Boa comunicação

Como desenvolver as suas habilidades para uma boa comunicação?

Como desenvolver as suas habilidades para uma boa comunicação?

Ter uma boa comunicação é a principal competência que um profissional precisa desenvolver. Por meio dela pode-se educar pessoas, transmitir conhecimentos absorvidos ao longo da vida e até fazer com que um visitante do seu site torne-se cliente. Isto resulta na capacidade do transmissor propagar uma mensagem com a devida clareza.

No entanto, algumas habilidades precisam ser desenvolvidas para garantir a coerência e coesão nos diálogos. Estas habilidades ajudam emissor e receptor a trocar informações sem que haja ruídos em seu processo. Com isso, é necessário praticar até chegar ao ponto de que nada consiga abalar sua segurança.

Os tópicos abaixo mostrarão cinco estratégias destinadas a você que ainda deseja dominar esta arte e passar mais confiança ao seu público. Por isso, acompanhe a leitura e confira!

5 dicas para uma boa comunicação

Um profissional que deseja empreender, ou ser visto no papel de líder, precisa estar apto de uma boa comunicação, passando seriedade aos seus consumidores e influenciando a vida daqueles que desejam crescer profissionalmente. Sabendo disso, o domínio de técnicas torna-se imprescindível na hora de construir uma boa postura e alcançar sua credibilidade.

Como consequência desse empenho, seu lugar de destaque será conquistado e sua marca compreenderá, a cada nova estratégia, o que é o sucesso. Porém, para isso acontecer, o candidato deve considerar as seguintes dicas. Veja.

Ser um bom ouvinte

Antes de aprender a ter uma boa comunicação, o profissional precisa ser um bom ouvinte. O desejo de querer conquistar as pessoas e passar seriedade só é consumado quando o receptor dá oportunidade para ouvir o que os outros desejam transmitir. Desse modo, sua postura mostra empatia e provoca bem-estar aos ouvintes.

Saber escutar implica na possibilidade de conhecer mais e considerar relevante o que está sendo dito pelo outro. Também vale destacar o fato de não interromper discursos e esperar a hora oportuna de falar. Sabemos que há casos em que o comunicador tem uma ideia brilhante e tem medo de que ela seja esquecida — no entanto, isso não justifica o ato. Se possível, anote em um bloco de notas e transmita assim que sua vez chegar.

Fazer contato visual

Seria uma sensação muito chata conversar com alguém que não está olhando para você, não é mesmo? O contanto visual é uma das habilidades de comunicação que mostra a atenção ao discurso. É uma forma de mostrar-se interessado e contribui na transmissão de confiança. Afinal, um olhar distraído vagando por diferentes lugares na hora de um diálogo é sinal de distração e isto causa uma má impressão.

Manter os olhos fixos ajuda na compreensão da dor do outro. A linguagem corporal é bastante reveladora: braços cruzados, geralmente indicam desinteresse, mãos na boca, provavelmente alguma falácia ou mentira na conversação, entre outras interpretações. O corpo também se comunica e a gesticulação precisa ser moderada a não acontecer nenhum ruído.

Manter o foco

Nos dias de hoje, principalmente em conversas cotidianas, é muito fácil começar explorando um assunto e horas depois vê que ele não é mais a questão inicial. Algumas pessoas têm dificuldade em manter o foco e perdê-lo em momentos importantes, como uma reunião com um potencial cliente, diminui as chances de uma boa oportunidade de negócio.

Para evitar a distração, a oratória pode ajudar a ter uma boa comunicação e ser objetivo na hora de falar. Afinal, um profissional que se perde em suas palavras passa a ideia de que ele não tem domínio sobre elas. Você não quer deixar essa impressão, não é mesmo?

Definir uma meta

Estabelecer metas é uma importante forma de atingir seus objetivos com maior facilidade. Então, por que não estabelecer alguma na hora de fazer uma boa comunicação? Assim você mantém o foco no que precisa ser tratado e procura explorar os pontos, negativos e positivos, antes da conversação.

Algumas ferramentas de qualidade, como o diagrama de Ishikawa, podem ajudar na dimensão de um problema. Sabendo melhor sobre ele e estudando de forma ampla, sua fala será mais objetiva. Dessa forma, acaba explorando aspectos realmente necessários e diminuindo a possibilidade de enrolação.

Com isso, as reuniões passam a ser rápidas, contribuindo para melhorar a gestão do tempo. O interessante em estudar melhorias é aprender que elas influenciam em diversas situações, seja dentro ou fora do seu ambiente de trabalho.

Saber o tom de voz

A forma que uma mensagem é transmitida definirá uma boa comunicação, saber usar o tom de voz na hora de um discurso faz toda a diferença. Afinal, exaltar-se em certas situações da rotina de trabalho ou aumentar o volume da fala pode causar hostilidade. Não é saudável trocar ideias com pessoas agressivas e que parecem debochar de você.

É importante ter em mente que a vida profissional requer conversas construtivas. Especialmente, a fim de ajudar o outro em seu aprimoramento e trazer soluções para uma melhoria contínua. Logo, mantenha sempre a calma, pois ela equilibrará sua postura e garantirá a ausência de problemas. Se necessário, faça uma autoavaliação e perceba a maneira como sua exposição de pensamentos e considerações são feitas.

Os benefícios das estratégias

As habilidades de comunicação devem ser executadas em seus diversos meios. Se sua empresa transmite conteúdo por meio das redes sociais, o cuidado com a escrita precisa ser constante. Na internet, clientes e empresas ficam mais próximos e a possibilidade de criar um relacionamento duradouro fica fácil de acontecer.

Sabendo disso, tenha atenção nas mensagens e no feedback que eles dão para a sua marca. Procure filtrar tudo aquilo que for construtivo e sempre se mostre aberto a ouvir suas necessidades. Se você ainda não tem essa habilidade, um bom script ajudará na sua desenvoltura e profissionalizará seu serviço.

Como você percebeu ao longo deste artigo, as habilidades de comunicação servem para educar o profissional a ter um papel de seriedade na vida dos seus consumidores. Aprimorar essa competência faz parte da evolução dos que desejam manter-se no mercado de trabalho. Por isso, busque colocar em prática sempre que uma oportunidade surgir.

Gostou do nosso conteúdo? Você conhece alguma técnica para manter uma boa comunicação? Divida sua experiência conosco deixando um comentário neste post.

Quer saber mais? Inscreva-se no Green Belt e fortaleça mais ainda seu currículo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *