sprint

Você sabe como funciona a Sprint? Aprenda tudo nesse artigo!

publicado em | atualizado em

Você já ouviu falar em Sprint?

Importado do mundo dos esportes, o termo foi adaptado para a produção com um significado parecido: ele define uma corrida de velocidade com curta trajetória e uma meta de tempo a ser batida.

Continue lendo para saber mais como você também pode correr com seus projetos e garantir alto padrão de qualidade.

O que é uma Sprint?

O que é uma Sprint?

Dentro dos Jogos Olímpicos, Sprint é aquela modalidade de corrida onde os competidores precisam correr um curto trajeto com foco na velocidade. Foi essa prova que consagrou o recordista Usain Bolt.

Quando emprestado para o ambiente corporativo, o termo manteve um significado parecido com o original.

Aqui, Sprint define um ciclo de trabalho desenvolvido dentro de um projeto Scrum que busca otimizar um produto ou processo de maneira ágil, garantindo mais valor agregado ao resultado final.

Geralmente, o Scrum é dividido em várias Sprints que servem como blocos temáticos para o trabalho.

É comum que cada uma dessas fases tenha um objetivo e metas específicos, garantindo maior organização para o projeto. A intenção é programar para que as etapas sejam realizadas de maneira consecutiva, uma após a outra.

Como planejar uma Sprint?

Como planejar uma Sprint?

Em um primeiro momento, organizar uma Sprint pode até parecer complicado e trabalhoso. Mas, você vai ver que a técnica aparece para facilitar o trabalho da gestão.

Primeiro, podemos partir dos requisitos do modelo Scrum, no qual suas Sprints estarão inseridas.

Para o desenvolvimento do projeto, será necessário nomear um Product Owner – indivíduo responsável por maximizar o valor do produto –, um Scrum Master – atua como gerente do projeto e facilitador das atividades – e, por fim, um time de desenvolvimento para realizar as ações.

Definidas as funções de cada profissional dentro do Scrum, podemos avançar e definir as Sprints a partir de quatro momentos:

  • Planning: a Sprint Planning é uma reunião de planejamento onde os itens listados no Product Backlog serão avaliados e uma lista de requisitos finais será elaborada;
  • Backlog: na Sprint Backlog ocorre a organização das ações necessárias para atingir o objetivo final, ranqueando cada atividade de acordo com as prioridades avaliadas pelo Product Owner;
  • Review: Sprint Review é o momento para uma primeira revisão junto ao cliente ou Product Owner para avaliar os resultados das Sprints conforme são concluídas;
  • Sprint Retrospective: finalizadas todas as ações e com o produto entregue, o Scrum Master precisa separar um momento para rever tudo o que deu certo e o que deu errado, apresentando feedbacks específicos para cada profissional.

Quais os benefícios da realização da Sprint?

A primeira vantagem de realizar Sprints com certeza é a maior organização que o método proporciona para o trabalho, já que parte do planejamento para desenhar as atividades necessárias.

A sua realização depende de reuniões periódicas de planejamento e revisão, incentivando assim uma melhoria geral na comunicação da empresa.

Os profissionais, por sua vez alinhados às demandas do trabalho, sentem-se mais engajados com o projeto por entenderem a importância de sua contribuição para o todo.

Por fim, toda essa organização e engajamento se traduzem em maior flexibilidade para a empresa que consegue alterar suas prioridades para agir de acordo com as necessidades reais da clientela.

Quanto tempo dura uma Sprint?

A principal característica da Sprint é que ela já nasce com um prazo máximo para sua realização. Lembre-se que o objetivo aqui é ser o mais ágil possível.

Por isso, os guias de Scrum recomendam um time-boxed (tempo máximo) de aproximadamente um mês.

Como medir seus resultados?

Todo bom planejamento parte da identificação da situação-problema e definição de índices que possam ser utilizados para medir o resultado dos seus Sprints.

Existem dois momentos para mensuração de resultados dentro do desenvolvimento de um projeto: Review e Retrospective.

O primeiro surge durante o desenvolvimento como forma de revisar o que foi feito até o momento, medir a eficácia e propor alterações para dali em diante.

A retrospectiva aparece depois da entrega final e serve para avaliar se o processo agregou valor ao produto e se a performance individual de cada profissional foi satisfatória.

Quando devemos aplicar metodologias ágeis?

O uso de metodologias ágeis como a Sprint pode ser bastante útil em diversos processos.

Diferente dos métodos preditivos, aqui o trabalho é fragmentado em partes menores para que os resultados possam ser acompanhados em tempo real.

Por isso, ele é ideal para momentos em que se precisa de resultados rápidos para encontrar o melhor caminho a partir da tentativa e erro.

Essa dinâmica faz com que as inconformidades também sejam menos prevalentes, o que faz da Sprint uma ferramenta ideal para garantir também qualidade nas entregas.

Conclusão

Dentro das estratégias Scrum, a Sprint pode ser uma ótima ferramenta para garantir bons resultados com agilidade.

Seu modelo de trabalho parte do planejamento e garante um processo claro e equilibrado, onde todos têm consciência de sua parte.

Além disso, o objetivo final de agregar valor ao produto está sempre presente por meio das contribuições do Product Owner.

Para saber mais sobre a Sprint e conhecer outras metodologias úteis, continue acompanhando nosso blog!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]