iso 9001

O que é a ISO 9001 e para que serve essa norma de qualidade

publicado em | atualizado em

Você pode até não saber exatamente o que é a ISO 9001 mas, intuitivamente, imaginar que seja um indicador de qualidade.

Isso porque essa é uma normatização de alcance global, presente em nada menos que 189 países.

Talvez por isso tenhamos a impressão de que esse acrônimo esteja em todo lugar, ainda que nem todos conheçam o seu significado real.

Como veremos ao longo deste artigo, contar com a chancela ISO é um importante adicional de qualidade, que faz toda a diferença para a empresa que o detém e seus clientes.

Mas você só vai saber como isso acontece lendo até o final. 

Vá em frente e descubra o que significa ser ISO, seus impactos e muito mais!

O que é ISO 9001?

ISO é a abreviatura para International Organization for Standardization, entidade sem fins lucrativos fundada em 1947 em Londres, com sede em Genebra desde 1949.

Sobre o acrônimo, uma curiosidade: o termo ISO foi escolhido tendo em vista que o nome da organização poderia dar origem a diferentes siglas, dependendo do país.

Refletindo o espírito normativo e padronizador que define suas atividades, foi decidido que seria usada a sigla ISO em todo o mundo.

O termo vem do grego “isos” que significa “igual”, portanto, a missão da ISO fica clara pela simples interpretação do acrônimo usado para designá-la.

Essa missão é fornecer um conjunto de normas técnicas de padronização de alcance mundial, servindo assim como um modelo de gestão da qualidade.

Para que serve a ISO 9001

Antes de mergulharmos a fundo na ISO 9001, cabe um breve parêntese para diferenciá-la de uma normativa “irmã”, a ISO 9000.

Embora também seja um conjunto de diretrizes para a padronização, ela nasce de outro conjunto de normas, a BS 5750. 

Ao ser incorporada pela ISO em 1987, ela passaria a ser conhecida como ISO 9000.

Desde então, ambas as normativas vêm sendo periodicamente atualizadas, embora nem sempre elas mantenham uma relação de continuidade. 

No caso da ISO 9001, sua versão mais recente é de 2015, cujo foco é a padronização dos processos em nível estratégico para diferentes modelos de negócio.

Norma ISO 9001: principais pontos

A ISO 9001 tem três edições já publicadas.

Como vimos, a mais recente delas é de 2015, que veio a se somar às edições de 1994 e de 2000.

A mais antiga tinha como escopo a definição de normas e padrões para os diversos componentes de uma organização empresarial, entre os quais se destacam:

  • Responsabilidade da direção
  • Sistema da qualidade
  • Análise do contrato 
  • Controle da concepção e projeto
  • Controle dos documentos e dados
  • Compras 
  • Rastreabilidade.

Por sua vez, a edição de 2000 viria a ser um aperfeiçoamento das edições anteriores, abordando, por exemplo, questões como a avaliação de desempenho por meio de KPIs.

Impactos da ISO 9001 na qualidade

Empresas que ostentam o selo ISO 9001 em seus produtos ou em seus processos sinalizam para o mercado que estão comprometidas com a qualidade total.

Claro que, para isso, é necessário passar por uma série de auditorias e uma profunda reformulação de suas práticas até que seja atingido o patamar de excelência exigido para obter a certificação.

Nesse caminho, é indispensável a intervenção de líderes e gestores qualificados com a formação para atuar como auditor interno ISO 9001:2015.

Como se vê, chegar ao padrão ISO não é uma tarefa para qualquer um e, sendo assim, as recompensas são proporcionais ao esforço envolvido.

Veja a seguir quais os impactos gerados pela implementação dessa norma de qualidade 

Padronização de processos 

O foco número um da normativa ISO é a padronização de processos nas mais variadas empresas e ramos de atuação.

Isso pode ser feito por meio pela aplicação de uma série de requisitos indispensáveis para a gestão da qualidade, que deve ser implementada em sete esferas auditáveis:

Portanto, contar com essa chancela é uma prova indiscutível de que a empresa zela pela qualidade em seus processos, o que nos leva ao próximo impacto gerado pela ISO 9001.

Aumento de credibilidade 

Uma coisa é dizer, por meio de ações de marketing, que a empresa observa as normas e preza pela qualidade em produtos e serviços.

Outra, totalmente diferente, é contar com uma certificação de abrangência mundial que atesta essa qualidade em todos os processos.

Não é muito difícil saber, no fim das contas, qual empresa terá mais credibilidade perante seus clientes e stakeholders, certo?

Otimização do tempo

No nível operacional, a padronização por meio das normas ISO é o caminho mais seguro para tornar as rotinas menos sujeitas a incertezas.

Seria o caso, por exemplo, de uma linha de produção que, em uma de suas etapas, tivesse uma máquina parada por falha técnica.

O que fazer se isso acontecer? 

Parar a linha toda até que as funções se normalizem ou só as etapas anteriores? Que profissional deve ser acionado nessa situação? Que protocolos de emergência devem ser adotados?

Saber de antemão as respostas para perguntas desse tipo é decisivo porque só assim o tempo poderá ser usado da melhor forma.

Isso pode, inclusive, fazer a diferença entre a vida e a morte em contextos críticos ou em que a segurança do trabalho esteja em jogo.

👉 O que é a técnica FMEA aplicada na segurança do trabalho e como fazer

Promoção da melhoria contínua 

A normatização ISO é o caminho mais seguro também para se chegar à melhoria contínua, conforme os princípios Kaizen.

Afinal, não se pode pensar em melhorar aquilo que não está minimamente organizado e padronizado, para o que a ISO 9001 é certamente o melhor ponto de partida.

Alinhamento de expectativas 

Em um mundo globalizado e em que o fluxo de mercadorias entre países é frequente, seria difícil saber se uma camisa da China é produzida com padrões de qualidade aceitáveis nos Estados Unidos ou na Europa.

Nesse aspecto, a ISO 9001 serve para alinhar as expectativas dos produtores, distribuidores e clientes a respeito dos meios de produção usados para dar origem às mercadorias.

Dessa forma, o próprio comércio internacional torna-se possível, já que produtores de diferentes países sabem a qual norma recorrer para avaliar diferentes produtos.

Não menos importante, para o consumidor final, fica a certeza de que há um órgão de alcance global capaz de fiscalizar e orientar em relação às melhores práticas. 

Evitar o retrabalho 

A falta de padrões de qualidade leva de forma inevitável à repetição de trabalho em razão de erros e inconsistências.

Ao adotar uma normatização comum, as empresas sabem que, para produzir determinado bem de consumo ou serviço, precisarão seguir certas rotinas.

Dessa maneira, elas sabem o que fazer e como fazer, podendo assim evitar o retrabalho, típico das empresas nas quais os processos não são bem definidos.

Aprimoramento da governança e compliance 

Cada vez mais em voga, o conceito de governança e compliance está intimamente relacionado com o de padronização.

Logo, empresas que ostentam o selo ISO 9001 dão um passo decisivo para a excelência nesses dois quesitos, considerados fundamentais para quem pretende alçar voos mais altos.

O que é o selo ISO 9001?

O selo ISO 9001 é uma chancela concedida às empresas que comprovam por meio de auditorias que seguem os melhores padrões de qualidade em seus processos.

Ele pode ser fornecido por empresas credenciadas para realizar as diligências necessárias para avaliar se os princípios e normas ISO estão sendo efetivamente aplicadas.

Assim sendo, ser uma empresa portadora do selo ISO 9001 confere grande prestígio e atesta o seu empenho em se manter alinhada às melhores práticas do mercado.

Ele serve tanto para as organizações que estão em busca de melhorias estratégicas e operacionais, quanto para as que pretendem se destacar perante a concorrência. 

Por que ter ISO 9001 como certificação?

Imagine que sua empresa tem como meta expandir suas operações para um outro estado brasileiro ou mesmo outro país.

Nesse caso, ela provavelmente vai precisar mostrar mais do que vem fazendo em seu nicho doméstico, concorda?

O selo ISO 9001, por outro lado, pode representar uma porta de entrada para novos mercados. 

Por ser uma certificação internacional, ela representa um atestado de qualidade, reduzindo assim a desconfiança do público e ajudando a captar os melhores parceiros de negócios.

Quais são os requisitos para a ISO 9001?

Não é da noite para o dia que uma empresa conquista o selo ISO 9001.

Antes mesmo de se candidatar para obter essa valiosa chancela, é necessário cumprir requisitos básicos.

Você os conheceu no trecho do conteúdo em que falamos sobre a padronização de processos.

Cada um deles é desmembrado em outros tópicos, em um total de 65 requisitos indispensáveis para obter a certificação.

Se você tem interesse em ser certificado ISO 9001, recomendamos que adquira a norma brasileira em questão: é a ABNT NBR ISO 9001:2015 – Sistemas de Gestão da Qualidade – Requisitos.

Conclusão

Empresas que contam com o selo ISO se colocam em posições de destaque no mercado, sendo por isso dificilmente igualadas ou superadas pelos concorrentes que não têm.

Contudo, até chegar ao nível de excelência nos processos compatível com essa normativa, é preciso percorrer um caminho árduo.

Da mesma forma, ter uma carreira de sucesso é um trabalho contínuo e que requer investimento, esforço e dedicação.

Uma maneira de chegar lá é investir em conhecimento e capacitação.

A Escola EDTI é sua parceira nesse sentido, oferecendo uma gama de cursos EAD e presenciais, além de materiais educativos gratuitos.

Baixe agora o e-book ISO 9000 e Seis Sigma!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d]