o que é o lean healthcare

Curso Lean Seis Sigma Healthcare Para Aumentar os Resultados com a Gestão Hospitalar

Quem passa por um curso de Lean Healthcare se especializa na implementação de melhorias em uma área que nunca vai deixar de ser importante: a saúde.

É um campo que, apesar de sua inegável importância, tende a enfrentar cada vez mais desafios no mundo atual.

Um deles é o envelhecimento da população, que países desenvolvidos já encaram há algum tempo, mas agora, com o avanço da medicina, do acesso à informação e das condições básicas de saneamento mundo afora, vem se tornando realidade em todo o globo.

Para se ter uma ideia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um entre cada quatro brasileiros terá mais de 65 anos em 2060. Isso quer dizer que a população idosa no Brasil saltará dos atuais 9,2% para 25%.

A consequência disso é que haverá maior demanda pelos serviços de saúde no país.

Desse modo, se a oferta no setor não for qualificando, impactando positivamente os atendimentos, a tendência é de enfrentarmos problemas diversos.

Porque outro grande desafio da área da saúde é que os governos têm dificuldade para sustentar um sistema público eficiente, ao mesmo tempo em que a população, com o desemprego crescente, não consegue pagar por serviços privados.

Para completar, o atendimento aos pacientes é frequentemente alvo de críticas e insatisfações, principalmente por conta da lentidão com que os processos caminham.

É aí que entram os ensinamentos trazidos pelo curso Lean Healthcare.

As práticas ajudam a reduzir os desperdícios e atividades que não agregam valor à cadeia de produtos e serviços da saúde.

A ideia é que, com os processos adequados e um bom modelo de gestão, seja possível proporcionar aos pacientes um atendimento ágil, sem perder a qualidade e, também muito importante: sem um custo abusivo.

Ou seja, tudo o que o setor da saúde precisa para encarar os desafios de que falamos aqui.

É por isso que o profissional formado em um curso de Lean Healthcare é – e será mais ainda – muito valorizado pelo mercado.

Quer entender melhor o que quer dizer essa área e como se especializar no campo?

Siga a leitura!

o que é o sistema Lean healthcare

O que é o Sistema Lean Healthcare?

Lean Healthcare é um sistema em que a filosofia da gestão Lean é aplicada na área da saúde, com o objetivo de melhorar a experiência do paciente, proporcionando a ele o melhor atendimento possível a partir da melhoria na eficiência dos processos.

Para que você consiga entender quais são os mecanismos pelos quais o Lean Healthcare atinge esses objetivos, precisamos explicar o que é a tal mentalidade Lean, que pode ser traduzida como “enxuta”.

Ela surgiu a partir do que chamamos de Lean Manufacturing, ou Sistema Toyota de Produção. É uma metodologia criada na montadora japonesa de automóveis no pós-guerra.

O Japão, um dos derrotados na Segunda Guerra Mundial, tinha o desafio de reconstruir sua economia.

Para isso, precisava de um novo modelo de gestão na indústria, que possibilitasse produzir um produto de qualidade, porém com muito mais eficiência.

Com a eficiência, o sistema de produção da Toyota possibilita um estoque baixo e fluxo de caixa curto.

Assim, é possível lançar ao mercado produtos de qualidade com preços competitivos, o que faz com que as mercadorias vendam bem e raramente fiquem paradas.

O principal mecanismo para alcançar esses resultados é a redução de desperdícios.

No sistema original da Toyota, falava-se em sete desperdícios. Hoje, os autores que escrevem sobre Lean Manufacturing elencam oito:

  1. Desperdício no transporte (pessoas e objetos sendo transportados além do necessário)
  2. Desperdício no estoque (mercadoria parada, sem gerar receitas)
  3. Desperdício na movimentação (funcionários que precisam caminhar demais entre os setores)
  4. Desperdício na espera (processos travados e profissionais ociosos)
  5. Desperdício na produção (produção excessiva, acima da demanda da empresa)
  6. Desperdício no processamento (processos que não agregam valor para o cliente)
  7. Desperdício nos defeitos (produtos defeituosos geram retrabalho)
  8. Desperdício de habilidades (colaboradores com capacidades que não são aproveitadas na empresa).

Quando falamos em Lean Manufacturing, nos referimos ao setor industrial.

Mas à medida que os conceitos da produção da Toyota passaram a ser conhecidos no mundo todo, começou-se a aplicar algumas das ideias em outras áreas, como o setor de serviços.

Assim surgiu o Lean Healthcare, quando alguns hospitais passaram a experimentar modelos de gestão enxutos para atender com mais agilidade seus pacientes.

benefício da metodologia lean

Qual o Benefício da Metodologia Lean na Área da Saúde?

Agora, vamos falar mais detalhadamente sobre os benefícios de aplicar a metodologia que é aprendida no curso Lean Healthcare.

Mais segurança para o paciente

O primeiro e mais importante é o aumento na segurança do paciente.

Temos que deixar isso claro desde o início, porque há pessoas que confundem o combate ao desperdício com práticas que aumentam a eficiência do serviço prestado a partir de cortes em processos essenciais para a qualidade.

Em todos os campos em que a filosofia Lean é aplicada, é diferente.

A redução e eliminação de desperdícios só existe dentro de uma premissa de busca pela melhoria contínua.

As necessidades do cliente nunca deixam de ser o foco central da atividade, seja ela qual for.

Os serviços prestados, portanto, tendem a melhorar, pois o aluno do curso de Lean Healthcare aprende várias técnicas desenvolvidas para atingir os dois objetivos: o aumento na eficiência e também na satisfação dos pacientes.

Vale lembrar que as métricas e indicadores são parte muito importante.

Sem elas, não é possível fazer uma gestão da qualidade confiável.

Resumindo, a conclusão de que o serviço prestado melhorou ou piorou é amparada em dados, não em percepção subjetiva.

Mais agilidade no atendimento

O segundo benefício é que os processos ficam muito mais ágeis, o que se faz notar facilmente pela velocidade no atendimento aos pacientes – lembrando que a demora nessa área é uma reclamação muito comum.

Perde-se muito tempo em salas de espera e entre atendimentos e exames que poderiam ser muito mais ágeis.

São horas produtivas que nunca mais vão ser recuperadas.

Sem contar a triste realidade da saúde pública, com longas filas de espera para procedimentos cirúrgicos e filas de fato, que lotam corredores de hospitais, para atendimento médico (às vezes, de urgência).

Redução de custos

Temos também a redução de custos, é claro.

Como já falamos, ela não deve ser o objetivo principal, caso contrário pode ter um impacto negativo na qualidade do serviço prestado.

Antes disso, preocupa-se com a qualidade, redução de desperdícios e criação de processos de melhoria contínua.

O que acontece é que essa fórmula, invariavelmente, resulta em menos custos para as empresas e órgãos públicos da saúde.

Afinal, produtividade é exatamente isso: fazer mais com menos.

O ideal é que o fato de o custo ter caído se reflita em preços menores para quem procura os serviços.

É nesse ponto que a lógica do livre mercado pode ser aplicada na saúde de forma positiva: com os agentes tentando se destacar da concorrência pelo preço baixo sem abrir mão da qualidade.

Atendimento mais humano

Por fim, vale desmistificar uma ideia equivocada que alguns podem ter quanto à filosofia Lean.

Ao contrário do que você pode supor, a mentalidade enxuta de redução de desperdícios não visa transformar os colaboradores em robôs.

A produtividade é aumentada não com maior pressão e controle sobre os colaboradores, mas sim com práticas de gestão mais inteligentes e uma organização de processos que torne o trabalho naturalmente mais ágil e eficiente.

Assim, pode acabar acontecendo o contrário do que se temia.

Ou seja, quando os profissionais da saúde estão menos estressados (já que não há tanto retrabalho, movimentos desnecessários, falta de organização, etc.) e mais conscientes de suas atividades, a tendência é que possam se concentrar melhor em oferecer um atendimento de primeira.

Por que um Curso Lean Healthcare Online (EAD)?

A Escola EDTI é referência nacional em cursos que capacitam, treinam e orientam equipes em atividades de melhoria, para que sejam capazes de desenvolver processos de inovação e analisar dados para subsidiar decisões de negócios.

Atualmente, seu catálogo já conta com um curso de Lean Healthcare. Ele acontece, porém, de modo presencial (das 60 horas de carga horária, são 40 presenciais e 20 de projeto simulado).

A novidade, agora, é oferecer o curso de Lean Healthcare na modalidade de ensino a distância (EAD), o que torna a formação muito mais acessível para a maior parte do público.

Essa alternativa aos cursos presenciais tem crescido bastante nos últimos anos, e especialmente no Brasil, um país de dimensões continentais.

Com tecnologias mais difundidas que nunca, ficou fácil para qualquer um se matricular em um curso EAD e aprender conteúdos que antes não seria possível estudar na sua região, devido à longa distância até a instituição de ensino mais próxima que oferece a formação.

Além de serem mais acessíveis pela derrubada das barreiras geográficas, disponibilizar o curso Lean Healthcare ou qualquer outro na modalidade online traz outras vantagens para o aluno.

Como a total flexibilidade para assistir às aulas quando e onde quiser ou puder.

No modelo presencial, as faltas são frequentes por conta de inúmeros compromissos importantes que podem surgir bem no dia da aula.

No ensino a distância, isso não é problema.

Se alguém só tem o fim de semana para estudar, pode fazer uma maratona. Se prefere estudar um pouquinho em cada dia, depois que chega do trabalho, nada impede de o fazer.

Outro benefício dos cursos EAD é que o aluno assume um protagonismo maior nesse modelo, diferente da postura um pouco mais passiva, comum nas aulas presenciais expositivas – embora a Escola EDTI procure planejar cursos em um formato dinâmico.

Essa característica é ótima por dois motivos principais: aumenta a retenção do conteúdo e também o interesse e engajamento do aluno pelas aulas.

Além disso, ajuda a desenvolver a autodisciplina, uma soft skill extremamente valorizada no mercado de trabalho atual.

Os alunos também terão à disposição uma aula mais elaborada, já que, em vez de gastarem seu tempo com horas-aula presenciais, os professores se concentram mais em preparar um conteúdo eficiente e objetivo, sem perder a qualidade.

Por fim, não poderíamos deixar de mencionar o custo reduzido.

Em um curso online, não é preciso investir em um espaço físico e em mais profissionais. Também a mesma aula é dada apenas uma vez, quando gravada para depois ficar disponível para todos os alunos.

Tudo isso se reflete no valor do investimento, o que é um convite para confirmar a inscrição.

Sem contar que o aluno não precisa gastar dinheiro com transporte até o local do curso.

Depoimentos de Quem já fez Nossos Cursos

Quer saber o que pode esperar do conteúdo e da qualidade do curso Lean Healthcare da Escola EDTI?

Confira, abaixo, os depoimentos de alguns profissionais que passaram pela formação.

“A Escola EDTI apresentou alto profissionalismo, com material objetivo e de qualidade e instrutor capacitado e didático, resultando em um curso transformador. Com o curso pude desenvolver um olhar mais preciso sobre as situações do meu trabalho com o desenvolvimento de habilidades para elaboração de gráficos estratégicos.”

Clarissa Andrade – Consultora sênior da EY, com mais de 7 anos de experiência na realização de projetos em diversas indústrias

“O curso foi muito bom, pois dá uma visão ampla de melhoria de processo, como é importante uma coleta e análise crítica dos dados para realizar um projeto de melhoria, por isso eu recomendo esse curso.”

Leandro Bueno – Engenheiro da Qualidade – Magneti Marelli

“O curso foi bastante proveitoso para mudar minha visão em relação à processos e como implementar melhorias consistentes. Os instrutores também contribuíram bastante para auxiliar o maior aprendizado possível.”

Andre Cappai de Castro Morais – Gerente de Operações, Ribeirão Preto – NET Serviços de Comunicação S/A

Qual o Objetivo do Nosso Curso Lean Six Sigma Healthcare

O objetivo do curso Lean Healthcare da Escola EDTI é capacitar os alunos para coordenarem e executarem projetos de melhoria na área da saúde.

Esses projetos de melhoria são implementados para reduzir custos, melhorar a qualidade e aumentar a atratividade dos produtos e serviços de uma organização.

No curso Lean Healthcare, os participantes conhecem uma série de estudos de caso e exemplos reais de melhoria em processos na área da saúde.

Além dos métodos já conhecidos da metodologia Lean, o aluno entra em contato com ferramentas e técnicas específicas da área da saúde.

O curso ganha o nome de Lean Seis Sigma Healthcare porque não se restringe à abordagem da filosofia Lean surgida no sistema de produção da Toyota, mas também na metodologia Six Sigma – cujas certificações dadas pela Escola EDTI são referências no país.

Six Sigma, ou Seis Sigma, é um conjunto de práticas de gestão que têm o objetivo de eliminar defeitos nos processos de uma empresa. O que é feito a partir da redução da variação – ou desvio padrão – nesses processos.

Dessa forma, aumenta a produtividade, a satisfação dos clientes, a reputação da marca e, claro, a margem de lucro, já que os custos de produção são reduzidos.

Desvio padrão é um conceito muito importante para o Six Sigma. É um indicador que representa o grau de variação de um conjunto de itens em relação à média de determinada métrica.

Nas atividades de uma empresa, um desvio padrão baixo é sinal de processos bem desenhados e executados.

No caso da área da saúde, a metodologia Six Sigma ajuda a criar um sistema de atendimento eficiente, ágil e homogêneo. Tudo que o paciente precisa para ficar satisfeito.

Os conceitos da metodologia Six Sigma casam muito bem com as ideias do sistema de produção Lean.

Ambos buscam a melhoria contínua, só que um foca na redução do desvio padrão e o outro na eliminação dos desperdícios.

No curso Lean Healthcare da Escola EDTI, você vai aprender que essas duas maneiras de pensar são complementares.

Ementa

A seguir, confira quais são as matérias que são abordadas no curso Lean Seis Sigma Healthcare, da Escola EDTI.

  • Introdução – Conceitos básicos
    • Confiabilidade para a saúde
    • Tipos de projetos
    • Exemplos de projetos
    • Modelo de Melhoria
    • Liderança Kaizen
    • Técnicas de negociação e trabalho em equipe
  • SBAR – Técnicas de Comunicação
    • Contrato de Melhoria e Diagrama Direcionador para a Saúde
    • Análise da Variação para a Saúde – gráficos descritivos
    • Cartas de controle e ferramentas de qualidade
    • Pesquisas com pacientes.
  • (VOC) DESENVOLVER
    • Diagrama de Afinidades, Matriz de Causa e Efeito Conceitos
  • LEAN (MfV, Kanban, 5S, Kaizen, Poka-yoke, e Gestão Visual (transparência)
  • TESTAR Teste de Mudanças – procedimentos, conceitos e boas práticas
  • IMPLEMENTAR Implementação e Controle – procedimentos, conceitos e boas práticas
  • AVALIAÇÕES Prova e projeto de certificação.

Conclusão

A história nos mostra que o mercado e o comportamento dos consumidores mudam.

Novidades como uma tecnologia disruptiva, o surgimento de um concorrente criativo e qualificado ou o avanço da globalização podem acabar com setores inteiros da economia.

Uma coisa, porém, não vai mudar: as pessoas vão continuar precisando de serviços da área da saúde.

Por mais que os dispositivos tecnológicos e a biogenética evoluam, sempre haverá gente demandando cuidados.

Com o envelhecimento da população e crises de desemprego no mundo todo, o setor vai enfrentar muitos desafios. Mas o cenário também estará repleto de oportunidades.

As técnicas, ferramentas e métodos ensinados no curso Lean Healthcare da EDTI serão extremamente úteis para os profissionais da saúde preocupados com esse tipo de questão.

Quer saber mais? Acesse a página do curso ou entre em contato conosco.