostraram revolucionárias e extremamente eficientes, como a Metodologia Lean, por exemplo.

Neste post, falaremos um pouco mais amplamente sobre o tema Metodologia e, depois, descreveremos, brevemente, algumas das mais usadas nas empresas. Acompanhe o texto e boa leitura!

O que é Metodologia e para que serve?

O que é Metodologia e para que serve?

Seu significado vem do latim “methodus”: “caminho para realizar algo”. Método, portanto, nada mais é senão o processo necessário para alcançar um fim ou chegar ao conhecimento de algo. Metodologia, então, serve como forma de se trabalhar os melhores métodos para serem praticados em determinados campos a fim de produzir algum tipo de conhecimento.

Metodologia e Método científico

Metodologia e Método científico

Como se faz uma metodologia? A metodologia é feita por meio de análise, coleta de dados, descrevendo a estratégia geral de uma pesquisa. O estudo deve selecionar quais métodos são necessários para empreender uma pesquisa com a finalidade de gerar dados convincentes.

E quais são os tipos de metodologia? Suas diversas modalidades são aplicadas em variados ramos como projetos de pesquisa, ensino, ciência, engenharia, direito, carreira, ambientes corporativos, chão de fábrica e muitos outros segmentos.

Método científico

Nesse campo, a metodologia atua como uma ferramenta de que os cientistas dispõem para conduzir uma pesquisa de maneira estruturada, com qualidade, a fim de produzir resultados palpáveis e convincentes. Para tanto, é preciso seguir uma série de normas técnicas para que o estudo assuma um caráter científico genuíno, assim como os meios para sua realização e o objetivo a ser atingido.

Dentro do seu processo, é necessário aplicar atividades relativas à elaboração de conteúdo com respostas a questões baseadas em tópicos, etapas, situações, ideias e projeções.

Quais são os tipos de Metodologia para aumento de produtividade?

Já sabemos que a metodologia é útil para ditar a abordagem mais correta durante a resolução de um problema. Por isso, as situações reais e práticas do dia a dia das empresas se beneficiam e muito no aspecto da produtividade, quando optam por uma dessas abordagens. Vejamos algumas muito usadas em fábricas e ambientes corporativos:

Metodologia Lean

Durante bastante tempo, a estrutura empresarial desenvolvida por Ford dominou a cena das fábricas: trabalho repetitivo, produção em massa e longas linhas de montagem, que já estão se tornando ultrapassadas. As recentes mudanças nos hábitos de consumo, associadas à presença da tecnologia nas rotinas diárias, criou um novo jeito de viver.

Com isso, as empresas precisaram reorganizar suas atividades para acompanhar o novo modo de vida das pessoas e, assim, manterem-se competitivas em um mercado cada dia mais inovador. Nesse contexto, a Toyota, montadora de veículos japonesa, criou a Metodologia Lean, que consiste no processo de enxugar e eliminar os desperdícios o máximo possível.

Isso é empregado em tudo: matéria-prima, elementos organizacionais, quantidade de colaboradores, espaço físico e processos. A ideia é eliminar os excessos para potencializar os resultados. A metodologia ganhou espaço em praticamente todos os tipos de negócio, incluindo agências de comunicação.

Metodologia Ágil

Trata-se de uma metodologia voltada à proposta de alternativas para a gestão de projetos feita de maneira tradicional. Sua função é aperfeiçoar o processo de desenvolvimento de um serviço ou um produto. A finalidade é entregar com rapidez e maior frequência, de acordo com o surgimento de necessidades dos clientes.

Essa metodologia é originalmente usada no ramo de TI. Contudo, tem se estendido além desse segmento em virtude de seu caráter inovador na gestão de projetos, demonstrando capacidade de incremento em interações, eficiência em processos e agilidade no fluxo de trabalho.

Metodologia SMART

É fundamental traçar metas nas empresas para que a produtividade seja alcançada, atingindo melhores resultados para os negócios. Considerando essas questões, temos esse método para definição de metas, baseadas em 5 fatores: S (específica), M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal).

Todavia, é necessário ter bastante cautela ao aplicar as metas SMART. Essa ressalva é oportuna, já que essas metas devem servir como estímulo do esforço e não o contrário. Nesse sentido, primeiro é essencial entender corretamente os 5 fatores para, depois, aplicar a abordagem da melhor forma.

Vantagens do uso de uma boa metodologia!

Veja todos os benefícios ao seguir alguma metodologia eficaz.

Possibilidade de aplicar critérios claros de priorização

Ao usar uma metodologia específica, o gestor pode guiar suas decisões com o suporte de conceitos e características relevantes. Isso porque, hierarquizar os projetos da empresa de maneira arbitrária, com fundamento em “intuições”, não costuma ser garantia de retorno positivo. Nesse sentido, a tomada de decisões deve ser compartilhada e nunca depender de um único colaborador, afinal, se ele sai da companhia, essa capacidade de decisão se perde.

Ao elaborar critérios de priorização nas metodologias de gestão de projetos, torna-se possível documentar e conservar esses mecanismos, ainda que não haja um responsável específico.

Agilizar a tomada de decisão

O tempo que se leva para analisar algumas ações, muitas vezes, é demasiadamente longo e nem sempre é usado de forma produtiva ou racional. Assim, quando se estabelece alguns critérios mais específicos, priorizando determinados pontos, isso sintetiza o trabalho de análise e agiliza a tomada de decisões. O resultado é uma atuação mais rápida, que evita a perda de prazos e oportunidades.

Melhoria do foco

Grandes listas de projetos tendem a ofuscar a real importância de alguns, já que, muitos podem parecer importantes e isso atrapalha o trabalho de priorização. Esse tipo de circunstância, pode atrasar o andamento da produtividade e levar a equipe a cumprir cronogramas de menor relevância.

Para resolver essa questão, é necessário que a metodologia escolhida reflita os objetivos traçados pela empresa em sua totalidade. Se a companhia opta pela agilidade, espera-se que o topo da lista seja dado aos projetos com expectativa de conclusão mais rápida.

Conclusão

Desde que se começou a criar métodos e fórmulas para produzir mais e melhor, o mundo corporativo passou por diversas transformações. A maioria delas deriva das mudanças propagadas pelo próprio consumidor. As pessoas estão adotando uma postura cada vez mais orientada para uma forma de consumo mais humana e conectada com as reais necessidades, que inclui bem-estar e respeito ao meio ambiente. O meio corporativo, então, caminha na mesma direção, implementando métodos mais enxutos, práticos e humanizados.

Aproveite que você está se familiarizando com os tipos de metodologias, conheça o Kanban e aprenda tudo sobre essa ferramenta!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]